Se você gosta de viajar, sabe muito bem que muitas viagens incríveis acontecem nos lugares menos esperados. Não que ir para Paris ou Nova York seja ruim – longe disso, né –, mas algumas experiências estão reservadas para aquelas viagens menos óbvias, como quando você conhece uma cidadezinha pequena em tamanho, mas gigante em história, natureza e hospitalidade.

É exatamente esse o caso do pequeno município de Tapiraí, em São Paulo, que tem uma população urbana de apenas 5.728 habitantes, mas que é um centro de referência quando falamos em ecoturismo.

Cercada pela Mata Atlântica, Tapiraí dá um show em termos de rios e cachoeiras com águas límpidas e cristalinas. De toda a extensão do município, 80% está tombada como Área de Proteção Ambiental (APA), e não é de se estranhar que a cidade tenha sido declarada como Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO. Sentiu o clima? Então vem com a gente que a viagem hoje está cheia de coisa boa.

Algumas das cachoeiras de Taperaí

A 135 Km da capital São Paulo, Taperaí se destaca por ser o oposto da muvuca paulistana e atrai quem busca tranquilidade e um bom contato com a natureza.

Um dos pontos turísticos mais conhecidos do município é a belíssima Cachoeira do Chá, com sua imensa queda de 35 metros de altura e suas águas claras. O acesso se dá a 15 Km do centro da cidade, pelo Km 164,5 da SP-079, através de uma trilha bem curtinha, de uma média de 15 minutos. Há um recuo perto da entrada, onde você poderá estacionar, se estiver de carro.

Como estamos falando de uma cachoeira grande, não é recomendado que você escale as pedras da queda da cachu, hein! Segurança em primeiro lugar.

Não é preciso contratar guia para chegar até a Cachoeira do Chá e a visitação não é tarifada.

Outra cachu imperdível é a Cachoeira do Limoeiro, que também não precisa da ajuda de guia e está localizada no bairro Limoeiro. Essa belezura tem várias quedas e, como se isso já não fosse bacana o suficiente, há uma gruta e uma piscina natural embaixo de sua queda principal. A visitação é gratuita.

E já que estamos falando de cachoeira, não deixe de conhecer a Cachoeira do Alecrim, que fica no bairro Alecrim e tem uma queda de 4 metros de altura, com aquela formação bonita de piscina natural que a gente tanto gosta.

Ela é considerada uma das mais seguras para aquele banho refrescante num dia quente, mas as trilhas que dão acesso a essa belezura são consideradas mais difíceis do que as anteriores, então se você quiser levar um guia local para essa aventura, pode ser uma boa ideia.

A Cachoeira do Juquiazinho é outra que vale a pena conhecer se estiver em Tapiraí. Com várias quedas d’água e correnteza forte, é recomendado que os turistas verifiquem as condições de banho quando chegarem ao local e que não façam a trilha com crianças e idosos, pois ela exige um pouco mais de esforço.

Outra cachoeira indicada para os rapazes e as moças latinoamericanas é a Cachoeira do Belchior, cujo acesso é feito também através de uma trilha curta, de 1 Km. Em alguns pontos, no entanto, é possível que você tenha que percorrer trechos dentro da água. Essa cachu tem duas quedas de 15 metros de altura e é uma ótima opção para aquele banho relaxante em um dia de verão. Se puder contar com um guia para chegar até esse paraíso, é melhor.

Tapiraí é uma cidade com mais de 10 cachoeiras catalogadas, e algumas delas são tarifadas por estarem em propriedades privadas, como é o caso da belíssima Cachoeira do Beija-Flor.

Uma dica de turismo ecológico é a hospedagem ou day use na Pousada Trilha Dos Tucanos, que foi pensada justamente para promover a observação das aves na Mata Atlântica.

Os caras têm um espaço incrível com cinco trilhas: Tucanos, Surucuá, Macuco, Tangará e Juruva, em um total de 3,7 Km de percurso. As trilhas são muito bem sinalizadas e limpas, ideais para passeios em grupo. As acomodações são simples e em chalés, que têm capacidade para até cinco pessoas, ou apartamentos com configurações diferentes.

O valor por pessoa do day use é R$ 80, com direito a café da manhã, almoço e café da tarde. Para conferir os pássaros incríveis da região, o recomendado é chegar bem cedinho, antes das 06h.

Como chegar e onde ficar em Tapiraí

Tapiraí fica pertinho de Sorocaba, a mais ou menos 1h de distância. Esse trajeto pode ser feito de ônibus, e a passagem custa R$ 21,05 por pessoa.

Saindo da capital São Paulo, a passagem fica em R$ 48,65 por pessoa. Você pode checar passagens de ônibus com saídas de diversos lugares aqui. E, se quiser dirigir e alugar um carro, clique aqui.

As hospedagens em Tapiraí são uma atração turística por si só, e você sempre pode ver se há a oferta de pacotes com guias ou trilhas em grupo. A seguir, as dicas mais quentes:

  • Pousada Salve Floresta: essa pousada incrível tem seu próprio restaurante, que conta com opções de culinária vegetariana. Além disso, os hóspedes podem desfrutar da piscina ao ar livre, sauna, jardim, terraço e de acomodações com vista para o lago. Essa pousada oferece atividades de ecoturismo, como trilhas e canoagem. Poético, né? A diária para duas pessoas sai por R$ 450.
  • Pousada Pegada da Onça: eis outra propriedade com piscina ao ar livre, sauna e vista para o lago. Para melhorar, o lugar aceita pets e, dizem, tem um café da manhã fenomenal. A diária para duas pessoas custa R$ 990.

Você já conhece Tapiraí? Conte para a gente o que achou da cidade ou se ela é um dos destinos que você deseja conhecer em breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *