Todos os anos, Milão recebe cerca de dois milhões de turistas. Responsável pela maior área urbana de toda a Itália, com quase oito milhões de habitantes, a cidade pode ser maravilhosa, mas é preciso de um pouco de planejamento ao escolher onde ficar em Milão. Não há uma escolha errada, já que os diferentes bairros estão bem conectados por três linhas de metrô que cobrem as principais atrações turísticas e funcionam muito bem, mas sempre é possível escolher aquele lugar que irá tornar sua estadia ainda mais especial.

Algumas regiões são mais interessantes do que outras e chegam para somar aos seus planos de viagem. É o caso de Brera e Navigli, que agradam aos amantes da vida noturna. Ou então de Porta Venezia, que se tornou o melhor destino de compras da cidade graças aos muitos outlets localizados na Corso Buenos Aires. Em compensação, os baixos preços de se hospedar próximo à estação Milano Centrale (que, atenção ao detalhe, não fica no centro), podem não compensar o clima esquisito da região, principalmente para viajantes que gostam de andar a pé a qualquer hora do dia ou da noite.

Abaixo, nós detalhamos os prós e contras das cinco zonas preferidas pelos turistas que viajam a Milão.

Brera

Um bairro com clima descolado no coração da cidade. Fica perto da Catedral (Duomo), da galeria Vittorio Emanuele e do teatro alla Scala. Em compensação, paga-se caro por toda essa mordomia. Se de dia as atrações estão todas próximas e podem ser acessadas após uma curta caminhada, à noite não é preciso nem mesmo andar muito, já que a vida noturna de Brera é uma das mais gostosas de Milão. Na hora de escolher a hospedagem, o quatro estrelas Hotel Milano Scala é muito bem avaliado, enquanto o Hotel Milano Centrale fica (ainda) mais próximo do centro.

Navigli

Um pouco mais afastado, mas tão ou mais charmoso quanto o bairro de Brera, é o de Navigli. Além da vida noturna animada, a área ganha a simpatia de viajantes graças aos seus canais, semelhantes aos de Amsterdã, mas com um toque especial: os de Milão foram projetados por Leonardo da Vinci. Se esse não for um motivo suficiente para escolher a região, então talvez o fato de que os preços por lá costumam ser mais econômicos possa contar pontos extras no momento da escolha. O hotel Milano Navigli costuma agradar aos hóspedes, enquanto o Nhow Milan é uma alternativa mais sofisticada.

Próximo à Estação Milano Centrale

Essa é uma das pegadinhas na hora de procurar onde ficar em Milão. A Estação Milano Centrale não fica exatamente no centro. Embora seja próxima a ele, a região é bastante feia e lembra o entorno do Termini, em Roma. Mesmo assim, é uma boa pedida para quem vai passar poucos dias na cidade e pretende se hospedar em um hostel, já que há muitos localizados próximo dali. Outro ponto positivo é que os preços das acomodações costumam ser mais baixos, mesmo em hotéis de alta categoria. 

Porta Garibaldi

Uma das vantagens de ficar próximo à estação Porta Garibaldi é estar pertinho de tudo. Há muitos bares, lojas e restaurantes e, quando cansar, dá para ir caminhando até Brera. Além disso, você estará a apenas duas paradas de metrô da Estação Milano Centrale, o que facilita a chegada e saída da cidade. Até o Duomo é preciso fazer uma baldeação, mas são apenas cinco estações de distância - o que não deve demorar mais do que 15 minutos. Como o entorno possui diversas opções de hotéis, sempre haverá algum que caiba no seu bolso e se encaixe nos seus planos.

Porta Venezia

Localizada na zona 3 de Milão, essa região abriga o Museu de História Natural e o Planetário, além de alguns belos jardins. Bem localizada e servida pelo metrô, também não será difícil se locomover pela cidade a partir desta área. É onde ficam muitos dos outlets, localizados no Corso Buenos Aires. Ou seja, pode ser uma boa opção para quem viaja já pensando nas compras. No local, o Mercure Centro Milano é uma alternativa interessante, enquanto o Sheraton Diana Majestic oferece um serviço exemplar, bastante elogiado pelos viajantes.

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Milão

Hospedagem em Milão

menor valor maior valor
Pousada R$ 116,67 R$ 2.800,06
Albergue R$ 140,00 R$ 812,02
Hotel R$ 185,87 R$ 1.161,67
Apartamento R$ 185,87 R$ 3.485,00