Pensando em alugar um carro em Lisboa? Então tem algumas coisas que você precisa saber antes de fazer a reserva!

Pesquise e reserve seu carro em Lisboa:

Categoria Mini

valor médio de uma diária

Categoria Economy

valor médio de uma diária

Categoria Midsize

valor médio de uma diária

Categoria Standard

valor médio de uma diária

Categoria Premium

valor médio de uma diária

Categoria Full Size

valor médio de uma diária

Categoria Luxury

valor médio de uma diária

Categoria Compact

valor médio de uma diária

Categoria Convertible

valor médio de uma diária

Categoria Van

valor médio de uma diária

Categoria SUV

valor médio de uma diária

Categoria Minivan

valor médio de uma diária

Guia aluguel de carros em Lisboa

Pensando em alugar um carro em Lisboa? Então tem algumas coisas que você precisa saber antes de fazer a reserva!

Em primeiro lugar, é bom ter em conta que algumas ruas de Lisboa são fechadas para o trânsito de veículos - isso ocorre principalmente no bairro de Alfama, onde as vias são estreitas e muitas recebem apenas tráfego local. Portanto, não é uma boa ideia reservar um carro se estiver hospedado nessa parte da cidade.

Entretanto, dispor de um automóvel irá facilitar o trajeto até outros destinos próximos que fazem parte do itinerário de muitos viajantes, como Sintra, Óbidos ou Cascais. Esta também é uma boa ideia para quem pretende explorar mais de Portugal e conhecer vilarejos que dificilmente seriam acessíveis de outra forma.

Para alugar um carro no país não é necessário apresentar a Permissão Internacional de Dirigir (PID), apenas a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Ao retirar o veículo, o motorista principal deverá ter em mãos um cartão de crédito internacional em seu nome, que irá servir para o pagamento do aluguel e para o bloqueio de um caução.

Uma dica que poupa incômodos na estrada é solicitar um automóvel equipado com o sistema Via Verde (o equivalente ao “Sem Parar” aqui do Brasil). Ele tem um custo extra, bastante baixo, e permite que o motorista passe pelos pedágios sem a necessidade de parar para realizar o pagamento.

Lembre-se de devolver o veículo com o tanque cheio, pois as locadoras costumam cobrar um valor extra quando o tanque é devolvido vazio.  Você verá que, ironicamente, um dos desafios de dirigir em Portugal é mesmo  encher o tanque.

No país, é o próprio motorista quem aciona a bomba de gasolina. É mais fácil do que parece: basta inserir a mangueira no compartimento do combustível e verificar se ela está travada. Depois, é só começar a abastecer. O pagamento é feito em uma loja de conveniência localizada no próprio posto, onde poderão auxiliá-lo em caso de dúvidas ou dificuldades.