Não é fácil decidir onde ficar na cidade sul-africana. Isso porque as atrações turísticas ficam espalhadas, tudo é relativamente longe, e impossível mesmo é se hospedar em um lugar que fique próximo a tudo o que você deseja visitar. Por conta dessas características, uma boa dica é contar com um carro para explorar a cidade de forma mais flexível, ainda mais quando o sistema público de transporte não é o forte por lá.

Ao contrário também das cidades europeias, que têm em seu centro um local valorizado onde a maioria dos turistas procura se hospedar, na cidade sul-africana isso é bem diferente. É muito difícil as pessoas andarem pelas ruas à noite, pois a metrópole não é muito segura. O centro é um dos locais mais perigosos, com alto movimento durante o dia e zero fluxo noturno. Para amenizar essa situação, muitos hotéis fizeram complexos fechados e privados de entretenimento, com lojas, restaurantes e bares, para permitir que o turista fique mais tranquilo durante a sua hospedagem.

Abaixo, o Quanto Custa Viajar indica as melhores regiões para ficar durante a sua estadia em Joanesburgo!

Sandton

É o bairro mais sofisticado da cidade e, portanto, o que possui preços mais salgados. Apresenta maior oferta de hotéis, que pertencem a uma rede hoteleira moderna e cheia de infraestrutura. A região mais nobre fica próxima ao Sandton City Mall e a Mandela Square, onde é possível fazer muita coisa a pé e contar com um grande número de restaurantes, bares e casas noturnas disponíveis. É a opção óbvia para quem visita Joanesburgo, apesar de não ter os melhores preços da cidade. De qualquer forma é a alternativa favorita dos turistas por aliar segurança e praticidade.

Rosebank

Seguindo o Sandton de perto, o Rosebank aparece também como uma opção para quem quer investir no certo. O bairro é agradável, bem arborizado, seguro e também conta com alternativas interessantes de hospedagem mescladas a complexos residenciais. É cheio de opções noturnas, como restaurantes, bares e lojas de conveniência, sendo por isso uma região que vem cada vez mais ganhando notoriedade na cidade sul-africana. Assim como o Sandton, o Rosebank apresenta preços altos, mas mesmo assim a região desponta como uma das preferidas pelos turistas.

Melrose

É um complexo privado que conta com hotéis, lojinhas, restaurantes, bares e opções de entretenimento diversas. É um dos locais feitos pela iniciativa privada de Joanesburgo para blindar os turistas contra o sentimento de insegurança onipresente na cidade. Lá dentro o viajante conta com praticamente todas as comodidades que ele pode querer, sendo também uma opção para aqueles quer não contam com transporte próprio. É uma alternativa para quem prioriza a comodidade.

Melville

É uma área residencial de Joanesburgo que conta também com boas opções de vida noturna, como bares e restaurantes. É nessa área que estão alternativas interessantes de guest houses e hostels, que permitem ao viajante vivenciar um pouco mais o clima local. É também uma área mais econômica que as anteriores, permitindo que viajantes que tenham budget mais limitado não gastem todas as suas economias em acomodação na cidade sul-africana.

Maboneng

É uma opção pouco óbvia, mesmo porque não existem tantas alternativas de hospedagem por lá. No entanto é um bairro bastante cultural, artístico e fashion, com grafites pelas paredes e estabelecimentos totalmente reformulados para essa nova atmosfera (antes o bairro era abandonado e degradado, mas recebeu investimento e se reinventou). Hoje conta com diversas galerias de arte, boutiques, livrarias, cafés, além de lojas e restaurantes. Atrai um público mais descolado e hipster, justamente por apresentar essas características nas suas ruas.

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Joanesburgo

Hospedagem em Joanesburgo

menor valor maior valor
Pousada R$ 65,59 R$ 1.408,82
Albergue R$ 83,69 R$ 190,80
Apartamento R$ 87,23 R$ 2.885,85
Hotel R$ 170,53 R$ 850,01

Lugares baratos para ficar em Joanesburgo

Média de preços por dia