Sempre que o turista é levado a imaginar sobre o que pretende visitar em Curitiba, ele inevitavelmente cai nas imagens dos seus três principais cartões postais: o Jardim Botânico, a Ópera de Arame e o Museu Oscar Niemeyer (MON). Comece a sua exploração à capital paranaense por esses pontos. No Jardim Botânico o que mais impressiona é...

Leia Mais

Atrações turísticas em Curitiba

  • Jardim Botânico

    Jardim Botânico

    Entrada de graça

    R$0.00 R$ 0,00
    Ir para o site
  • Museu Oscar Niemeyer (Museu do Olho)

    Museu Oscar Niemeyer (Museu do Olho)

    Adulto R$12.00 R$ 12,00
    Estudante R$6.00 R$ 6,00
    Ir para o site
  • Ópera de Arame e Pedreira

    Ópera de Arame e Pedreira

    Entradas de graça

    R$0.00 R$ 0,00
    Ir para o site
  • Parque Tanguá

    Parque Tanguá

    De graça

    R$0.00 R$ 0,00
    Ir para o site
  • Torre Panorâmica

    Torre Panorâmica

    A partir de 10 anos R$5.00 R$ 5,00
    Abaixo 9 anos e idosos R$2.50 R$ 2,50
    Ir para o site
  • Bosque do Papa João Paulo II

    Bosque do Papa João Paulo II

    Acesso gratuíto

    R$0.00 R$ 0,00
    Ir para o site
  • Bosque Alemão

    Bosque Alemão

    Acesso gratuito

    R$0.00 R$ 0,00
    Ir para o site
  • Parque Tingui (Memorial Ucraniano)

    Parque Tingui (Memorial Ucraniano)

    De graça

    R$0.00 R$ 0,00
    Ir para o site
  • Museu do Expedicionário

    Museu do Expedicionário

    Entrada gratuita

    R$0.00 R$ 0,00
    Ir para o site
  • Parque Barigui

    Parque Barigui

    Acesso gratuito

    R$0.00 R$ 0,00
    Ir para o site

Guia Curitiba

Sempre que o turista é levado a imaginar sobre o que pretende visitar em Curitiba, ele inevitavelmente cai nas imagens dos seus três principais cartões postais: o Jardim Botânico, a Ópera de Arame e o Museu Oscar Niemeyer (MON). Comece a sua exploração à capital paranaense por esses pontos. No Jardim Botânico o que mais impressiona é uma estrutura de metal e vidro imponente que abriga mais de 50 espécies da Mata Atlântica, além de ser parada obrigatória para fotos entre 10 em 10 turistas. Já os espaços da Ópera de Arame, que também compreendem a Pedreira Paulo Leminski, resultam em uma incrível estrutura acústica para cerca de 1.600 pessoas desfrutarem shows em meio à natureza verde que a rodeia. Por último, o Museu Oscar Niemeyer, também conhecido como “Museu do Olho”, foi projeto pelo famoso arquiteto brasileiro e acomoda as principais mostras permanentes e temporárias de obras de arte presentes na cidade.

Feito isso, reserve um tempo extra para os demais parques da cidade. Curitiba é rodeada por muito verde e parte da sua vivência na capital paranaense gira em função dessas enormes áreas ao ar livre. Alguns dos locais mais procurados são o Parque Barigui, o Tanguá, o São Lourenço, o Bosque Alemão, o Tingui, a Praça do Japão e o Bosque do Papa João Paulo II. Misture-se entre os próprios curitibanos e vivencie o que esses parques têm de melhor!

Continue explorando os principais pontos turísticos da cidade no Centro Histórico. É nessa região que estão os edifícios mais antigos da cidade, fazendo com que o turista seja transportado diretamente para meados dos séculos 18 e 19. Inclusive, aqui é possível ver a influência alemã sofrida pela cidade por meio de conjuntos arquitetônicos inspirados no país. Para aproveitar melhor a região, faça um tour guiado que pode ser feito gratuitamente mediante agendamento prévio junto à Fundação Cultural de Curitiba.

Outro passeio que não pode faltar na sua lista é para a cidade de Morretes. O percurso pode ser feito tanto de trem como de carro. Em ambos os casos, apesar de serem experiências diferentes, o visual é recompensador. Por trem, o percurso pode ser feito diariamente e tem cerca de três horas de duração e 150km de extensão. Durante todo o trajeto o que não vão faltar são paisagens de cair o queixo dignas de muitas fotos. Já para aqueles que querem fazer a viagem de carro, a dica é prestar bastante atenção pelas obras primas que a natureza criou ao logo da Estrada da Graciosa. São 33km de curvas sinuosas com muitas flores, vegetação, além de vistas para o mar e para cachoeiras. Já na cidade, experimente o barreado, prato típico do litoral do Paraná que é basicamente uma carne cozida por mais de 20 horas que quase se desmancha na boca.

E por falar em comida, Curitiba tem diversas opções de restaurantes que servem iguarias das mais diferentes nacionalidades. Além das tradicionais italiana, japonesa e portuguesa, por exemplo, a região conta com estabelecimentos inspirados nos países que sofreu imigração, como alemães, poloneses e ucranianos. Mas se você está com pouco tempo e não quer errar, vá diretamente ao bairro de Santa Felicidade, que se caracteriza como um verdadeiro polo gastronômico curitibano. Com forte influência italiana, a região oferece cantinas para todos os gostos e bolsos, muitas delas servido vinho próprio/da casa. Além das massas e risotos, a polenta também é bastante famosa nessa região da cidade e vale a pena ser experimentada!

Para quem está com o tempo reduzido, a dica é tomar a Linha Turismo presente em Curitiba. Esses ônibus de dois andares percorrem cerca de 20 atrações turísticas em um percurso que tem cerca de 2h30 de duração. Ao comprar o bilhete, o turista tem a possibilidade de reembarcar quatro vezes, o que permite a ele eleger as localidades que deseja visitar na capital paranaense.