“Não é Jeri, nem Maragogi, é Aguaí”. Assim é o slogan da nova atração no interior de São Paulo: a Lagoa Santa Luzia, também chamada de Lagoa Azul. Com águas turquesas, a formação artificial da antiga pedreira ganhou infraestrutura suficiente para receber visitantes e se transformar em pano de fundo para ensaios fotográficos.

Poderia ser uma formação geológica da Patagônia ou algo do tipo, mas o curioso lugar está mais próximo do que se imagina a primeira vista.

Lagoa Santa Luzia

O município de Aguaí fica a aproximadamente 200 quilômetros de distância da capital paulista e integra a Região Turística Entre Rios, Serras e Cafés, composta por 12 cidades entre São Paulo e Minas Gerais, que vêm desenvolvendo o turismo nos últimos anos.

A religiosidade é um ponto importante para os fiéis aguaienses, tanto que acaba sendo o principal meio turístico da região. E na Lagoa Santa Luzia não é diferente, visto que os proprietários da área onde está localizada são devotos da divindade católica, considerada protetora dos olhos, e assim nomearam o lugar. 

Uma pequena capela, mais um símbolo da fé, serve de cenário para fotos, além de acolher pequenos casamentos, doações e preces dos visitantes.

Foto: Ricardo Barros/@vouddrone

A paisagem surreal foi criada pelo homem, mas é resultado de um processo natural da enorme jazida desativada, de onde eram extraídas areia e argila. A existência de minérios faz com que o pH da água resulte na coloração curiosa.

Encontre aqui hospedagens na região

Apesar de não haver resíduos químicos ou tóxicos, o banho não é permitido no local, pois espaços do tipo são considerados perigosos devido a consistência do solo. A possível ingestão da água também seria prejudicial ao banhista.

Foto: Ricardo Barros/@vouddrone

Deixando o ambiente ainda mais “instagramável”, a lagoa Santa Luzia conta com uma canoa em uma de suas margens e um balanço de frente para as palmeiras. Quem visitar pode levar amigos peludos, visto que o atrativo turístico é petfriendly, assim a foto de família fica completa!

O espaço possui sanitários e uma lanchonete para atender o público. Outra opção de lazer é fazer um piquenique ao redor da lagoa. 

https://youtu.be/yvYzzh02aJw

Quanto custa visitar a Lagoa Santa Luzia

Por estar numa propriedade particular, a entrada na Lagoa Santa Luzia é cobrada e funciona apenas mediante agendamento prévio pelo site oficial. O valor é de R$ 5 por pessoa. Para ensaios fotográficos é cobrada uma diária de R$ 200, sem incluir o serviço. É permitido entrar na água apenas para posar durante as sessões. 

Foto: Ricardo Barros/@vouddrone
Foto: Ricardo Barros/@vouddrone

Outros passeios em Aguaí

  • Parque Municipal: o principal ponto de encontro e lazer do município reúne uma área verde com dois grandes lagos, pista de caminhada, quiosques, quadras esportivas, playground, ginásio poliesportivo e pista de skate. É também o local onde fica um dos símbolos da cidade, o Cristo Redentor.
  • Estação Ferroviária: ponto de partida para Poços de Caldas, a estação foi inaugurada em 1887 e até hoje está de pé como patrimônio histórico tombado. É parte da memória da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro.
  • Igreja Matriz Senhor Bom Jesus: o principal templo cristão da cidade foi reconstruído em 1919 e passou por uma grande reforma recentemente. É palco para a festa Senhor Bom Jesus, que acontece anualmente no mês de agosto, atraindo moradores e turistas. 
  • Rota das Capelas: o percurso temático de 93 quilômetros vai de Aguaí até Santa Rita de Caldas (MG), passando por outras três cidades e zonas rurais, onde se visita 30 capelas históricas. Pode ser feito a pé, a cavalo ou de bicicleta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *