Muito se fala sobre as belas vinícolas da Itália, naqueles campos maravilhosos, da França, da Austrália e até da Califórnia. De fato, todos produzem vinhos excelentes, mas onde fica as vinícolas do Brasil nessa história? Por aqui, também é possível desfrutar de ótimas bebidas e curtir passeios em vinícolas que não perdem para os gringos.

Vinícolas no Brasil

Uma das regiões mais fartas em enoturismo é certamente o sul do país. A Serra Gaúcha tem mais de 200 vinícolas e vinhedos em seu território, de onde saem os mais diferentes tipos de rótulos. Há chances de curtir as degustações gratuitas durante o ano todo em cidades como Garibaldi, conhecida como a capital do espumante, Caxias do Sul e Gramado.

No período de janeiro a março é possível acompanhar a Vindima, processo de produção do vinho, desde a colheita até os procedimentos internos. As visitas guiadas por enólogos são bastante produtivas, com degustações de vinhos e espumantes, vendas à varejo e algumas contam até com jantares temáticos.

Baseado no anuário dos melhores vinhos brasileiros premiados em 2015, muitos prêmios foram para o Sul. Em Bento Gonçalves, as opções são inúmeras, especialmente no Vale dos Vinhedos. São mais de 30 vinícolas diferentes, como a Aurora, a maior do país e tem 500 títulos internacionais. Na mesma cidade, há ainda outras vinícolas premiadas e famosas, como a Salton, Chandon, Casa Valduga, Miolo e Cave de Pedra.

Vinicola Aurora

Viapiana2

Viapiana3

Sinuelo

Vale dos Vinhedos

valedosvinhedos

Vale dos vinhedos2

Valedosvinhedos3

Vale

A cidade abriga ainda o Memorial do Vinho e a Casa do Filó no Hotel Villa Michelon, onde há um acervo de peças utilizadas na colheita da uva e no processo de elaboração do vinho pertencentes ao período da colonização. Em outubro, sedia o Fenachamp – A Festa do Espumante Brasileiro, com ingressos de R$ 10 a R$ 90, e outras várias celebrações ao longo do ano.

Ainda no sul, vale visitar o Castelo La Carbonnade, importadora em Canela (RS) que promove anualmente o Festival Internacional Vin Du Terroir, a Vinícola Viapiana, em Flores da Cunha (RS),a Sinuelo, em São Marcos (RS) e a Vinícola Perini, em Garibaldi. Outro lugar interessante para relaxar e curtir bons vinhos é o  complexo enoturístico Spa do Vinho, que reúne no mesmo espaço um hotel de luxo, um spa vinoterápico, uma confraria e um centro de eventos enogastronômicos. O mais bacana é que dá para produzir seu próprio vinho no local.

SONY DSC

Spa do Vinho2

SpadoVinho

 

Casa Valduga

Vale-dos-Vinhedos

 

La Carbonnade

Quem acha que o Nordeste só tem praias e dunas, está muito enganado, pois ainda há diversas vinícolas para se conhecer do lado oposto do mapa. Em Casa Nova, na Bahia, há a Fazenda Ouro Verde, da marca Miolo. Em Pernambuco, é possível conhecer a Vitivinícola Santa Maria, em Lagoa Grande, e a Fazenda Milano, em Santa Maria da Boa Vista.

Em São Paulo, a poucos quilômetros da capital está a Estrada do Vinho, em São Roque. O caminho inclui algumas vinícolas da região na mesma rota, cercada de verde. Em Minas Gerais se destaca o município de Andradas, onde há a produção de sucos de uva e espumantes da Piagentini, e em Poços de Caldas.

Goes

Aurora

Goes2

Texto por Brunella Nunes
Fotos: divulgação