Localizado na província argentina de Santa Cruz, El Calafate fica a mais de 2,5 mil quilômetros da capital Buenos Aires. Em compensação, a cidade está bem próxima à fronteira com o Chile, o que faz com que a viagem até ela combine perfeitamente com um roteiro pelo país vizinho.

Ironicamente,...

Leia Mais

Atrações turísticas em El calafate

  • Tour glacial Perito Moreno

    Tour glacial Perito Moreno

    ARS1375.00 R$ 96,66
    Ir para o site
  • Glaciarium

    Glaciarium

    Adulto ARS480.00 R$ 33,74
    Menor de 12 anos ARS200.00 R$ 14,06
    Ir para o site
  • Reserva Natural Laguna Nimez

    Reserva Natural Laguna Nimez

    ARS200.00 R$ 14,06
  • Cueva de las manos

    Cueva de las manos

    ARS400.00 R$ 28,12
    Ir para o site
  • Caminhada pelo Glacial Perito Moreno

    Caminhada pelo Glacial Perito Moreno

    ARS16000.00 R$ 1.124,81
    Ir para o site
  • Parque Nacional Torres del Paine Dia Inteiro

    Parque Nacional Torres del Paine Dia Inteiro

    ARS15000.90 R$ 1.054,57
    Ir para o site

Guia El calafate

Localizado na província argentina de Santa Cruz, El Calafate fica a mais de 2,5 mil quilômetros da capital Buenos Aires. Em compensação, a cidade está bem próxima à fronteira com o Chile, o que faz com que a viagem até ela combine perfeitamente com um roteiro pelo país vizinho.

Ironicamente, o principal atrativo da região fica bastante afastado. O destino é conhecido por ser o município mais próximo do Parque Nacional Los Glaciares, situado a cerca de 80 quilômetros do centro. Graças a isso, serve como base aos viajantes que pretendem conhecer o parque e, principalmente, visitar o Glaciar Perito Moreno, sua geleira mais famosa, considerada a maior em extensão horizontal do mundo. Esse é sem dúvida o passeio mais interessante na cidade e merece ser o primeiro a entrar na sua lista de coisas a fazer em El Calafate.

Fundado em 1937, o Parque Nacional Los Glaciares foi declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1981. Com uma extensão de 725 mil hectares, ele não abriga apenas o Perito Moreno, mas também outros glaciares imponentes, como o Upsala, O'nelli e Spegazzinni.

Por essa proximidade, o potencial turístico do destino vem sendo desenvolvido nos últimos anos e novas atividades estão sendo oferecidas aos viajantes que passam pela região. Para ver os glaciares, podem ser contratados passeios antes de sair do Brasil ou na chegada à cidade. Também é possível passear pelo parque por conta própria, seguindo uma das cinco trilhas sobre passarelas de metal - quatro das quais levam a locais com vista para o Perito Moreno. Com sorte, você pode até mesmo presenciar o espetáculo de ver um pedaço da geleira se desprendendo.

Em compensação, se não quiser apenas ver, mas também sentir o enorme glaciar, os trekkings sobre o Perito Moreno podem (e devem) ser reservados com antecedência. Eles costumam ser bastante disputados e as vagas são limitadas. Para encarar o passeio, que não funciona no inverno, é essencial apresentar um bom condicionamento físico - afinal, você estará caminhando em meio ao gelo.

Um complemento interessante à visita são os tours em barco pelo parque, os chamados Safáris Náuticos. É a sua oportunidade de chegar pertinho da geleira. A navegação no Lago Argentino costuma ter duração de cerca de uma hora e as chances de ver um pedaço de gelo se desprendendo são grandes. Além disso, você também pode aproveitar para observar a enorme estrutura de outro ângulo. Há ainda passeios de catamarã para ver os glaciares Upsala e Spegazzini. Nesse caso, a navegação é mais longa e pode durar cinco horas - paisagens incríveis estão incluídas em todos os momentos do roteiro, é claro.

Para aprender mais sobre a formação das geleiras, a dica é conhecer o Glaciarium, um museu interativo que explica a sua importância e história. O museu conta até mesmo com um bar de gelo no subsolo, o Glaciobar, onde você pode tomar alguns drinks abaixo de zero para terminar bem a visita.

Saiba que também há muito o que fazer fora do Parque Nacional Los Glaciares. Para sair do óbvio, uma boa dica é fazer uma excursão off-road em 4x4 no El Calafate Mountain Park. O passeio inclui uma parada no mirante do Balcón de Calafate, que conta com uma vista panorâmica de deixar qualquer um de boca aberta. Tudo isso em meio ao cenário do Cerro Torre e do Cerro Fitz Roy e em frente ao Lago Argentino. Ao chegar lá, você vai perceber que algumas das melhores fotos da viagem podem não ser as das geleiras. O local é de difícil acesso, mas promete ser inesquecível.

Outro lugar incrível e que pode ser visitado a pé saindo do centro é a Reserva Laguna Nimez, situada às margens do Lago Argentino. A caminhada é gostosa e as paisagens são lindas demais. Habitat de dezenas de espécies de aves, que vão de cisnes a flamingos, a reserva é sempre um ótimo programa. Se sobrar tempo, é possível conhecer também a casa da ex-presidente argentina Cristina Kirchner, localizada perto da região central.

Muitos turistas aproveitam a viagem a El Calafate para fazer um bate e volta até El Chaltén. Várias agências oferecem passeios para a cidade, que já foi eleita um dos melhores destinos do mundo pelo Lonely Planet - o município se tornou popular pela prática de trekking. Como bônus, você vai encontrar uma paisagem com lagos, montanhas, glaciares e muitas belezas naturais.

Outro bate e volta saindo de El Calafate é a visita ao Parque Nacional de Torres del Paine, no Chile. Embora cansativo e com muitas horas dentro do ônibus, é interessante para aqueles viajantes que querem conhecer o máximo da região no mínimo de tempo possível. Na chegada, escolha entre fazer um trekking ou conhecer os principais pontos a bordo de um ônibus turístico. Lembre-se de que a viagem é recomendada apenas para quem não se importa com passeios mais longos, pois pode se tornar bastante cansativa.

Por último, é bom saber que muitos passeios e atrações em El Calafate não funcionam durante os meses de inverno e, portanto, é importante evitar a temporada fria para visitar o destino. Pronto para fazer as malas?