A histórica Colônia do Sacramento, no Uruguai, mostra a seus visitantes que é mesmo a cidade mais antiga do país, afinal Colônia parece ter parado no tempo, essa é a sensação que temos ao chegar lá, parece que você está entrando em uma espécie de túnel do tempo, com aquelas casas coloniais muito bem preservadas,...

Leia Mais

Atrações turísticas em Colônia do Sacramento

  • Bairro Histórico

    Bairro Histórico

    Local agradável e um dos principais pontos turísticos da cidade onde existem vários restaurantes, barzinhos, praça e muito mais.

    UYU0.00 R$ 0,00
  • Farol da Colônia de Sacramento

    Farol da Colônia de Sacramento

    Farol bem alto onde se pode ter uma bela vista lá de cima.

    Ingresso UYU25.00 R$ 2,80
  • La Calle de los Suspiros

    La Calle de los Suspiros

    Famosa rua da cidade onde ela tem todo um estilo próprio. Vale a pena conhecer e um ótimo local para fotos.

    De graça UYU0.00 R$ 0,00
  • Igreja Matriz

    Igreja Matriz

    Igreja histórica com imagens de 1800, porém sem maiores atrativos, vale a pena dar uma passadinha.

    De graça UYU0.00 R$ 0,00
  • Centro Cultural Bastion Del Carmen

    Centro Cultural Bastion Del Carmen

    Localizado no centro histórico as margens do Rio del Plata, lugar bem conversado que proporciona um encontro com a natureza.

    De graça UYU0.00 R$ 0,00

Guia Colônia do Sacramento

A histórica Colônia do Sacramento, no Uruguai, mostra a seus visitantes que é mesmo a cidade mais antiga do país, afinal Colônia parece ter parado no tempo, essa é a sensação que temos ao chegar lá, parece que você está entrando em uma espécie de túnel do tempo, com aquelas casas coloniais muito bem preservadas, as ruas de paralelepípedos, carros antigos pelas ruas e vielas escondidas, prontas para serem descobertas e fotografadas.

Declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco desde 1995, Colônia possui uma arquitetura colonial que é herança portuguesa e espanhola, e que é puro charme. Acrescente algumas árvores floridas dando cor e vida à paisagem e você terá uma ideia do que esperar de Colônia.

E nessa pequena cidade uruguaia, talvez a melhor programação para fazer seja se perder pelas históricas e lindinhas ruas do centro. O ideal, ao contrário do que a maioria das pessoas faz, é caminhar sem pressa pelas ruas, descobrindo becos, lojinhas, praças, bares e restaurantes ao longo do caminho. Caso você queira um mapa com a localização das ruas, na entrada da cidade há um escritório turístico que oferece mapas aos visitantes. E ali mesmo, na entrada da cidade, é um ótimo início de passeio por Colônia. Logo na entrada há uma espécie de porta datada de 1745, conhecida como Porta de Campo ou Puerta de la Ciudadela, é cercada por uma muralha que servia para proteger a cidade. Passe por uma ponte de madeira, depois dirija-se até a Calle de Los Suspiros, que é uma das ruas mais bonitas de Colônia. Essa rua tem um nome bem curioso, que envolve romantismo e lendas sobre ele. Uns dizem que a origem do nome é devido aos escravos que passavam por ela antes de serem executados e ali davam o último suspiro, e outros dizem que nessa rua encontravam-se algumas casas de prostituição, e os suspiram poderiam vir tanto das moças durante o trabalho, como também dos homens que suspiravam por elas.

Outra rua bem importante em Colônia é a Avenida General Flores. Diferente da Calle de Los Suspiros, é uma avenida grande e larga, mas também conserva os paralelepípedos, construções antigas e árvores, muitas árvores enormes que fazem sombra em praticamente toda a avenida. Nela também há todo tipo de comércio como restaurantes, bares, cafeterias e lojas.

Para quem gosta de conhecer mais sobre a história do lugar, é comum alguns guias abordarem os turistas nas praças, no terminal rodoviário ou no porto, oferecendo um city tour pela cidade caminhando, conhecido como Walking Tour. Os passeios têm em média uma hora de duração e os guias irão te conduzir aos pontos mais importantes do centro da cidade contando a história de Colônia.  

A Plaza Mayor também fica no coração de Colônia e é cercada por ruas de pedras. Aproveite para descansar em um de seus bancos e apenas admirar a paisagem e o movimento da cidade. Próximo dela, está o Convento de São Francisco, o Museu Municipal e o Museu Português. E falando em museus, há alguns outros, além desses dois já citados: o Museu Indígena, o Museu Naval, o Museu Espanhol e o Museu do Azulejo. O bom é que na compra de um ingresso para um deles, você tem direito a ir em todos. 

A Plaza de Toros não fica tão próxima do centro, então pode ser que um táxi seja uma boa opção para chegar até lá, mas é uma praça que está em ruínas e com risco de desabamento, então não é permitido visitar internamente. Construída em 1910, ela já foi palco de touradas que aconteciam em Colônia no início do século passado, mas isso só durou dois anos.

E para ver Colônia do alto e ter uma visão panorâmica da cidade, suba até o farol que é um dos maiores pontos turísticos da cidade, construído em 1857 e com 34 metros de altura, servia para ajudar as embarcações que passavam pelo Rio da Prata. Prepare-se para subir muitos degraus em uma daquelas escadas em forma de caracol. Não é muito confortável, mas chegando lá, vale a pena. Além de Colônia, você vê também o Rio da Prata e em dias limpos e ensolarados, dá para ver até Buenos Aires, lá do outro lado do rio. 

E por último, porém não menos importante, assista ao pôr do sol no Rio da Prata!