A América do Sul é realmente exuberante. Existem tantas belezas naturais literalmente do ladinho do Brasil para conhecer que fazem com que os viajantes voltem ainda mais apaixonados pelo continente. Um destes lugares surpreendentes é o Vale do Colca, no Peru, uma formação majestosa repleta de atributos naturais que vão desde mirantes até fontes termais e igrejas coloniais.

O Vale do Colca faz parte de 14 povoados, sendo Chivay o principal deles. Mas, a cidade base para quem deseja explorar a região é Arequipa, a 162 km de distância do vale. Para você ter uma ideia de distâncias, Arequipa está a 500 km de Cusco. Existem voos com duração de 45 minutos para percorrer esse trajeto. De ônibus ou de carro, o deslocamento passa de 10 horas.

Mas você pode voar direto para Arequipa! Pesquise o preço de passagens aéreas aqui

É no Vale do Colca que fica o Cânion do Colca, uma das atrações mais visitadas no Peru. Com 4.160 metros de profundidade, este cânion peruano tem o dobro da profundidade do famoso Grand Canyon, nos Estados Unidos.

vale do colca no peru
Foto: Joe
vale do colca
Foto: Leonora (Ellie) Enking
vale do colca no peru
Foto: Pedro Szekely

O Mirante de Los Andes, com quase 5 mil metros de altitude, também impressiona. Uma parada ali para fotos é mais do que obrigatório, ainda mais tendo a Cordilheira Vulcânica ao fundo. Falou em altitude, não podemos nos esquecer do soroche! Descubra aqui como prevenir o mal de altitude durante sua viagem.

Durante o tour, os visitantes também param no Mirante Cruz do Condor, no vilarejo de Cabanaconde, para apreciar toda a exuberância do vale e também das aves gigantes dos Andes que dão o ar da graça.

vale do colca no peru
Foto: Pixabay

As águas termais de Yanque também são outro ponto de parada incrível durante uma visita ao Vale do Colca. Você pode aproveitar para relaxar nas águas quentinhas ou fazer uma caminhada nos arredores.

Se tiver mais tempo em seu roteiro, siga até Puno e faça uma pausa no Lago Titicaca. Ao longo do caminho, veja lagos, fazendas de truta e até flamingos andinos. Alcance a altitude de aproximadamente 4.850 metros — isso dará uma vista incrível dos planaltos.

Para quem é mais experiente em trekking, as agências de turismo também oferecem caminhadas pesadas. Um deles dura 3 dias e sai de Cabanaconde até o Rio Colca. O segundo é totalmente pauleira e dura 6 dias: sai de Chivay rumo à nascente do Rio Amazonas, caminhando em média 8 horas por dia.

Como chegar ao Vale do Colca

vale do colca
Foto: Pixabay

Você pode optar por ir por conta própria até o vale, basta alugar um carro e fazer o trajeto, seguindo as coordenadas do GPS.

Para ir sem preocupação, o ideal é contratar o tour com uma agência. Normalmente, são oferecidas duas modalidades de passeio:

Independentemente do passeio que escolher, seu tour passará pelos mesmos locais no Vale do Colca. A diferença é o tempo que você terá a mais para explorar e curtir cada ponto turístico, já que no estilo bate-volta tudo é visto de um jeito mais corrido. Ou seja: tudo vai depender da quantidade de dias que você tem disponível em seu roteiro.

Onde ficar?

vale do colca
Foto: Pixabay

Arequipa é a cidade base para quem deseja explorar o Vale do Colca. Quem vai por conta própria pode escolher os hotéis da região para ficar, como:

Também é possível ficar em um dos hotéis em Chivay. A oferta é interessante e algumas hospedagens ficam pertinho do cânion, como o Terramecica Colca Ecolodge, hotel 3 estrelas com diárias a partir de R$ 175 para o casal (com café da manhã).

Dicas gerais para quem visita a região

vale do colca
Foto: Wikimedia Commons
  • Você fará algumas caminhadas durante o passeio, por isso, lembre-se de usar roupas leves e confortáveis;
  • Protetor solar é fundamental. Em grandes altitudes, a incidência dos raios solares é maior;
  • Em regiões altas venta bastante, vista um casaco corta vento leve;
  • Se for no verão, boné e óculos de sol são sempre bem-vindos;
  • Leve uma mochila com um lanchinho e água, isso ajuda a não estourar o orçamento;
  • Se tiver o intuito de entrar nas águas termais, leve toalha e roupas de banho;
  • Se estiver indo com excursão, na ida sente-se do lado direito do ônibus, assim você aproveita mais as paisagens;
  • Ao optar por uma excursão de dois dias, avalie o hotel oferecido. Geralmente, as agências dão três opções, incluindo hostel bacanas. Isso pode reduzir o custo do passeio.

O Vale do Colca é um destino sensacional para ser explorado durante uma viagem pela América do Sul. Com certeza, sua experiência será rica e mais barata do que ir para Machu Picchu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *