• Café da manhã

    €9.12 €10.80 €12.96
    R$ 41,66 R$ 49,34 R$ 59,20
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Almoço

    €12.36 €16.56 €18.00
    R$ 56,46 R$ 75,65 R$ 82,23
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Jantar

    €14.64 €18.30 €20.64
    R$ 66,88 R$ 83,60 R$ 94,29
    Baixo custo Econômico Conforto

Guia Alimentação em Palermo

Adotando receitas e preparos muito comuns aos árabes, judeus e gregos, a capital da Sicília é extremamente rica quando o assunto em pauta é a sua gastronomia mais típica. Além de contar com influências diversas (pelo fato de ter sido uma cidade conquistada e batalhada por muitos povos), a culinária local historicamente se divide em três vertentes: de rua (um dos carros-chefes de Palermo), de aristocracia (preparada pelos ricos em seus castelos antigos) e de imitação (quando os pobres tentavam reproduzir as receitas dos nobres utilizando ingredientes mais baratos e palpáveis à sua realidade). É, inclusive, por conta dessa terceira modalidade que ingredientes de segunda linha, como cartilagens e miúdos de porco, podem ser encontrados em iguarias locais.

Mesclando ingredientes litorâneos, como peixes e frutos do mar, a preparos bem gordurosos e saborosos, como frituras, a culinária de Palermo – assim como de toda a Sicília – costuma ser muito apreciada pelos viajantes brasileiros. Quem não abre mão de comer os pratos mais típicos da região, não pode ir embora sem experimentar o Arancini. Esse é o petisco mais popular da cidade italiana e, mesmo que seja comercializado em outras regiões do país, é lá que tem o seu preparo mais característico. Chamada também de Bolinho de Risoto, a iguaria consiste em ser uma bola de arroz recheada com carne e molho de tomate para, então, ser frita e servida aos seus apreciadores. Apesar de essa ser a receita tradicional, hoje em dia é possível encontrar arancini com os mais diversos tipos de recheio, como cogumelos, queijos, etc.

Outro prato muito típico de Palermo é o Sfincione. Vendido aos montes em carrinhos característicos que percorrem a cidade, a iguaria consiste em ser um pão de massa alta coberto com molho de tomate e cebolas. Nada mais do que uma focaccia com esse tipo específico de cobertura. Também chamada de Pão Siciliano, essa iguaria pode ser encontrada em todos os cantos de Palermo, inclusive em feiras livres. Assim como a grande maioria dos preparos feitos na região, o sfincione preza por ingredientes frescos e de alta qualidade, para garantir o sabor final do prato clássico da cidade italiana.

Agora quando o assunto são as entradas, nada é mais característico na Sicília do que a Caponata. Podendo ser servida como antepasto ou acompanhamento, a caponata é tão tradicional na região que leva uma alcunha de peso: Caponata Alla Siciliana. Para quem não sabe, a iguaria consiste em berinjelas, alcaparras, aipos, azeitonas e pinhões refogados ao molho de tomate agridoce. É considerado um dos pratos mais clássicos da ilha mediterrânea, portanto não vá embora de Palermo sem experimentá-lo.

Os Cannoli também são figura garantida na gastronomia local. Imortalizados pelo filme “O Poderoso Chefão”, quando um mafioso solta a frase “Leave the gun, take the cannoli”, o doce consiste em ser uma massa em formato de cone recheada com ricota doce. Por mais que não pareça ser apetitosa pela descrição dos seus ingredientes, a iguaria é muito apreciada pelos moradores da Sicília, sendo um verdadeiro exemplar da clássica pasticceria italiana.

Outro doce muito comum na região é a Cassata, que tem forte influência árabe. A receita consiste em ser um bolo de pão-de-ló embebido em licor, com ricota, frutas cristalizadas e massapão. Há quem diga que foram os gregos que iniciaram os preparos da iguaria com uma torta de queijo, sendo os árabes que adicionaram açúcar à receita posteriormente. Inclusive, há uma lenda urbana que diz que um pasteleiro de Palermo queria fazer seus negócios deslancharem com o comércio de frutas cristalizadas. Vendo que as vendas não estavam acontecendo como imaginava, ele decide decorar cassatas com as frutas cristalizadas (para dar uma utilidade a elas, uma vez que já as tinha adquirido). Foi, então, que as cassatas ganharam esse famoso ingrediente, já que no início elas consistiam em uma massa de bolo bem mais modesta.