Conhecer Machu Picchu é o sonho de quase todo viajante com espírito aventureiro. Existem várias maneiras de chegar até à Cidade Perdida dos Inca, indo de ônibus, de trem e até caminhando. Quem tem muito fôlego e deseja realizar um trajeto alternativo pode fazer a Trilha Salkantay, um percurso com 74 km de distância feito geralmente em 5 dias e 4 noites.

Essa trilha avançada, recomendada para pessoas experientes no mundo do trekking, garante os cenários mais fascinantes ao longo do caminho. De montanhas cobertas de neve a vales férteis com cachoeiras e lagos, com temperaturas que variam de -5 ºC a 26 ºC, uma experiência como essa tem tudo para ser emocionante.

trilha salkantay
Foto: McKay Savage
trilha salkantay
Foto: Felipe Ernesto

Mas, reforçamos: só pense em percorrer a pé os 74 km da Trilha Salkantay se estiver preparada fisicamente. A oscilação de altitude vai de 1.600 metros acima do nível do mar a 4.650 metros. A preparação física é importante inclusive para evitar o mal de altitude, que pode estragar seu passeio.

A Trilha Salkantay de 5 dias para Machu Picchu deve ser feita com agências até mesmo pelos mais experientes. O preço, em dólar, parte de US$ 299. Quanto mais elevado o preço, mais comodidades e refeições mais saborosas o viajante vai encontrar. Avalie todas as opções possíveis com as agências para encontrar um pacote que seja de acordo com seu orçamento e estilo de vida.

O melhor período para fazer a expedição (ou até mesmo visitar Machu Picchu e Peru de maneira geral) é entre os meses de junho até setembro, durante o inverno. Isso porque esta é a temporada seca, quase sem incidência de chuvas. Também acaba sendo o período mais caro, mas é o preço que se paga para não correr o risco de ficar embaixo d’água. Metade de maio e final de outubro também são boas opções para tirar as férias e fazer a Trilha Salkantay.

Roteiro da Trilha Salkantay no Peru

O caminho alternativo para chegar em Machu Picchu é feito de diferentes maneiras, já que diversas agências proporcionam a excursão e desejam surpreender seus clientes.

Mas, para você ter uma ideia, nós separamos uma ideia de roteiro. Confira e já comece a se imaginar fazendo o trajeto (ou não).

Dia 1: Cusco – Soraypampa

Foto: Felipe Ernesto

O primeiro dia de expedição começa em Cusco, onde um ônibus leva os viajantes até Mollepata. A partir deste momento, são 5 horas de caminhada até chegar a Soraypampa, em um acampamento-base de agências.

Quem ainda tiver fôlego pode fazer uma caminhada de 2 horas até a Laguna Humantay, um dos lugares mais lindos no país. A coloração da água da lagoa, formada pelo derretimento de geleiras, impressiona todo mundo. Depois, retorne para descansar.

Dia 2: Soraypampa – Chaullay

Foto: Wikimedia Commons

Após um café da manhã reforçado, encare uma caminhada de 21 km com duração aproximada de 9 horas, contabilizando as pausas. Durante o percurso, chega-se a 4.650 metros acima do nível do mar, aos pés do Nevado Salkantay. A perda de fôlego se completa com a paisagem, já que vistas incríveis estão garantidas.

Chegando em Chaullay, é hora de montar o acampamento e descansar para o dia seguinte.

Dia 3: Chaullay – Santa Teresa

Foto: reprodução / TripAdvisor

O terceiro dia tem a caminhada de Chaullay até Santa Teresa com 6 a 7 horas de duração. Neste dia, o viajante pode aproveitar uma tirolesa ou até mesmo nadar em fontes termais de Cocalmayo como atividade opcional pagas à parte. A tirolesa custa 100 Soles e as águas termais 25 Soles.

Dia 4: Santa Teresa – Águas Calientes

Foto: Philipp Alexander

O quarto dia garante uma caminhada de 6 horas, saindo de Santa Teresa até Águas Calientes. Aproveite para conhecer a pequena cidade no final do dia.

Dia 5: Aguas Calientes – Machu Picchu

trilha salkantay
Foto: Wikimedia Commons

Esse percurso é bem conhecido por pessoas que desejam economizar durante uma viagem a Machu Picchu. Isso porque, muitos ônibus e van oferecem o translado de Cusco até Aguas Calientes por preços BEM mais baratos do que a viagem de trem.

A caminhada será de aproximadamente 2 horas, até Machu Picchu. Após esse percurso, inicia-se o momento mais mágico do passeio (se é que isso é possível, tamanha coisa linda que você vai encontrar pelo caminho). A subida das escadas de Machu Picchu pode demorar até 2 horas. Mas isso não é nada para quem já percorreu 74 km.

O que levar em uma viagem dessas?

mal de altitude
Foto: Pixabay

Geralmente, o preço ofertado pelas agências já inclui as refeições durante o trekking, bem como bilhetes para Machu Picchu. Tudo deve ser conferido criteriosamente no momento de fechar o passeio, ok? Peça para a agência enviar todas as informações, formalizando o que você irá comprar.

De maneira geral, é necessário levar:

  • Mochila com capacidade de 30 litros para levar as coisas que você vai utilizar durante a trilha;
  • Capa para a mochila;
  • Saco de dormir, não precisa barraca;
  • Bastões de trilha, altamente recomendado;
  • Segunda pele (camisas e calças sintéticas);
  • Camisas manga curta confortável.
  • Roupa impermeável (casaco e calças, ou capa de chuva);
  • Roupa de banho;
  • Toalha;
  • Calçado próprio para trilha;
  • Chinelos para arejar os pezinhos;
  • Gorro e luvas para o frio;
  • Chapéu para o sol;
  • Óculos de sol;
  • Artigos de higiene pessoal;
  • Papel higiênico;
  • Protetor solar;
  • Repelente de insetos;
  • Lanterna de cabeça;
  • Bateria extra (a maioria das acomodações não têm acesso a energia elétrica);
  • Água (um litro por pessoa o primeiro dia; você vai poder comprar mais água no trajeto);
  • Lanches leves;
  • Pelo menos 200 Soles para gastos não incluídos na trilha.

A revista NetGeo considera a Trilha Salkantay como uma das 25 melhores trilhas de todo o mundo. Aqui, na América do Sul, esse tour é imperdível para os amantes do trekking!

Ficou com vontade de encarar um desafio como esse? Comece a se organizar! Use nosso buscador de passagens aéreas baratas para Cusco o e fique de olho em promoções.

O ideal é ir para a cidade, ficar pelo menos dois dias por lá, para só então encarar a jornada de 74 km. Fazendo isso, seu corpo já estará um tiquinho mais aclimatado com a altitude da região. Veja aqui onde se hospedar em Cusco para se preparar para a Trilha Salkantay.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *