Valparaíso ou apenas Valpo, como é carinhosamente chamada pelos chilenos, se encaixa perfeitamente com uma viagem a Santiago do Chile, formando uma dobradinha para conhecer um pouco da metrópole e de uma pequena cidade, mas com muito a oferecer.

Distante cerca de 115 quilômetros da capital, Valparaíso pode ser facilmente acessada de carro ou ônibus,...

Leia Mais

Atrações turísticas em Valparaíso

  • Museu Naval e Marítimo

    Museu Naval e Marítimo

    Adulto CLP1000.00 R$ 7,41
    Crianças, estudantes e idosos CLP300.00 R$ 2,22
  • Valor elevadores

    Valor elevadores

    CLP400.00 R$ 2,97
  • La Sebastiana

    La Sebastiana

    CLP7000.00 R$ 51,89
    Ir para o site

Guia Valparaíso

Valparaíso ou apenas Valpo, como é carinhosamente chamada pelos chilenos, se encaixa perfeitamente com uma viagem a Santiago do Chile, formando uma dobradinha para conhecer um pouco da metrópole e de uma pequena cidade, mas com muito a oferecer.

Distante cerca de 115 quilômetros da capital, Valparaíso pode ser facilmente acessada de carro ou ônibus, como acharem melhor, só tente não visitá-la apenas em um bate e volta junto com a cidade vizinha, Viña de Mar, porque nesse caso o tempo é muito curto pra conhecer todas as casas coloniais, declaradas Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco desde 2003, e o restante das atrações turísticas. É nos cerros Alegre e Concepción que estão localizadas as casas coloridas mais conservadas de Valpo.  

Logo de cara, quando você chega na cidade, Valparaíso não chega a encantar tanto, aliás, há até quem diga que a cidade parece uma grande favela por causa dos morros dominados por casas amontoadas umas sobre as outras. A cidade parece um pouco desorganizada e falta um pouco de charme na parte baixa, ainda mais quando comparamos aos morros Alegre e Concepción, que esbanjam charme através de suas lojinhas, restaurantes, bares, galerias e seus belos muros pintados. E falando em parte baixa e alta, aproveite para subir e descer nos elevadores, ou ascensores, que funcionam como meio de transporte entre as duas partes e tornaram-se pontos turísticos, levando entre moradores e turistas, cerca de 4 milhões de pessoas por ano. O primeiro elevador foi inaugurado no ano de 1883, o Ascensor Concepción, que liga a Calle Esmeralda ao Paseo Gervasoni.  

O Cerro Santo Domingo não é tão turístico como os cerros Alegre e Concepción, mas alguns dizem que é o morro que oferece a melhor vista da cidade. Fica ao lado do porto e há muito mais moradores do que turistas pelas ruas. Assim como nos outros morros, dá para subir e descer de elevador.

Valparaíso tornou-se referência em arte urbana, prova disso são as paredes e os muros coloridos pintados por vários artistas chilenos com o objetivo de levar a arte para todos da cidade. Com isso, foi criado o Museo a Cielo Abierto, que significa que em uma determinada região, há diversos muros pintados e trabalhos em mosaicos. Existe um mapa mostrando a localização de todos esses muros (inicialmente eram 20) e de outras formas de arte, tente arrumar um desses mapas antes de começar o tour para facilitar a caminhada, os mapas podem ser obtidos na rodoviária ou nos centros de informação turística, já, para quem estiver sem um mapa, caminhe sem pressa pelas ruas do cerro Bellavista e descubra sozinho as manifestações artísticas. Infelizmente alguns desses muros não estão muito bem cuidados e precisam de um reparo. 

Outra programação imperdível é visitar a famosa casa de Pablo Neruda que foi transformada em museu, A Casa La Sebastiana, o antigo lar com cinco andares do poeta chileno que tinha o hábito de passar o réveillon em Valparaíso. No museu você verá sua antiga coleção de objetos e móveis, tudo com a explicação de um audioguia.

O Paseo 21 de Mayo é um dos principais mirantes da cidade e além da bela vista para o mar, há uma feirinha de artesanatos para quem quiser trazer um souvenir da viagem. Logo ali também fica o Museo Naval y Maritimo que conta a história marítima do Chile através de réplicas das antigas embarcações, mapas e objetos retirados do fundo do mar. Hoje em dia, o museu também conta a história do resgate dos mineiros chilenos, ocorrido em 2010, e ali está a cápsula Fênix, utilizada para o resgate. 

A Plaza Sotomayor é a maior praça da cidade e onde fica o comando da Marinha, além de diversas construções históricas ao redor. E para quem gosta de história, o Monumento a los Héroes de Iquique é um monumento em homenagem aos mártires navais do país. Se o passeio for com um guia, fica melhor para entender a história.

O Prédio do Congresso Nacional fica um pouco mais afastado do centro, mas se você tiver um tempinho sobrando, vale ir até lá. É um imponente edifício construído em 1990, no local onde era antiga residência da família Pinochet. 

E por último, porém não menos importante, Viña del Mar é a cidade vizinha que se encaixa perfeitamente com uma viagem a Valparaíso. As duas cidades ficam a somente 10 quilômetros de distância e apesar da proximidade são muito diferentes, Viña del Mar é um balneário mais arrumado, um destino de praia muito mais sofisticado, que enche de turistas em busca de um lugar ao sol durante os meses de verão.