• Café da manhã

    CLP1996.80 CLP2346.00 CLP3049.80
    R$ 13,60 R$ 15,97 R$ 20,77
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Almoço

    CLP2640.00 CLP3540.00 CLP4320.00
    R$ 17,98 R$ 24,10 R$ 29,42
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Jantar

    CLP3420.00 CLP4080.00 CLP5040.00
    R$ 23,29 R$ 27,78 R$ 34,32
    Baixo custo Econômico Conforto

Onde comer em Punta Arenas

Lugares que você deve experimentar em Punta Arenas

Powered by Fousquare

Guia Alimentação em Punta Arenas

Montanhas, neve, pinguins, horizontes infinitos, muita caminhada e uma paisagem quase intocada pelo homem. Quando o turista vai à Punta Arenas – com olhos na exuberante fauna e flora da Patagônia – esses são os pontos mais apreciados por ele durante a viagem. Porém, sem deixar nada a desejar, a culinária patagônica, baseada especialmente em pratos que levam frutos do mar e cordeiro – garante também um deleite para aqueles que visitam a região.

Comece o seu tour gastronômico experimentando um chouripán. Originalmente criado na Argentina, esse prato é muito típico na região de Magalhães e consiste em ser um hot dog feito com linguiça de chouriço. Para acompanhar a iguaria, o turista pode pedir um copo de leite com banana, completando a experiência bem a “la Magalhães”. É uma boa pedida para uma refeição rápida, especialmente para aqueles que não tem muito tempo para fazer um almoço mais estendido.

Agora se a ideia é comer uma iguaria mais requintada, com mais calma para realmente degustar e apreciar a comida, os pratos marítimos são uma ótima opção. A centolla, um caranguejo gigante bastante comum no Chile, também é super tradicional em Punta Arenas. O chupe de centolla consiste no cozimento do caranguejo com farinha de rosca, que acaba por gerar uma espécie de sopa espessa, encorpada e cremosa. Geralmente tem cobertura de queijo gratinado para realçar o sabor da carne. Outra forma popular de prato que leva a iguaria é o caranguejo desfiado acompanhado por um caldo feito a partir dele próprio e servido na casca do animal. As trutas e salmões também são bastante requisitados por lá, com abundância de exemplares frescos por conta da configuração marinha.

Quando o assunto é carne vermelha o cordeiro assado desponta como o prato mais conhecido da Patagônia, mais especificamente o Cordeiro al Palo. Esticado em uma armação de metal e assado lentamente como um churrasco, em uma fogueira aberta durante horas, o animal só fica pronto quando a sua carne praticamente descola do osso. O aroma defumado também garante mais sabor à iguaria. Vale dizer que o cordeiro criado na Patagônia é alimentado com capim e tem carne magra, portanto não vá embora de Punta Arenas sem experimentar esse prato tão tradicional por lá. As empanadas também são comuns na Patagônia e o cordeiro é um dos recheios mais recorrentes dos quitutes comercializados na região, permitindo uma experimentação diferente da carne em uma comida rápida.

Os guanacos, espécie semelhante a lhama andina, também são bastante populares em Punta Arenas. O filé de guanaco evidencia uma carne macia, suculenta e magra que é servida em muitos restaurantes da Patagônia. É uma opção para aqueles que querem comer algo bem típico da região e que só poderá ser encontrado por lá! Vale dizer que os guanacos são tão numerosos na área que a sua caça para consumo humano é permitida de forma controlada.

O calafate é uma fruta praticamente desconhecida para o mundo, mas muito clássico na Patagônia (ele, inclusive, dá nome à uma das cidades que integra a região, El Calafate, na Argentina). Muito utilizado em geleias, molhos, mousses, sorvetes e coquetéis, o calafate é uma daquelas coisas que você precisa experimentar quando estiver desbravando Punta Arenas. Ele é tão comum que existe inclusive uma bebida chamada Calafate Sour, que consiste em ser uma versão do Pisco Sour feito a partir da fruta. Preparado com pisco, açúcar de confeiteiro, suco de limão e calafate, o coquetel garante um sabor mais adocicado do que o original Pisco Sour chileno. Para quem não é adepto de bebidas alcoólicas, é possível ainda provar o suco de calafate que também garante a evidenciação do sabor da fruta.