Localizada a aproximadamente 250 km de São Paulo, Brotas é conhecida como a Capital da Aventura do estado, e é aos finais de semana que a pacata cidade se transforma em um reduto de praticantes de esportes radicais ou aspirantes ao assunto. 

Com mais de 30 cachoeiras e mata nativa, a cidade tornou-se um enorme parque temático natural e são as...

Leia Mais
  • População 23.192 mil

  • Hora local 17:20

  • 1 Real R$ 1,00

  • Temperatura local 18.18º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Brotas

Atrações turísticas em Brotas

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Brotas

Hospedagem em Brotas

menor valor maior valor
Albergue R$ 134,10 R$ 170,00
Pousada R$ 198,00 R$ 320,00
Hotel R$ 315,00 R$ 606,00

Alimentação em Brotas

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 10,80 R$ 10.80 a R$ 25,20 R$ 25.20
  • Almoço


    R$ 22,80 R$ 22.80 a R$ 55,20 R$ 55.20
  • Jantar


    R$ 28,80 R$ 28.80 a R$ 70,80 R$ 70.80

Guia Brotas

Localizada a aproximadamente 250 km de São Paulo, Brotas é conhecida como a Capital da Aventura do estado, e é aos finais de semana que a pacata cidade se transforma em um reduto de praticantes de esportes radicais ou aspirantes ao assunto. 

Com mais de 30 cachoeiras e mata nativa, a cidade tornou-se um enorme parque temático natural e são as cachoeiras uma das responsáveis por fazer o turismo na cidade aumentar a cada ano. Alguns lugares com atrativos naturais ficam dentro de propriedades privadas, nesse caso é necessário pagar uma taxa para entrar, melhor verificar antes de chegar ao local. Os passeios podem ser feitos por conta própria ou então através de agências de turismo local.  

Como 2 dias em Brotas é corrido, mas é o que normalmente as pessoas costumam ficar, separamos algumas dicas de passeios para facilitar a viagem: praticar rafting em um dos trechos do Rio Jacaré-Pepira, esse é o mais tradicional tour em Brotas, podendo ser realizado também em noites de lua cheia; fazer um circuito de arvorismo caminhando entre as copas das árvores e incluindo outros obstáculos, depende do circuito escolhido; praticar tirolesa que há 2 tipos, a seca onde o destino final é o solo firme e a molhada onde termina com um salto dentro de um lago; praticar trekking em trilhas acompanhados por guias locais. O final do passeio sempre termina em rios, cachoeiras ou algum local no meio da natureza; praticar rapel em uma das várias cachoeiras e fazer cavalgada, atividade com um pouco menos de adrenalina, percorrendo a paisagem em meio à natureza. Lembrando que há muitas outras atividades, parques e fazendas para conhecer na cidade. Depois de tanta adrenalina e esforço físico, a fome logo aparece, ainda bem que a gastronomia de Brotas além de farta, não deixa nada a desejar!

Brotas é visitada praticamente durante o ano inteiro, com concentração muito maior de pessoas aos finais de semanas e mais ainda aos feriados prolongados quando é recomendado reservar hotéis com antecedência. Durante os meses de verão costuma chover mais, ruim para fazer algumas atividades como trilhas, porém as cachoeiras ficam mais cheias, melhor mesmo para um banho de cachoeira. Durante o mês de agosto Brotas promove um festival gastronômico chamado de Brotas Gourmet e a cidade fica mais ainda animada.

Para um final de semana com atividades radicais, mesa farta, gente hospitaleira, natureza e um pouco de adrenalina, Brotas é o lugar!

Como chegar

Infelizmente a cidade do interior paulista não possui aeroporto próprio. Portanto, se você vem de longe – principalmente de outros estados brasileiros – a melhor opção é utilizar os hubs aéreos de cidades próximas.

O Aeroporto Estadual de Bauru – Arealva / Moussa Nakhl Tobias (JTC) está situado a apenas 105km de distância e recebe voos das principais companhias aéreas brasileiras, como Latam, Gol e Azul. Porém, por ser um aeroporto mais reduzido, a oferta de voos, horários e preços não é tão boa assim. Caso não consiga chegar por Bauru, outra ótima pedida é o Aeroporto Internacional de Viracopos – Campinas (VCP), que está localizado a cerca de 140km da cidade. Por se tratar de um hub aéreo maior, as ofertas também são mais interessantes e a distância entre as cidades não é tão alta assim.

Agora se você parte de regiões mais próximas, especialmente dentro do estado de São Paulo, outra boa alternativa é fazer o percurso de ônibus ou de carro. O Terminal Rodoviário de Brotas, localizado na Avenida Dante Martinelli, opera com diversas companhias rodoviárias bastante úteis. A Expresso da Prata, por exemplo, liga a cidade a São Paulo, Jundiaí e Campinas, enquanto a Reunidas conecta a municípios menores (caso de Pederneiras, Analândia e Jaú). A Viação Piracicabana e a Via Sol também são outras opções a serem cogitadas pelo turista.

Ir de automóvel também é uma alternativa interessante, pois garante mais flexibilidade durante a viagem. Se a saída acontecer por São Paulo, o viajante deverá pegar a Rodovia dos Bandeirantes (SP 348) ou a Rodovia Anhanguera (SP 330) até a saída da Rodovia Washington Luís (SP 310). Feito isso, deverá percorrer até a Rodovia Engenheiro Paulo Nilo Romano (SP 225), sentido Itirapina – Brotas, até chegar ao seu destino final.

Vale lembrar que Brotas tem cidades conhecidas bem próximas, como Jaú (50km), São Carlos (65km), São Pedro (68km), Rio Claro (70km), Barra Bonita (76km), Bauru (105km), Piracicaba (110km), Campinas (140km), Ribeirão Preto (160km), Jundiaí (185km) e São Paulo (250km).

Vida noturna

Apesar de não ser o ponto forte da região, a vida boêmia de Brotas ainda conta com algumas opções para aqueles que querem badalar após o cair do sol. Vale lembrar que essa opção, porém, é apenas para os mais fortes, pois após um dia inteiro de esportes radicais a alternativa mais praticada pela maioria das pessoas é apenas um jantar reforçado para repor as energias perdidas.

Para quem ainda tem animação para gastar, a maioria dos restaurantes e bares está na região central da cidade. Agora se você procura por algo mais rebuscado, dois são os estabelecimentos que mais se destacam. O Restaurante Fazenda Areia que Canta produz comida de fazenda em fogão à lenha com produtos frescos cultivados no local. Já o Vila del Capo, situado a 30km do município, funciona também como antiquário e orquidário, proporcionando uma experiência diferenciada para o turista. É uma ótima opção para almoço (principalmente por estar um pouco mais afastado da cidade).

Agora para aqueles que querem paquerar e dançar, a alternativa mais válida é a Flash Moon, única boate do município. De qualquer forma, fique de olho na programação, pois o local só abre durante a alta temporada. O Clube de Campo também desponta como alternativa interessante, pois além de garantir churrasqueiras, piscinas e entretenimento para as manhãs e tardes, ele promove festas e eventos sociais à noite. Confira a programação oficial se quiser participar de algum deles!

Já para os mais radicais há a possibilidade também de se fazer um Rafting Noturno em dias de lua cheia. Apesar de a ideia parecer pouco segura, os instrutores garantem que o passeio não é um bicho de sete cabeças, tanto que o tour já é indicado para crianças a partir de 12 anos de idade. Quem foi garante que a visão das águas iluminadas pela luz da lua é espetacular!