Não é muito difícil escolher onde se hospedar na cidade polonesa. Três são as regiões principais que acomodam os turistas, cada uma delas com os seus atrativos e comodidades. Aqui vale a regra que funciona para a maioria das cidades europeias: quanto mais perto do centro melhor. Isso porque o turista poderá fazer grande parte dos passeios a pé, além de ter uma grande infraestrutura ao seu redor. É claro que os preços nem sempre são os mais convidativos nessas regiões, mas o investimento costuma valer a pena. Um ponto importante é que a Cracóvia possui preços bem baratos em comparação a outras cidades europeias, tornando todas as áreas indicadas possíveis para todos os tipos de turistas.

Abaixo, o Quanto Custa Viajar lista as três melhores regiões para se hospedar na cidade. Em cada uma delas o viajante estará muito bem localizado!

Old Town

É o centro histórico da cidade. É aqui que ficam as principais atrações turísticas da Cracóvia, como a Praça do Mercado, a Basílica St. Mary e a torre da antiga prefeitura. Se essa for a sua escolha, você poderá fazer quase tudo a pé, economizando em transporte. Declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1978, o centro histórico da Cracóvia é lindo de se ver, pois ainda guarda todo o caráter medieval das construções de outrora. Vale lembrar que a região passou quase ilesa pelos bombardeios da Segunda Guerra Mundial e, por isso, conserva ainda nos dias de hoje a atmosfera dos velhos tempos. Como não poderia deixar de ser, é a área mais procurada pelos turistas e, por isso, possui os valores mais elevados. De qualquer forma, os preços de hospedagem na cidade não costumam ser considerados caros pelos turistas, mesmo que a região esteja um pouco acima da média. É a localização indicada para quem preza por bem-estar e comodidade.

Kazimierz

É o antigo bairro judeu da cidade. Ao contrário de Old Town, o Kazimierz foi totalmente devastado durante a Segunda Guerra Mundial e permaneceu abandonado mesmo depois que a batalha havia terminado. Com o passar dos anos, o local passou a ser ocupado por artistas e jovens, pois essa era a área mais barata para se morar na Cracóvia. Junto com esse processo vieram os restaurantes, bares, galerias de arte e cafés que hoje são vistos aos montes no antigo distrito judeu. Esse processo transformou a região em uma das mais interessantes da Cracóvia, despontando nos dias de hoje como o bairro mais cool da cidade. Para chegar ao centro histórico é necessário fazer uma caminhada de cerca de 20 minutos, mas nada que inviabilize a vida do turista. Muito pelo contrário! Se essa for a sua escolha, você ficará a uma distância razoável de Old Town e ainda contará com uma gama enorme de estabelecimentos perto de sua acomodação para aproveitar a vida noturna da cidade. É a localização indicada para quem preza por diversão e animação, especialmente após o horário comercial.

Centro expandido

Com preços mais interessantes, essa é uma região ainda bem localizada, mas que já fica fora do Planty, cinturão verde onde antigamente ficavam as muralhas de proteção da cidade. É uma região bastante procurada por mochileiros, pois conta com uma boa quantidade de hostels que disponibilizam quartos a preços módicos. Fica a uma distância de cerca de 15 minutos de caminhada de Old Town, mas também é uma região bem abastecida por trams, modalidade de transporte bastante comum na Europa. É a localização indicada para quem quer economizar e, para isso, opta por uma hospedagem mais modesta e distante dos principais pontos de interesse da Cracóvia.

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Cracóvia

Hospedagem em Cracóvia

menor valor maior valor
Albergue R$ 75,06 R$ 305,17
Apartamento R$ 98,11 R$ 1.461,66
Pousada R$ 115,55 R$ 641,95
Hotel R$ 122,88 R$ 683,78

Lugares baratos para ficar em Cracóvia

Média de preços por dia