Subiu a temperatura e todo mundo só pensa em uma coisa: PRAIA!

Se a praia for do Caribe, melhor ainda. O problema é a pegadinha: quando os preços das passagens e hospedagens na região caem é justamente durante a temporada de furacões.

Opa, como assim?

A temporada de furacões no Caribe vai, oficialmente, de 1º de junho a 30 de novembro. Isso não quer dizer que vai rolar um fenômeno do tipo por semana ou que sua viagem está fadada ao desastre. Pelo contrário, esse é apenas um período que serve como guia de “época a ser evitada”.

As chances de que algo ocorra nos dias exatos em que você estará no destino existem, mas são pequenas. Arriscar ou não vai depender apenas de você.

Esse guia serve para você se programar e organizar as datas direitinho da sua viagem. Se quiser ir na temporada de furacões, os preços são mais baixos, mas há risco de dar azar. Caso prefira a segurança de que nada vai acontecer, já sabe quando viajar para cada país e fugir do fenômeno.

Caribe fora da rota de furacões

A boa notícia é que nem todos os destinos do Caribe estão na rota dos furacões. \o/

Alguns lugares não costumam receber um destes desastres e, portanto, são considerados seguros em qualquer época do ano. Se quiser essa tranquilidade, marque logo sua passagem para Aruba, Curaçao, Barbados ou Los Roques (Venezuela).

Caso contrário, confira informações sobre a temporada de furacões em outros famosos destinos caribenhos.

Temporada de furacões no Caribe por destino

Antígua e Barbuda

A temporada de furacões vai de junho a novembro, sendo que setembro é o mês com maior incidência do fenômeno. Ainda que não haja nenhuma garantia de que vá ocorrer um desastre, tempestades fortes são comuns e podem causar atrasos em voos e atrapalhar os planos de viagem. Nessa época, é importante ficar atento ao boletim meteorológico local.

Foto CC BY-SA 4.0 Roger Green

Em 2017, as ilhas foram afetadas pelo furacão Irma no dia 5 de setembro. Quatro dias depois, o furacão José terminou de arrasar  região. Estima-se que 95% da estrutura de Barbuda tenha sido destruída. Em compensação, os estragos foram pequenos em Antígua.

Bahamas

As Bahamas se localizam em uma área de alta incidência de furacões. Os meses de maior risco vão de agosto a novembro. Em junho, as chuvas são frequentes e podem atrapalhar a viagem.

Foto: Forest Simon/Unsplash

Barbados

Barbados não está fora da rota de furacões, mas a incidência do fenômeno é bastante baixa. Para se ter uma ideia, o último desastre do tipo a atingir o destino foi em 1955.

Colômbia (San Andrés e Cartagena)

Entre setembro e novembro, San Andrés pode sofrer com furacões. Mesmo que o fenômeno raramente aconteça por lá, essa é também a temporada em que mais chove na ilha e as tempestades tropicais são comuns. Ou seja, melhor evitar.

Cartagena fica fora da rota dos furacões, mas também é roubada viajar para lá em outubro, quando chove bastante. Os meses mais secos vão de dezembro a maio.

Foto: Ricardo Gomez Angel/Unsplash

Cuba

Os meses de junho a novembro marcam a temporada de furacões em Cuba. Entre estes, os meses mais perigosos são os de setembro e outubro.

Jamaica

De junho a novembro, é possível se deparar com um furacão na Jamaica. Apesar disso, o fenômeno costuma atingir diretamente o país apenas a cada 11 anos – e passa perto dele a cada quatro.

Foto: Andrew Bui/Unsplash

Martinica

Os meses de junho a novembro são os mais propensos para a ocorrência de furacões. Recentemente, a ilha foi atingida pelo Maria.

México (Cancún e região)

A temporada de furacões em Cancún vai de agosto a novembro – e setembro e outubro são os meses mais chuvosos.

(Aproveita e espia nossas dicas para quem está planejando ir para o México)

Foto: Alex Person/Unsplash

Porto Rico

Com alta incidência de furacões, Porto Rico ainda se recupera do Maria, fenômeno ocorrido em 2017, que deixou milhares de mortos em todo o Caribe.

República Dominicana

De agosto a novembro os meses são quentes, úmidos e com possibilidade de furacões. Marque a viagem para outras datas e seja feliz.

Viajando na temporada de furacões. E agora?

Sua viagem já está marcada, você não reparou e ela caia bem no meio da tão temida temporada de furacões? Fica tranquilo, você não vai descer do avião já no meio de uma tempestade tropical.

De acordo com o Hurricane Research Division, um órgão que pesquisa furacões ocorridos nos Estados Unidos, as chances de se deparar com o fenômeno são, na verdade, bem pequenas. Para se ter uma ideia, o viajante que passa uma semana inteira em Porto Rico no mês de setembro (o que possui mais incidência de furacões) tem apenas 2% de chances de ser atingido. Além disso, a maior parte dos furacões não tem a intensidade de um Irma, um Maria ou um José, que geraram diversos danos materiais e a perda de muitas vidas.

Todo mundo sabe que o “seguro morreu de velho” – mas ele também não se divertiu muito nessa vida. 🙂

Foto: Omer Rana/Unsplash

Não é possível prever a incidência de um furacão com meses de antecedência. Apesar disso, os órgãos oficiais costumam identificá-los dias antes do fenômeno acontecer. O tempo é suficiente para tomar as medidas necessárias para minimizar os estragos.

Furacões: como se precaver

Quem viaja na temporada de furacões deve ficar atento à previsão. Há algumas formas fáceis de se manter informado:

  • Se estiver hospedado em um hotel/resort: normalmente a equipe do estabelecimento irá se responsabilizar por avisar aos hóspedes sobre potenciais riscos e qual procedimento seguir.
  • Informe-se sobre procedimentos locais: cada destino segue um protocolo em caso de furacões. O Consulado-Geral do Brasil em Miami, por exemplo, divulga um guia completo para turistas que viajam durante a época mais perigosa.
  • Fique atento aos noticiários: se for capaz de entender o idioma local, manter-se atento aos noticiários é uma boa maneira de saber sobre furacões antes mesmo de que eles ocorram. Jornais, sites e a televisão são boas fontes de informação e deverão fornecer dicas de locais seguros para o caso de um fenômeno.
  • Tenha os aplicativos certos: alguns apps permitem prever a incidência de furacões. Baixe em seu celular aplicativos como The Weather Channel, Hurricane Tracker (iOS) e Hurricane Hound (Android)

Existe risco fora da temporada de furacões?

Sem dúvida, a natureza é uma coisa imprevisível. Portanto, é bom saber que existe sim alguma chance de que ocorram furacões fora da temporada.

Apesar disso, 97% de todas as atividades tropicais registradas desde 1851 caíram entre os meses de junho e novembro. 🙂

Agora com toda essa informação, é só curtir o Caribe! Confira nossa seleção de pacotes de viagem para o Caribe e reserve sua viagem 🙂

Para onde viajar
Eu tenhoBudget
e quero viajar porDias
Para onde viajar

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economize até 60% em suas viagens de ônibus!