Quando várias pessoas comentam que vão viajar para Tocantins, de cara a gente já pensa que irão para o Jalapão, o destino que se tornou a atração número um no estado. Entretanto, existe um pedaço do paraíso em Tocantins, ainda pouco explorado no segmento do turismo, que vale muito, mas muito a pena conhecer. Estamos falando das Serras Gerais, uma região fantástica e perfeita para quem gosta de natureza.

As Serras Gerais é maior cadeia de serras do Brasil e compreende municípios como Almas, Arraias, Aurora do Tocantins, Dianópolis, Lavandeira, Natividade, Pindorama, Rio da Conceição e Taguatinga. Cada um desses cantinhos tem atrações encantadores!

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Marcos Vaz • VazAonde • Viagem (@vazaonde) em

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Brazil Repost 🔄 Viagem 🌎 (@brazil_repost) em

A região fica localizada a 500 km de Palmas, capital do estado do Tocantins. Dessa forma, quem é de outros estados do Brasil pode pegar um voo até Palmas e, de lá, seguir de ônibus até Dianópolis ou Aurora ou Natividade.

Encontre sua passagem aérea para Palmas aqui

O trajeto Palmas – Dianópolis é concluído após uma viagem de 5 horas, que pode ser feita com as empresas Transudeste, Emtram e Real Maia.

Você pode escolher como base da sua viagem Dianópolis; ou Rio da Conceição, ficando na casa da Dona Eliene no Quintal de Casa; e até mesmo na Casa do Seu Davi e Dona Antônia, no município de Almas — a hospedagem na casa desse casal fofo é feita pelas agências Seriema Ecoturismo e Cânion Ecoturismo.

O turismo está apenas começando na região, por isso esse é o momento perfeito para conhecer a região. Mas também é importante que, ao visitar esse paraíso, você tenha consciência da importância da preservação da natureza. Faça sua parte para que mais pessoas tenham a chance de conhecer esse lugar incrível.

A melhor época para visitar as Serras Gerais no Tocantins é entre os meses de abril e novembro. Isso porque, essa é época da seca com probabilidade baixíssima de chuva. Se puder, tente planejar sua viagem para o mês de maio, após a temporada de chuvas, já que os rios e cachoeiras estarão ainda bem cheios e ótimos para um mergulho.

Onde fazer nas Serras Gerais em Tocantins

Pensa em um lugar com um montão de atração natural para conhecer e se apaixonar? Assim é em Serras Gerais! Você pode facilmente montar um roteiro de viagem com cinco ou sete dias, tamanha a quantidade de atrações para conhecer.

É essencial que os passeios sejam realizados com uma agência especializada. Pelo fato de o turismo não ser muito explorado nas Serras Gerais, as atrações são praticamente vazias e, caso você precise de ajuda, não encontrará ninguém no caminho. Além disso, muitas atividades requerem o uso de capacetes, colete salva-vidas e cordas para rapel.

Vamos começar o roteiro visitando um rio com águas transparentes para, de cara, ficar de boca aberta com tanta beleza. O Rio Azuis é considerado o terceiro menor rio do mundo com 147 metros. As águas cristalinas e quentinhas em Aurora do Tocantins são simplesmente fantásticas para ficar flutuando e curtindo o tempo. Não é possível que quase ninguém conhece essa coisa mais linda de viver, olha que formosura:

serras gerais rio azuis
Foto: reprodução / Turismo Tocantins – Governo do Estado

Após aproveitar essa praia de água doce, siga para a Praia do Pequizeiro, que fica dentro de uma propriedade particular em Lavandeira e só pode ser acessada na companhia de um guia local.

A prainha natural tem águas doces rasas e tão transparentes com coloração verde esmeralda que é impossível não se apaixonar. O acesso é muito fácil, com trilha curta e nível de dificuldade baixíssimo. Esse passeio tem tudo para ser o seu favorito pelas Serras Gerais.

Saindo da prainha, é bem possível que seu guia leve você até a Cachoeira do Sombra, na região de Aurora do Tocantins, para ver de perto essas quedas d’água.

No dia seguinte, que tal partir para caminhadas em trilhas cheias de encanto em Dianópolis? O Vale Encantado é um passeio único no Brasil, isso porque somente nesse local em todo o nosso país é possível encontrar três biomas brasileiros diferentes, sendo a floresta, o cerrado e a caatinga. A trilha é toda feita caminhando-se dentro de riachos, por isso é interessante que você esteja com uma bota confortável e impermeável.

Foto: reprodução Turismo Tocantins – Governo do Estado

Ainda no passeio, os visitantes vão até o Portal do Vale Encantado. Segundo os moradores locais, após atravessar esse portal, você deixará tudo de ruim do lado de fora. Essa região é tão remota, sem muvuca de turistas, que você tem uma sensação de paz tão grande que é difícil de explicar.

