Não existe certo ou errado quando o assunto é carro na cidade paranaense. Alugar ou não um veículo no município acaba sendo uma decisão do viajante, que deverá levar em consideração as suas expectativas e o perfil da viagem. Para quem ficará poucos dias na urbe e não tem tempo a perder, provavelmente essa não seja uma boa ideia. Isso porque há diversas agências de turismo que organizam passeios para a grande maioria dos pontos turísticos da cidade, levando os viajantes nos horários mais propícios e fazendo com que o tempo perdido seja bem menor do que se você precisar descobrir tudo por conta própria.

Pesquise e reserve seu carro em Foz do Iguaçu:

Categoria Economy

valor médio de uma diária

Categoria Compact

valor médio de uma diária

Categoria Standard

valor médio de uma diária

Categoria Luxury

valor médio de uma diária

Categoria Minivan

valor médio de uma diária

Categoria SUV

valor médio de uma diária

Categoria Midsize

valor médio de uma diária

Categoria Pickup

valor médio de uma diária

Categoria Premium

valor médio de uma diária

Categoria Special

valor médio de uma diária

Guia aluguel de carros em Foz do Iguaçu

Não existe certo ou errado quando o assunto é carro na cidade paranaense. Alugar ou não um veículo no município acaba sendo uma decisão do viajante, que deverá levar em consideração as suas expectativas e o perfil da viagem. Para quem ficará poucos dias na urbe e não tem tempo a perder, provavelmente essa não seja uma boa ideia. Isso porque há diversas agências de turismo que organizam passeios para a grande maioria dos pontos turísticos da cidade, levando os viajantes nos horários mais propícios e fazendo com que o tempo perdido seja bem menor do que se você precisar descobrir tudo por conta própria.

Porém, se você pretende ficar mais dias na região, ter um carro pode vir a calhar. Dessa forma, o turista poderá fazer os passeios em seu próprio ritmo, além de incluir no itinerário locais que nem sempre são comuns nos roteiros mais tradicionais das agências de viagens. Se essa for a sua escolha, saiba que as principais ruas e avenidas de Foz do Iguaçu são bem sinalizadas, mas ainda é indicado o uso de GPS (os aplicativos de celulares já cumprem bem essa necessidade). O trânsito também é tranquilo, então as chances de você se estressar em engarrafamentos são quase nulas – a única exceção é se você quiser atravessar a fronteira do Brasil com a Argentina e o Paraguai, pois nesses casos filas de carros se formam por conta das aduanas.

Inclusive, outro ponto importante é para quem justamente quer dar uma passadinha nos países vizinhos. Preste bastante atenção às políticas de reservas de carros, pois não são todas as locadoras que permitem livre acesso fora do Brasil. Na realidade, a maioria delas não permite que você rode com o carro alugado no Paraguai. Já na Argentina a flexibilidade costuma ser um pouco maior, com limite de distância geralmente fixado em 50km além da fronteira.

Ainda para quem quer conhecer a Argentina e o Paraguai, é preciso providenciar o Seguro Carta Verde. Esse documento tem como objetivo proteger terceiros em eventuais acidentes de trânsito ocorridos durante a viagem, sendo o seu uso obrigatório em países do Mercosul. Vale lembrar que a aduana não pede que você comprove o seguro, mas se autoridades do país vizinho te abordarem e você não apresentar o documento, uma bela multa poderá ser aplicada! Algumas locadoras oferecem o Seguro Carta Verde quando você reserva o carro, mas os valores costumam ser mais salgados. Para baratear a emissão do documento, o turista pode tirá-lo em escritórios indicados pelas próprias locadoras, sendo a emissão feita na hora. Há modalidades para 3 ou 7 dias, além de períodos maiores. O valor irá depender da abrangência escolhida pelo viajante.

Feito isso, o turista estará apto a ingressar nos países vizinhos. Nesse caso, sempre leve em consideração que você deverá perder um bom tempo nas filas das aduanas (tanto na ida quanto na volta). Planeje direitinho para que o tiro não saia pela culatra e o seu passeio não fique prejudicado!