Guia Bonito

Se você é do tipo de pessoa que decide tudo de última hora, você pode encontrar problemas sérios em Bonito. Isso porque ao contrário da maioria dos destinos de ecoturismo no Brasil, as atrações da cidade só podem ser acessadas por meio de vouchers que são comprados junto às agências de turismo presentes no centro. Portanto, chegar na porta do lugar e comprar o seu ingresso na hora é algo que raramente acontece por lá. Isso porque muitos pontos turísticos têm limite de ocupação e o sistema turístico funciona muito bem entre as atrações e as agências. Tendo isso em vista, reserve os vouchers dos pontos de interesse que você não pode perder com antecedência, especialmente na alta temporada.

Para aqueles que querem fazer Flutuações, a gama de possibilidades é grande na cidade. Isso porque esse é um dos carros-chefe de Bonito. Esses são passeios imperdíveis e não podem ficar de fora do seu roteiro, portanto já se prepare para vestir sua roupa de neoprene e coloque o snorkel na cabeça. Alguns dos lugares mais tradicionais de flutuações em águas cristalinas de Bonito são o Aquário Natural, o Rio da Prata, o Rio Sucuri e a Nascente Azul.

As Grutas também são passeios muito requisitados pelos turistas que viajam para a cidade do Mato Grosso do Sul. A mais famosa delas, sem sombra de dúvidas, é a Gruta do Lago Azul, onde os raios de luz que entram por lá fazem resplandecer águas clarinhas e azuladas. O passeio é apenas contemplativo, já que não é possível entrar nas águas do local, mas nem por isso deixa a desejar. A Gruta de São Miguel também é imperdível, cheia de estalactites e formações rochosas que fazem o turista ser praticamente transportado para os livros da escola.

Como não poderia deixar de ser, as Cachoeiras também devem estar no seu roteiro. Algumas das mais famosas estão no Parque das Cachoeiras, na Estância Mimosa e na Fazenda Ceita Corê. As Cachoeiras do Rio do Peixe e a Boca da Onça, sendo essa última a mais alta do estado, também são pontos que merecem a sua atenção.

Agora para aqueles que estão em busca de Esportes Radicais, a dica principal é ir ao Abismo Anhumas (para fazer rapel), à Lagoa Misteriosa (para o mergulho de cilindro) e ao Rio Formoso (para a prática do bóia-cross e do rafting).

E, para fechar com chave de ouro, invista tempo considerável para apreciar a fauna local. Passeios para o Buraco das Araras, para a Fazenda San Francisco e para o Projeto Jiboia são essenciais para quem quer ficar por dentro dos animais do Pantanal.