Circular por Quioto é simples e muitas vezes requerem passeios de ônibus, que levam até as atrações mais distantes do noroeste. Os trens urbanos e o metrô são bem sinalizados e percorrem direções diferentes, facilitando a locomoção.

Uma das principais atrações de Quioto é o Castelo Nijo,...

Leia Mais

Atrações turísticas em Quioto

  • Templo Kiyomizu-dera

    Templo Kiyomizu-dera

    6h às 18h ¥400.00 R$ 20,00
    Horários especiais à noite ¥400.00 R$ 20,00
    Ir para o site
  • Templo Kinkaku-ji (Pavilhão dourado)

    Templo Kinkaku-ji (Pavilhão dourado)

    ¥400.00 R$ 20,00
    Ir para o site
  • Templo Ginkaku-ji (Pavilhão de Prata)

    Templo Ginkaku-ji (Pavilhão de Prata)

    ¥500.00 R$ 25,00
    Ir para o site
  • Templo Fushimi Inari

    Templo Fushimi Inari

    Acesso gratuito

    ¥0.00 R$ 0,00
    Ir para o site
  • Templo Eikan-do

    Templo Eikan-do

    Adultos ¥600.00 R$ 30,00
    Crianças 6-18 ¥400.00 R$ 20,00
    Ir para o site
  • Templo Sanjusangendo

    Templo Sanjusangendo

    Adultos ¥600.00 R$ 30,00
    Crianças ¥300.00 R$ 15,00
    Ir para o site
  • Monkey Park Iwatayama (Arashiyama)

    Monkey Park Iwatayama (Arashiyama)

    Adultos ¥550.00 R$ 27,50
    Crianças 4-15 ¥250.00 R$ 12,50
    Ir para o site
  • Templo Toji

    Templo Toji

    ¥500.00 R$ 25,00
    Ir para o site
  • Templo Yasaka

    Templo Yasaka

    Acesso gratuito

    ¥0.00 R$ 0,00
    Ir para o site
  • Castelo de Nijo

    Castelo de Nijo

    ¥600.00 R$ 30,00
    Ir para o site

Guia Quioto

Circular por Quioto é simples e muitas vezes requerem passeios de ônibus, que levam até as atrações mais distantes do noroeste. Os trens urbanos e o metrô são bem sinalizados e percorrem direções diferentes, facilitando a locomoção.

Uma das principais atrações de Quioto é o Castelo Nijo, um enorme complexo cercado por fosso e com muros defensivos, incluindo dois palácios luxuosos e um belo jardim. Na mesma área podem ser visitados o Palácio Imperial Ninomaru, considerado Patrimônio Mundial da Humanidade, as ruínas do Palácio Honmaru e os templos budistas Higashi Honganji.

Aliás, há cerca de mil templos religiosos e santuários espalhados por toda a cidade, como o Kinkakujichamado, que tem um pavilhão dourado revestido de ouro, os templos Ryoanji, o Ginkaku- ji e o Koryuji, o mais antigo da cidade com uma estátua de madeira do século 7. São muitos, mas vale a pena visitar ainda o Sanjusangendo, o Tenryuji, o Kiyomizudera e o Fushimi-Inari, o mais famoso santuário xintoísta no Japão.

Aproveite para passar pelo Caminho do Filósofo, uma trilha cercada por cerejeiras, que ficam floridas durante o mês de abril. O canal se inicia no Templo do Pavilhão Prateado, passa pelo Templo Eikando e por outros vários santuários, terminando no Templo Nanzenji. 

Para se aprofundar na cultura japonesa, visite o bairro de Gion, onde há edifícios antigos, casas de chá e a tradição gueixa. Reserve um tempo para conhecer os teatros, como o teatro kabuki Minami-za, o mais antigo do país; o Esquina Gion, palco de várias artes e costumes tradicionais como a dança kyo-mai e maigaku; e o Mibu Kyogen, onde há apresentações de fantoches do bunraku e cerimônias de chá.

As tradições se espalham pelo distrito de Nishijin, especialista na área têxtil, como se vê nas lojas da Rua Shotengai Sanjo-Kai. Outro costume japonês é visto nos Sent?, casas de banho públicas, onde há séculos as pessoas se reúnem para se banharem coletivamente, relaxar e socializar ao mesmo tempo.

No distrito de Higashiyama, visite as ladeiras Ninenzaka e Sannenzaka, ideal para comprar objetos típicos e se esbaldar na comida de rua. Aproveite para ir ao Museu Nacional de Kyoto, que merece uma visita por seus esforços para manter a história e arte japonesa viva, desde 1897. O local fica próximo do Templo de Sanj?sangen-d? e ao Santuário Toyokuni.

No distrito de Nakagyo, próximo ao Rio Kamogawa e aos shoppings centers Teramachi e Shin-Kyogoku está o Mercado de Nishiki, conhecido como a Cozinha de Kyoto. Funcionando desde o século 17, reúne centenas barracas, lojas e restaurantes, focados na gastronomia local. Por lá, aproveite a boemia da ruela Pontocho, rodeada de bares.

Se estiver pela região central, visite a Torre de Kyoto, prédio mais alto da cidade de onde se avista os arredores a 131 metros de altura. Construída em 1964, a torre foi feita para resistir a tufões e terremotos. No prédio abaixo dela se encontram lojas e um spa.

No Nordeste da cidade, perto do Zoológico Municipal e do Santuário Heian, está o Museu de Arte Moderna Nacional, reunindo itens mais inovadores e criativos da atualidade. Um passeio diferente é o Museu Internacional de Mangá, dedicado especialmente a este gênero literário japonês tão popular mundialmente. Dá até para aprender como se faz estes desenhos.

A apenas 30 minutos de Quioto está Arashiyama, onde dá para curtir algumas atrações ao longo do dia, como um passeio pela famosa floresta de bambus e uma ida ao Parque do Macaco, santuário onde dá para curtir os animais de perto.