• Café da manhã

    R$6.96 R$8.40 R$11.82
    R$ 6,96 R$ 8,40 R$ 11,82
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Almoço

    R$15.36 R$19.20 R$24.96
    R$ 15,36 R$ 19,20 R$ 24,96
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Jantar

    R$18.00 R$21.96 R$28.38
    R$ 18,00 R$ 21,96 R$ 28,38
    Baixo custo Econômico Conforto

Guia Alimentação em Belém

A gastronomia paraense já é uma boa razão para você visitar o estado localizado no norte do país, principalmente se você for do centro-oeste, sudeste ou sul. Em Belém, você encontra ingredientes exóticos que resultam em sabores únicos, o que faz com que a cozinha paraense seja uma das mais ricas e cheias de personalidade!

A origem da cozinha paraense, segundo especialistas, tem muita influência da cultura indígena, portuguesa e africana, e foi justamente essa mistura que fez com que os pratos paraenses fossem considerados os mais autênticos do Brasil. Os ingredientes básicos da cozinha do Pará são originários da fauna e flora da Amazônia, com destaque para o camarão, caranguejo, marisco, peixes variados, pato, chicória, coentro, jambu, mandioca, entre muitos outros.

Embora haja uma grande diversidade de combinações de ingrediente, há algumas especialidades que você não pode deixar de provar em sua viagem a Belém! A tapioca, consumida como café da manhã ou lanche da tarde e geralmente acompanhada de café com leite, é uma boa pedida para apenas começar o dia. Pode ser encontrada em estabelecimentos simples, como carrinhos de rua, lanchonetes ou em locais especializados, como tapiocarias.

Já para refeições bem reforçadas, opções não faltam! Experimente os pratos mais típicos, como os que levam tucupi, um caldo amarelo extraído da mandioca. Geralmente é servido com carnes, peixes, mariscos ou puro, fervendo, com jambu. Aliás, um dos pratos mais famosos do estado é o pato no tucupi! Há quem não goste do sabor do caldo, mas não custa nada se aventurar e conhecer algo diferente.

Inclua também no seu roteiro gastronômico pratos como a maniçoba, o caruru, o tacacá, o vatapá e o chibé. Apesar de os nomes não revelarem exatamente do que se tratam, todas essas receitas são especialidades regionais que costumam levar os ingredientes citados anteriormente, como camarão, mandioca, chicória, jambu, entre outros produtos locais.

E se você está acostumado com o açaí sendo uma fruta que faz parte de sobremesas, saiba que no Pará, a fruta também aparece nos pratos salgados! Em Belém, você verá que a fruta é batida e depois servida como molho para pratos com peixe frito e farinha de tapioca.

Já no quesito bebida, a mais icônica do estado é, sem dúvida, a cachaça de jambu, que além de ser uma bebida naturalmente forte, ainda causa um efeito de dormência na língua por causa do jambu, uma erva típica do Pará. Vale a pena ter essa experiência! Se prefere algo mais leve, você pode provar a cerveja local, a CERPA, um orgulho dos paraenses!

Uma vez no norte do país, você precisa conhecer as frutas regionais. No Pará, você tem a oportunidade de encontrar uma rica variedade das mais exóticas frutas do país, como cupuaçu, bacuri, pupunha, taperebá, jaca, muruci e sapotilha. Andando pelas ruas de Belém, também é bem fácil se deparar com mangueiras super carregadas de mangas! Quanto ao já o citado açaí, você vê no Pará em duas colorações, o branco e o roxo.

E para degustar todas essas maravilhas que Belém reserva, você pode ir os restaurantes que estão concentrados no centro da cidade e nas proximidades da região central, como Umarizal, Nazaré e Cidade Velha. Uma forma prática de encontrar bons lugares para comer é escolher algum restaurante na Estação das Docas ou no Mangal das Garças.