Após essa experiência ímpar, seu guia pode te levar até a Fortaleza dos Guardiões, uma área imensa repleta de rochas altas que realmente parecem um exército de pedra diante de seus olhos. A dica é ficar por lá até o pôr do sol. Depois, é só voltar para a pousada com o sentimento de espírito renovado.

No terceiro dia de viagem, a dica é acordar bem cedinho para fazer o passeio das 17 Travessias em Rio da Conceição, que consiste em uma trilha aquática com cenários lindos pelo caminho. Depois, aproveite para emendar uma visita à Cachoeira do Brejo Limpo, uma cachoeira com vários andares como se fosse uma escada. É possível subir e ficar relaxando dentro da água entre as rochas.

O quarto dia de viagem pode ser reservado completamente para aproveitar as cachoeiras das Serras Gerais. A caminhada no Cânion Encantado, um lugar com várias quedas d’água em Almas, é um passeio obrigatório na região! Quem tem mais tempo pode fazer a trilha por baixo e por cima, para ter pontos de visão diferentes da cachoeira.

serra gerais canion encantado
Foto: reprodução / Turismo Tocantins – Governo do Estado

Se deparar com o paredão vermelho imenso bem a sua frente, com quedas d’água com 70 metros de altura que possibilitam a prática de rapel, é emocionante em todos os sentidos.

Depois, siga para a Cachoeira do Urubu e em seguida para a fantástica Cachoeira da Cortina que, vista de cima, parece-se muito com uma piscina de borda infinita. As mais corajosas podem sentar na bordinha (sempre afiveladas a uma corda de proteção fornecida pelo guia turístico).

O passeio segue até os Arcos do Sol, que são pedras furadas com coloração avermelhada. O local é altamente indicado para ser visitar no final do dia para curtir o pôr do sol.

O quinto dia de passeio pode ser reservado para se apaixonar pela Lagoa da Serra, mais um passeio lindo para fazer na região das Serras Gerais em Rio da Conceição. A lagoa, cercada por areia fina e emoldurada pelas montanhas da serra, é um cenário de paz e tranquilidade para aproveitar o dia todo, praticando caiaque ou stand up paddle.

Foto: reprodução Facebook / Serra Gerais – Tocantins

Aqui é muito importante ter cuidado, já que a profundidade média das águas é de 2,5 metros, sendo necessário usar equipamento de flutuação que garantam um banho com segurança — a área não é recomendada para crianças.

Reserve ainda um dia para conhecer a Lagoa do Japonês, em Pindorama, que não faz parte oficialmente do circuito das Serras Gerais, mas vale muito a pena ser conhecida.

Ainda é possível fazer rafting, boia cross, ver as Cachoeiras do Paraíso, visitar a Fazenda Aldeia, ir à Cidade de Pedras, o Vale dos Pássaros, conhecer a arquitetura história de Dianópolis e muitas outras belezas naturais.

Quanto custa?

Muitas agências oferecem pacotes de três a dez dias de viagem. É importante saber a maioria das atrações ficam em propriedades particulares, onde é necessário pagar entrada que custa entre R$ 10 a R$ 20.

Para sabermos quanto custa uma viagem como essa, conversamos com o pessoal da Seriema Ecoturismo. Os pacotes oferecidos por eles incluem: translado até Rio da Conceição, transfer para os passeios, hospedagem com café da manhã, ingressos para todos os atrativos, condutores locais especializados e seguro ecotrip.

O preço, por pessoa, varia entre R$ 1.090 para quem faz a viagem com carro próprio a R$ 3.990. Quanto mais pessoas juntas na expedição, menor fica o valor. Por exemplo, se você reunir um grupo com quatro pessoas, uma viagem de cinco dias pelas Serras Gerais pode ficar R$ 1.790 para cada um! Entre em contato via WhatsApp para mais informações: +55 63 9260-9018 e para saber mais opções de roteiros.

Além da Seriema Ecoturismo, você também pode falar com o pessoal que presta serviço de guias em toda Serras Gerais, como da empresa Cânion Ecoturismo, em Almas; Desbrava EcoTour, em Aurora do Tocantins; ou a Serra Geral – Turismo e Aventura, em Natividade.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Lincoln Valadares Saraiva. (@lincolnvaladare) em

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Pulse Livre 🚐💨🖍🎸🌎☮️ (@pulselivre) em

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Caroline Maki (@tak_carol) em

Para a viagem, é interessante levar roupas leves, roupas de banho, bota para caminhada inclusive na água, protetor solar e repelente, óculos e chapéu, câmera fotográfica, mochilinha com água e petisco e toalha para se secar após os banhos de rio.

Ah, Tocantins <3 Mais um estado brasileiro rico em belezas naturais que proporciona viagens simplesmente inesquecíveis. Quase todo mundo associa o estado ao Jalapão, mas veja como existe, sim, muito mais para conhecer.

Visite o Brasil, visite Tocantins! Temos tantos lugares lindos que merecemos e devemos nos permitir explorar com consciência mais nosso país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *