Mamma mia! Se tem um destino capaz de proporcionar uma viagem gastronômica inesquecível, esse destino é a Itália com suas receitas clássicas e sabores que surpreendem nosso paladar. Por isso, preparamos uma listinha com as comidas típicas da Itália e também com as bebidas clássicas para você fazer um giro e degustar opções tipicamente italianas.

Descubra aqui quanto custa viajar para as principais cidades italianas

Comidas típicas da Itália

Preparada para fazer a listinha de sabores? 😉

Pizza

comidas tipicas da italia
Foto: Pixabay

A pizza é a rainha das comidas típicas da Itália e símbolo do país! As redondas são lindas e maravilhosas em todas as regiões! Eu, particularmente, gosto das pizzas do Vêneto (elas são mais fininhas, crocantes e com recheio na medida).

Em Nápoles, você encontra a pizza original, com a massa mais grossa e o meio ligeiramente elástico. Ah, em Nápoles, você não vai achar a opção de “pizza napoletana” no cardápio (porque todas são, rá!). Será uma pizza com tomates frescos nesse caso.

O bom é que existem pizzas em pedaços, que você paga por quilo e os preços até mesmo das individuais são bem interessantes.

Vesúvio: como visitar e chegar até a cratera do vulcão

Risotto allo zafferano

Foto: Wikimedia Commons

O risoto é um prato clássico italiano e muito comum aqui no Brasil, porém, na Itália, a preparação e o sabor são diferentes. Sabe aquele risotão com pedaços de frango que adoramos comer no domingo? É difícil encontrar opções assim por lá.

Na Itália, o clássico é o risoto com açafrão (risotto allo zafferano). Você pode pensar: credo, mas vem só ele? Sim, só o arroz amarelinho com temperos divinos. A aparência é igual ao risotto alla milanese, mas a receita não é a mesma, já que o milanês leva caldo de ossobuco.

Carbonara

Foto: Pixabay

Lembro da minha reação até hoje depois que provei um espaguete à carbonara em Veneza: eu quase chorei (é sério, a comida me emociona). Eu não sei nem explicar para vocês o quão perfeito, equilibrado e saboroso foi aquele prato. Sai do restaurante me sentindo nas nuvens.

Encontre aqui passagens aéreas baratas para a Itália e comece a planejar sua viagem

Trofie

Massa fresca tradicional da região da Liguria enroladinha que lembra um saca-rolha: essa é a trofie, mais uma das comidas típicas das Itália que vale a pena saborear. Há quem diga que essa é a versão pobre do nhoque, não considero! O molho perfeito para esse macarrão é o pesto, feito com manjericão, pinoli, óleo e alho.

Tortellini

Foto: alanagkelly

Uma massa recheada com presunto, cogumelos ou carne que fica perfeita com um molho de tomates ou um ragu. Prove, você não vai se arrepender.

Orecchiette

Foto: Tom Ipri

Este macarrão em formato de orelhinha é tradicional na região da Puglia, o destino de verão na Itália. A massa é feita artesanalmente e fica secando ao sol (é bem comum você andar pelas ruas de Bari e ver os cavaletes das nonnas com a massa exposta no meio das vielas).

O molho clássico servido na região que fica no taco da bota é feito com folhas de nabo.

Arancini

Foto: Food Network

Ainda para os lados do sul do país, a Sicília tem um salgadinho que se parece bastante com a nossa coxinha. A diferença é que a massa do Arancini é feita com arroz. O recheio pode ser de carne ou, o tradicional, de queijo com ervilhas.

Capri: o que fazer em um dia nesse paraíso no sul da Itália

Polenta

Foto: Sale&Pepe

Quem disse que polenta não faz parte das comidas típicas da Itália? Faz, sim! As regiões mais frias da Itália, como Valle d’Aosta, servem pratos que dão sustância e aquecer o corpo e o coração, como é o caso da polenta com fontina (um tipo de queijo).

Panini

Foto: Wikimedia Commons

Quem faz mochilão pela Itália com certeza já se rendeu aos panini, que são sanduíches com recheios mais variados possíveis. O pão italiano é bem durinho e crocante, com uma mussarela de búfala e um presunto cru já estaria perfeito.

Mas, os italianos conseguem deixar tudo ainda melhor, com temperos, verduras, ervas e condimentos que ressaltam o sabor do sanduba. Muitos bares vendem esses sanduíches, pode pedir sem medo!

Esta opção abaixo eu deixaria de fora!

Apesar de ser famosa e sempre aparecer como opção entre as comidas típicas da Itália, principalmente em Florença, eu particularmente acredito que não vale a pena gastar horrores com a Bistecca alla Fiorentina. Eu sei que quem converte não se diverte, mas depois de comer, é bem possível que você pense: eu gastei mais de 300 Reais em um contrafilé.

Galleria dell’Accademia em Florença: admire o esplendor do David de Michelangelo

Nós, aqui no Brasil, somos muito acostumados a comer carne assada, mas na Itália isso não é muito comum (por isso, muitos locais, ainda mais em Florença, vão dizer para você provar).

Essa bisteca é um corte bovino bem suculento, isso é verdade, mas muito caro. Por esse motivo e pelo fato de morarmos no país do churrasco, fica a dica: em vez de gastar uns 60 ou 70 Euros com a bisteca alla Fiorentina, surpreenda seu paladar com outras opções 😉

Aviso importante! Tenha em mente que as porções servidas nos pratos são bem menores se comparadas com as refeições do Brasil. É uma quantidade suficiente para você saborear com calma e sair satisfeita.

