No meio do deserto nasceu Las Vegas. Repleta de cassinos e majestosos hotéis, a cidade é o perfeito oásis para quem está atrás de diversão. Perca-se nos labirintos de caça-níqueis, aproveite as atrações luxuosas e radicais. Não tenha medo de se esbaldar, afinal de contas todos sabemos que o que acontece em Vegas, fica em Vegas.

Leia Mais

Para quem é fã de recordes, não existe cidade mais apropriada. O hotel Stratosphere, por exemplo, além de possuir a torre de observação mais alta dos EUA, também abriga no topo brinquedos radicais de tirar o fôlego, como o SkyJump, reconhecido pelo Guinness Book como o maior salto de velocidade controlada. O local também abriga a X-Scream, uma espécie de gangorra que dá a sensação de como seria se lançar do alto do hotel. Outro recorde da cidade é a réplica da

Torre Eifel, que fica no hotel Paris e possui um restaurante com pratos deliciosos.

Incluir o espetáculo LOVE do Cirque Du Soleil no roteiro é uma boa opção. A montagem une as acrobacias impecáveis da companhia artística canadense com as músicas legendárias dos Beatles.

Falando em amor, oficializar a relação em Vegas é super especial. As capelas são puro charme. A ?Little White Chapel? é a mais conhecida da cidade por ter sido escolhida para o casamento de celebridades como Frank Sinatra, Demi Moore e Bruce Willis.

Vida noturna

Vida noturna e Las Vegas são praticamente sinônimos. Tanto é que a cidade conseguiu a façanha de estender o conceito de “vida noturna” para outras horas do dia, como demonstram as pool parties que acontecem enquanto o sol brilha no céu, ou os cassinos, em que a ausência de relógios e janelas faz com que os visitantes percam completamente a noção do tempo.

Só há uma regra na noite da cidade, que pode ser resumida por aquela famosa frase: “o que acontece em Vegas, fica em Vegas”. É assim mesmo, sob o efeito das muitas luzes de neon, que os viajantes descobrem todo o seu potencial noturno. Embora comecem durante a tarde, as festas não têm hora para terminar. O único impedimento pode ser a sua conta bancária: o preço de uma balada em Vegas costuma ser bem alto e há pouquíssimas atrações gratuitas.

Se o objetivo for economizar, a dica é rumar para Downtown e visitar lugares como a rua coberta Fremont Street. Em compensação, se a ideia for curtir sem limites, a dica é aproveitar o feriado do Labor Day (celebrado na primeira segunda-feira de setembro) ou o Memorial Day (comemorado na última segunda-feira de maio), quando alguns dos melhores DJs do mundo tocam na cidade. Nesse caso, prepare-se para chegar cedo e pagar (ainda mais) caro!

Não são apenas as baladas e cassinos que dominam a vida noturna de Las Vegas. Um dos destaques por lá são os muitos espetáculos apresentados todas as noites. Shows do Cirque du Soleil, musicais famosos da Broadway e espetáculos com coelhinhas da Playboy dividem a atenção dos visitantes, que precisam escolher quais destes visitar durante a estadia.

Se quiser muito ver algum show específico, pode ser interessante adquirir os ingressos com antecedência para garantir sua entrada, pois muitas podem se esgotar antes do dia do evento. Porém, se a ideia for apenas curtir os espetáculos da cidade e você tiver alguma flexibilidade quanto a isso, deixe para comprar sua entrada na chegada e, quem sabe, conseguir um bom desconto

Como chegar

A primeira notícia que pode assustar quem viaja para Las Vegas é o fato de não existirem voos diretos entre o Brasil e o destino. Mesmo assim, basta uma conexão - e uma viagem de pelo menos 15 horas no total - para chegar até lá. Os principais aeroportos para fazer essa conexão costumam ser os de Dallas, Houston, Atlanta e Miami, nos Estados Unidos; ou da Cidade do Panamá, no Panamá.

Se a conexão for feita em um aeroporto americano, é bom separar mais tempo, pois você precisará retirar as suas bagagens e despachá-las novamente ao chegar ao país, além de realizar o procedimento de imigração no aeroporto de chegada. Em compensação, quem voa pela Cidade do Panamá com a Copa não precisará se preocupar com isso e as bagagens poderão ser retiradas diretamente no destino final.

O Aeroporto Internacional McCarran em Las Vegas é o ponto de chegada dos voos com destino à cidade. Diferentemente do que ocorre na maioria das capitais, ele fica bem próximo da avenida principal: apenas 4km separam o aeroporto dos hotéis localizados na Strip. A proximidade é tanta que é possível visualizar alguns hotéis quando o avião está pousando e já ter uma prévia do que esperar. No desembarque, placas de sinalização indicam que caminho seguir de acordo com o meio de transporte escolhido para chegar até o hotel - os mais procurados costumam ser táxis, carros alugados ou transfers.

Outra opção para quem já está nos Estados Unidos e busca como chegar em Las Vegas é alugar um carro. De Los Angeles até a cidade, o percurso é de 420 km em meio ao deserto. De San Diego, a distância fica em 530 km. Para quem está viajando por outras regiões do país, pode ser aconselhável pesquisar voos internos nas muitas low costs que operam dentro dos Estados Unidos com ótimos preços. 

  • População 603.488 mil

  • Hora local 01:05

  • 1 Dólar americano R$ 3,14

  • Temperatura local 17.6º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Las Vegas

Atrações turísticas em Las Vegas

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Las Vegas

Hospedagem em Las Vegas

menor valor maior valor
Hotel R$ 90,72 R$ 3.090,86
Albergue R$ 131,39 R$ 203,35
Apartamento R$ 144,53 R$ 723,29

Alimentação em Las Vegas

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 34,51 $ 11.00 a R$ 56,47 $ 18.00
  • Almoço


    R$ 47,69 $ 15.20 a R$ 82,20 $ 26.20
  • Jantar


    R$ 69,02 $ 22.00 a R$ 109,81 $ 35.00