Situado ao norte do Parque Nacional da Chapada Diamantina, o município de Lençóis garante ao turista uma visão privilegiada dessa parte do complexo de ecoturismo. Conhecida como Portal da Chapada, a cidade é a mais bem estruturada da região com diversos restaurantes, hotéis, pousadas, bares, lojinhas, agências de turismo e locadoras de carro....

Leia Mais

Tours e Passeios em Lençóis

Atrações turísticas em Lençóis

  • Parque Nacional da Chapada Diamantina

    Parque Nacional da Chapada Diamantina

    Média de custo/dia do guia R$200.00 R$ 200,00
  • Poço do Diabo

    Poço do Diabo

    Recomenda-se guia pois a trilha tem certo grau de dificuldade

    R$0.00 R$ 0,00
  • Cachoeira dos Mosquitos

    Cachoeira dos Mosquitos

    Uma cachoeira esplendorosa que compensa a longa caminhada para chegar ao local.

    Por pessoa R$20.00 R$ 20,00
  • Piscinas Naturais do Serrano

    Piscinas Naturais do Serrano

    R$0.00 R$ 0,00
  • Gruta da Fumaça

    Gruta da Fumaça

    R$30.00 R$ 30,00
  • Gruta Torrinha

    Gruta Torrinha

    Gruta espetacular mas que o passeio exige um certo preparo físico

    Roteiro completo por pessoa R$80.00 R$ 80,00
  • Gruta da Pratinha

    Gruta da Pratinha

    Perfeita para um mergulho de superfície com snorkel

    Entrada R$40.00 R$ 40,00
  • Cachoeira do Sossego

    Cachoeira do Sossego

    O visual compensa o acesso difícil. Recomenda-se guia

    Guia R$80.00 R$ 80,00

Guia Lençóis

Situado ao norte do Parque Nacional da Chapada Diamantina, o município de Lençóis garante ao turista uma visão privilegiada dessa parte do complexo de ecoturismo. Conhecida como Portal da Chapada, a cidade é a mais bem estruturada da região com diversos restaurantes, hotéis, pousadas, bares, lojinhas, agências de turismo e locadoras de carro. Por essa razão, é parada obrigatória para aqueles que pretendem conhecer a Chapada Diamantina. Isso sem falar que o seu centrinho é um charme à parte, com ruazinhas de pedra e estabelecimentos instalados em casarões do século 19. Para se familiarizar com a região, comece caminhando por lá. O passeio é mais indicado com o cair da noite, quando a vida noturna ganha contornos e as luzes acesas dão um toque especial ao local.

O maior cartão-postal da Chapada Diamantina também está no município. O Morro do Pai Inácio funciona como uma espécie de mirante para um vale onde podem ser vistos o Monte do Camelo, o Morrão e os Três Irmãos. Com 1.120 metros de altura, o local fica às margens da BR-242 e é acessado por uma trilha leve de 300 metros. São apenas 20 minutos de caminhada e o turista será brindado com uma vista de tirar o fôlego. Se possível, tente conhecer o lugar no final da tarde, quando o pôr do sol abrilhanta ainda mais a experiência.

Já para aqueles que querem se embrenhar de verdade na Chapada Diamantina, a dica é separar bastante tempo para fazer o Vale do Pati. Considerado um dos trekkings mais bonitos do Brasil, a lugar é acessado por uma trilha longa que pode durar até mesmo seis dias. A hospedagem é feita em casas de moradores que até hoje habitam o local, tudo muito simples e rústico. Apesar de ser um belo passeio, esse tour demanda contratação de guia, tempo e condicionamento físico.

Não deixe de visitar também a Cachoeira da Fumaça. Considerada a segunda maior queda de água do Brasil, a cascata tem 340 metros de altura e fica a uma distância de 70km de Lençóis. Para quem optar por esse passeio, a dica é reservar ao menos um pernoite no Vale do Capão. Além do caminho em estrada, o turista precisará encarar uma trilha de 6km para chegar ao seu topo, em uma caminhada de aproximadamente 2 horas de duração. Agora se você quer tomar um banho no poço e ver a cachoeira pelo ângulo inferior, a trilha é mais pesada: são três dias pelo percurso chamado “Fumaça por Baixo”. Se você não é tão aventureiro assim e quiser algo mais fácil, a dica é ir à Cachoeira do Mosquito, localizada na Fazenda Santo Antônio. São apenas 20 minutos de trilha e o viajante terá à sua disposição uma queda de água larga e considerável.

Já a Pratinha é outro ponto imperdível da região. Situado em Iraquara, o local é um trecho de rio com águas azuis extremamente transparentes. Por lá há também a Gruta da Pratinha, onde a transparência fica ainda mais incrível. É possível mergulhar no local com acompanhamento profissional, além de o turista contar com uma série de programações feita pela fazenda que abriga a atração turística. Além disso, é uma ótima alternativa para passar um período mais estendido, já que o complexo conta com restaurante para servir almoços aos seus clientes.

Perto da Pratinha fica também a Gruta Lapa Doce, a mais conhecida da região. É bem ampla e não exige muito esforço físico daqueles que desejam visitá-la. Já a Gruta Torrinha é famosa pelas suas estalactites, além de ser considerada uma exploração mais puxada (ou seja, que requer condicionamento físico do turista).