Gold Coast, além de ser uma das maiores cidades da Austrália, é um dos destinos turísticos mais desejados do país, não apenas entre os estrangeiros como pelos próprios australianos. Essa cidade australiana é sinônimo de muito sol, de quilômetros e quilômetros de praias, ondas perfeitas, lojas de todos os tipos, parques,...

Leia Mais
  • População 591.793 mil

  • Hora local 20:39

  • 1 Dólar australiano R$ 2,81

  • Temperatura local 24º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Gold Coast

Atrações turísticas em Gold Coast

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Gold Coast

Hospedagem em Gold Coast

menor valor maior valor
Albergue R$ 262,57 R$ 1.250,34
Hotel R$ 347,32 R$ 1.094,05
Pousada R$ 444,57 R$ 5.028,05
Apartamento R$ 750,21 R$ 1.690,19

Alimentação em Gold Coast

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 27,01 A$ 9.60 a R$ 48,27 A$ 17.16
  • Almoço


    R$ 33,76 A$ 12.00 a R$ 63,13 A$ 22.44
  • Jantar


    R$ 49,96 A$ 17.76 a R$ 81,02 A$ 28.80

Guia Gold Coast

Gold Coast, além de ser uma das maiores cidades da Austrália, é um dos destinos turísticos mais desejados do país, não apenas entre os estrangeiros como pelos próprios australianos. Essa cidade australiana é sinônimo de muito sol, de quilômetros e quilômetros de praias, ondas perfeitas, lojas de todos os tipos, parques, praias, boates e as mais variadas atrações.

Gold Coast oferece diversões para turistas de todas as idades. Há um pouco de tudo na costa dourada da Austrália, área que engloba 35 praias e 500 mil habitantes que se multiplicam por oito quando somados os turistas que visitam anualmente a região. Campos de golfe e resorts luxuosos são convidativos para os turistas que podem gastar mais. Parques de diversão garantem o entretenimento das crianças. E as praias, de todos os estilos, são o atrativo de surfistas e banhistas

As praias são uns dos principais atrativos da cidade e são muitas opções, uma para cada dia de viagem. Uma das mais famosas é a mundialmente conhecida Surfers Paradise, considerada o coração da cidade e onde o sucesso de Gold Coast, como umas principais cidades turísticas australianas, teve início.

A cidade também abriga os maiores parques de diversões da Austrália. Os parques têm atrações e temáticas diferentes. O Warner Bros. Movie World faz seus visitantes mergulharem no mundo dos filmes e da fantasia. O Sea World mostra um pouco do mundo dos animais aquáticos. Já o Dreamworld, o maior parque temático da Austrália, mistura a adrenalina dos brinquedos radicais com o contato com os animais. Para quem quer se refrescar e curtir um rápido toboágua, a dica é o Wet’n Wild.  Outra opção ligada aos animais é o Currubin Wildlife Sancturay, um parque com várias espécies australianas. O local é uma ótima opção para interagir com cangurus.

Gold Coast também não decepciona no quesito vida noturna. A cidade oferece uma enorme variedade de lugares para curtir a noite, seja o turista fã de um programa mais tranquilo, como um bom restaurante, ou agitado, como bares e boates.

Como chegar

Infelizmente não há voos diretos para a cidade dourada australiana. Nesse caso, o viajante deverá encarar ao menos duas conexões até o Aeroporto de Gold Coast (OOL), situado a 25km do centro da cidade, ou então ao menos uma conexão até o Aeroporto de Brisbane (BNE), localizado a 80km da região central do município. A dificuldade se dá pelo fato de serem distâncias longas, sem trajeto direto entre o Brasil e a Austrália. Em se tratando do Aeroporto de Gold Coast, menor e mais regional, a oferta é ainda mais reduzida. Portanto, para quem parte do Brasil, Brisbane é uma alternativa mais viável – pois além de geralmente ter uma parada a menos, há maior oferta de horários e voos (o que acaba por baratear o valor final da passagem).

Para fazer os trajetos dos hubs aéreos até os centros das respectivas cidades, o turista deverá tomar um ônibus de linha comum ou então um shuttle (van de rota compartilhada). Isso porque os táxis geralmente apresentam valores bem salgados, valendo a pena apenas para quem vai em grupos de duas a três pessoas.

Ao contrário do que acontece na maioria dos lugares, viajar de ônibus na Austrália não está diretamente ligado à economia de dinheiro. Apesar de as estradas serem bastante boas, com retas intermináveis, os valores dos tickets costumam ser elevados. Alie a isso tempo considerável para percorrer de um canto a outro do país, pois estamos falando de uma nação com dimensões continentais. Portanto, apesar de na teoria ser uma boa ideia, a prática acaba sendo pouco vantajosa para o viajante.

Em contrapartida, ir de carro pode ser uma boa – especialmente se você está na companhia de amigos e tem tempo de viagem flexível. Os aussies, inclusive, fazem bastante isso como forma de diversão. Isso porque os turistas podem ir parando pelo caminho e aproveitando o que o país tem de melhor a oferecer. O acesso acontece pela rodovia M1, em ótimas condições, mas vale lembrar que por lá o que funciona é a mão inglesa. Portanto, treine com o veículo em ruas mais tranquilas e urbanas antes de botar o pé na estrada!

Vida noturna

Popularizada nos anos 50 por ser um destino de finais de semana para os moradores de Brisbane, Gold Coast chama hoje a atenção não só dos seus vizinhos, mas de muita gente mundo afora. O local entrou de vez no mapa do turismo e é uma referência para quem pretende tomar sol (afinal são cerca de 300 dias ensolarados por ano) como também para quem quer se esbaldar na noite. O epicentro da vida noturna acontece em Surfers Paradise, que poderia muito bem se chamar Party Paradise. Isso porque a região não é tão boa assim para os amantes das boas ondas – afinal, o mar é aberto e a praia é comprida – mas em contrapartida há bares, restaurantes e casas noturnas para todos os gostos. E o melhor, eles estão todos a poucos metros de distância, permitindo que o viajante caminhe de um para o outro.

Mais um ponto positivo da Austrália – e de Surfers Paradise – é o fato de o turista não precisar pagar entrada na maioria dos estabelecimentos. Isso permite que o cliente transite por diversos bares durante a noite, ficando naquele que realmente for a sua cara ou que estiver mais animado. Mas se por um lado você poderá se divertir em vários lugares, controle a bebida. Isso porque os seguranças não deixam você entrar em uma casa noturna se eles perceberem que você está alcoolizado, então se não quiser correr o risco de ficar de fora, vale a pena maneirar. Não entra também quem estiver sem documento de identidade, especialmente se for estrangeiro (não valendo quase nada a sua fisionomia). Eles literalmente fazem o cara-crachá com todo mundo!

Ao contrário do Brasil, em Gold Coast as baladas abrem por volta das 20h e já estão a todo vapor às 22h. Elas funcionam em média até 4h da manhã, mas o clímax da noite acontece muito antes do horário previsto pelos brasileiros. Os restaurantes também fecham cedo. Os australianos saem para jantar por volta das 18h, fazendo com que muitas cozinhas já estejam fechadas às 20h30. Portanto, tenha isso em vista quando for pensar em sair à noite na cidade!