• Café da manhã

    kn34.23 kn44.40 kn55.63
    R$ 21,37 R$ 27,72 R$ 34,73
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Almoço

    kn45.60 kn56.13 kn84.00
    R$ 28,47 R$ 35,05 R$ 52,45
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Jantar

    kn50.40 kn62.40 kn88.80
    R$ 31,47 R$ 38,96 R$ 55,44
    Baixo custo Econômico Conforto

Guia Alimentação em Dubrovnik

Com influência direta dos oceanos, as mesas da cidade croata não podem ignorar os peixes frescos e frutos do mar. Assim como acontece na Grécia, Itália, Espanha e Turquia, a Croácia faz da comida mediterrânea o seu carro-chefe, misturando o que há de melhor nas gastronomias desses países tão tradicionais. Quando estiver por lá, não deixe de reparar na qualidade do Azeite croata, considerado um dos melhores do mundo e presente em grande parte das iguarias locais.

Se quiser escolher um prato clássico da região da Dalmácia, onde o município de Dubrovnik está localizado, opte pelo Risoto Negro. É quase certo que você irá encontrar a iguaria em boa parte dos menus da região. Feita com tinta de lula (que dá o tom negro ao risoto), a comida ainda leva mariscos, mexilhões e amêijoas. Uma verdadeira delícia!

Para continuar mergulhando nas preciosidades do Mar Adriático, a boa pedida é a Tábua de Frutos do mar. Ao eleger esse prato, o viajante terá certeza que os ingredientes serão sempre frescos, além de terem procedência de um dos mares mais limpos do mundo. As estrelas dessa iguaria são o peixe grelhado e os mariscos, que juntos garantem uma explosão de sabores na boca do turista.

Os Mexilhões Cozidos também são um prato muito apreciado na região. Apesar do nome, a iguaria pode contar ainda com outros ingredientes de peso, como camarões, lagostins e amêijoas, que são cozidos em vinho branco, alho, salsa, farinha de rosca e extrato de tomate. Apesar de ser bastante simples, o resultado final não decepciona e os Mexilhões Cozidos têm espaço garantido nos cardápios locais.

As Ostras também devem ser degustadas sem moderação! Apesar de serem famosas em todas as partes da cidade, uma região em particular ganha atenção no assunto: a Baía de Mali. Isso porque as ostras de lá têm sido cultivadas desde os tempos mais remotos, garantindo para muitos críticos o status de “as ostras mais deliciosas do mundo”. Inclusive, há uma lenda que diz que o consumo das ostras de Mali começou em homenagem à Afrodite, a deusa grega da beleza.

Apesar de ser chamado de Dirty Macaroni, não há nada de sujo nesse tradicional exemplo da culinária croata. Com semelhança indiscutível com o Macarrão à Bolonhesa e o Ragu de Carne, ambos de origem italiana, a pasta croata também conta com um molho de carne extremamente saboroso. É daí, inclusive, que veio a conotação de sujo, já que a salsa bovina nem sempre fica bonita na apresentação do prato e pode apresentar aparência emporcalhada.

Agora se a ideia é provar um prato que só existe em Dubrovnik (e em mais nenhum outro lugar do mundo), a boa pedida é o Guisado Verde. Com inscrições que relacionam a sua existência desde o ano de 1480, o prato possui diversas releituras, mas é a versão de Dubrovnik a mais famosa de todas. A iguaria ainda leva batatas e repolho para completar o sabor.

O Ston Cake também deve estar na sua lista de iguarias a serem provadas. Muito comum nas regiões de Ston e Dubrovnik, essa sobremesa de aparência inusitada é quase um atrativo turístico. No passado, o doce era feito para ocasiões festivas, como Natal, Páscoa e casamentos, sendo que cada família tinha a sua receita própria. O Ston Cake consiste basicamente em massa fina (sem açúcar), comprimida com nozes, amêndoas, casca de limão e às vezes chocolate.

Já a Rozata é a sobremesa mais popular da cidade croata. Ela consiste em ser um pudim de creme com calda de caramelo que tem semelhança a um flan. É bastante simples e nada sofisticada, mas mesmo assim desponta como mania regional!