Sobremesas italianas

Atenção, formiguinhas de plantão 😉

Tiramisù

Foto: Wikimedia Commons

As sobremesas também são comidas típicas da Itália! Por mais que tenham restaurantes que façam Tiramisù aqui no Brasil, os italianos são especiais. Pode ser por conta dos ingredientes, mas você deve comer um Tiramisù durante sua viagem pela Itália.

Cannoli

Foto: jeffreyw

Sou suspeita, pois: adoro! O cannoli é uma casquinha crocante em formato de rolinho com recheios cremosos. Peça um de pistache <3 e seja feliz.

Sorvete

Cremoso e apetitoso, será difícil você encontrar um sorvete ruim na Itália. Todos os sabores são divinos, tente experimentar o máximo de sabores distintos possíveis. O gelato consta na lista de sobremesas, mas vale a pena provar um em qualquer hora do dia!

10 melhores sorveterias de Roma para saborear um gelato inesquecível

Bebidas típicas na Itália

Agora que você viu as comidas típicas da Itália é hora de conhecer os bons drinks!

Bellini

Um espumante com suco de pêssego: essa é a mágica do Bellini, encontrado em garrafas de vidro até para comprar no mercado. Tem aqui no Brasil também 🙂 em muitas adegas e supermercados que possuem seções de importados.

Spritz

aperitivo na italia
Foto: Pixabay

O Spritz é o coquetel mais famoso na Itália e consumido também como aperitivo. O drink leva proseco, Aperol e soda. É servido com um muito gelo e, em alguns casos, com uma rodela de laranja.

Negroni

aperitivo na italia
Foto: Pixabay

Parte iguais de gin, Campari e Vermut junto de uma casquinha de laranja compõem o Negroni, uma bebida clássica e tradicional da Toscana, mas encontrada em todo o país. O sabor é levemente amargo, se quiser fazer um em casa para experimentar, coloque mais gin para quebrar esse amargor.

Limoncello

Foto: kizzzbeth

O Limoncello é um licor de limão digestivo popular em toda Itália, apesar do original vir do sul da Itália. O sabor é doce e forte, você realmente sente a potência do licor. Existe também o creme de Limoncello, que parece uma batidinha 😉

Aluguel de carros na Itália é uma ótima maneira de desbravar o país. Faça uma cotação aqui

Entenda o menu italiano

Quer comer até sair rolando? Peça o menu completo em um restaurante! É isso que vai acontecer, porque o menu italiano é composto por uma sequência de pratos.

Diferente do que vemos aqui no Brasil, onde pedimos uma massa e, em muitos casos, um pedaço de carne vem junto, na Itália as coisas não são bem assim. Tudo segue uma ordem da seguinte maneira:

  1. Antepasto: uma entradinha para abrir o apetite, composta por frio fatiados.
  2. Primo piato: geralmente, composto por uma massa ou um risoto.
  3. Secondo piado: é a proteína da refeição, ou seja, uma carne de ave, um peixe, um corte bovino.
  4. Contorno: alguns restaurantes servem o contorno separado do secondo piato. As opções podem ser uma saladinha, batatas assadas, legumes ao vapor. Pergunte se o contorno vem separado, caso contrário, você pode pedir para que ele venha junto com o secondo.
  5. Desert: os doces e sobremesas maravilhosos.
  6. Amazza caffé: um licor para ajudar na digestão (também, depois de se empanturrar, a gente precisa).
  7. Caffé: um expresso para rebater tudo e ir ligadona para casa.

Por óbvio, você não precisa pedir o menu completo. É possível solicitar os pratos de maneira individual e de acordo com o que você realmente vai comer.

Encontre aqui o hotel ideal para você ficar na Itália

Coisas para não fazer em um restaurante na Itália

Sabe aquele papo de que os italianos são turrões? Isso não é verdade, exceto quando estamos falando de bares e restaurantes. Isso porque, uma das coisas que pode deixar um italiano de cabelo em pé e gesticulando ainda mais com você é pedir para colocar queijo ralado em cima de uma massa.

Eu tive a oportunidade de estudar um período em Florença e, na minha grade horário, tinha um tempo reservado para aulas de culinária. Nosso professor é um amor, mas ele nos fulminava com o olhar quando pedíamos queijo ralado — agora, eu entendo a ira dele.

Meu professor nos explicou que se demoramos tanto tempo para preparar um molho de tomates artesanalmente, por que vamos colocar o queijo ralado em cima e apagar o sabor do molho? Faz sentido, né (mas a gente queria o queijinho assim)!

A mesma coisa se aplica ao fato de querer colocar ketchup na pizza — algo bem comum em muitas cidades brasileiras. Lógico que eles não vão te mandar embora do restaurante (assim espero), mas vão te olhar feio com toda certeza.

Outra coisa que pega por lá é pedir um cappuccino após uma refeição. Esse tipo de café, para eles, é algo a ser consumido de manhã, não após uma refeição. Nesse caso, você deve sempre pedir um espresso.

Fique atenta, também, com as regiões. Eu pisei na bola e pedi um gnocchi alla fiorentina na região de Sorrento (que seria um gnocchi alla sorrentina) e o garçom me deu uma olhada feia, pedi desculpas e ele nem sorriu.

Ufa, são tantas comidas típicas da Itália que todo dia você pode inovar no cardápio, não é mesmo? Ainda tem lasanha, nhoque, panna cotta e muito mais opções para você se fartar de tanto comer (muito bem) em todas as regiões italianas.

Independente da cidade que escolher, lembre-se que você precisa obrigatoriamente de um seguro viagem para passar as férias na Europa. Clique aqui e faça uma cotação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aéreo + Hospedagem All-Inclusive em porto de galinhas a partir de R$3.798/casal em até 12x