Se respirar ar puro e ter contato com a natureza são coisas que te agradam, pense seriamente em colocar a Serrinha do Alambari no seu roteiro de passeios no Rio de Janeiro.

O pequeno e rústico distrito de Resende fica entre Penedo, bairro de Itatiaia, e o distrito de Visconde de Mauá, compreendendo uma área de proteção ambiental de mais de 57 km². É um paraíso verde no coração do Brasil!

O local está a 180 km de distância da capital Rio de Janeiro, a 62 km de Volta Redonda e a 280 km de São Paulo.

15 lugares legais para conhecer no Rio de Janeiro

Dicas importantes antes de ir para a Serrinha do Alambari

serrinha do alambari
Foto: TripAdvisor
  • A estrada de Penedo até a Serrinha é BEM ruim, cheia de buracos e pedras, inclusive com trechos de subidas.
  • É interessante que os carros sejam mais alto ou até mesmo que tenham tração 4×4, principalmente em dias de chuva.
  • As entradas nas propriedades da Serrinha devem ser pagas em dinheiro, o pessoal não aceitar cartão por lá.
  • Falando em dinheiro: nem a Serrinha do Alambari e nem Penedo possuem caixas eletrônicos. Leve grana!
  • O sinal de GPS por lá não funciona. Por isso, vale a pena baixar os mapas e usar o Google Maps offline. Claro, dá para perguntar para as pessoas pelo caminho também que sempre funciona 😉
  • Evite ir em períodos de muita chuva, isso porque as estradas e trilhas ficam bem enlameadas, isso sem contar no risco de tromba d’água.
  • O lugar é uma área de preservação, seja consciente e traga seu lixo de volta certinho.
  • Não faça bagunça, não suje, não desmate e não estrague o lugar!
  • Na descida da Serrinha, pare no Mirante do Cristo, na Serra das Araras, um lugar que vende frutas. A paisagem lá é simplesmente espetacular!
serrinha do alambari
Foto: Reprodução Instagram @itsmejuliettee

Como chegar à Serrinha do Alambari

A melhor maneira é ir para a Serrinha é de carro. Siga em direção à cidade de Resende, pela Rodovia Presidente Dutra, até uma saída para Penedo no km 311.

Passando o portal de Penedo, siga por mais 4 km aproximadamente até encontrar uma placa indicando a entrada para Visconde de Mauá. Logo em seguida, você encontra mais uma placa sinalizando a entrada da Serrinha, fique bem de olho na estrada.

serrinha do alambari
Foto: TripAdvisor

Passando o portal da Serrinha, siga mais 6 km por uma estrada de terra de esburacada, chegando ao Camping Clube do Brasil.

É cachoeira que você gosta?

serrinha do alambari
Foto: TripAdvisor

Cachu, minha gente <3

A Serrinha tem cachoeiras maravilhosas com águas azuis e dignas de quadros para pendurar na parede de casa. Distantes a 1 km do Camping, com tudo bem sinalizado, você consegue visitar as duas cachoeiras, que ficam em uma propriedade particular.

Onde encontrar águas cristalinas no Brasil para um mergulho perfeito

Os visitantes pagam R$ 35 por pessoa para entrar (somente em dinheiro), encontrando até mesmo lugar para estacionar o carro. Esse valor que faz com que os donos do terreno consigam manter a trilha sempre limpa e de fácil acesso.

Dica: vá de carro em vez de fazer esse trajeto a pé e chegue CEDO, isso porque o local está ganhando fama e ficando lotado.

Poço do Céu

serrinha do alambari

A primeira parada, após iniciar a trilha de 15 minutos de caminhada, é no Poço do Céu. Essa cachu tem uma queda grande que forma um poço com águas azuis que, de tão lindo, chega a ser indescritível.

Dica: desça até a segunda queda, menor, lá tem espaço para banho. Mas prepare-se: sempre é bem cheio de gente!

Poço do Dinossauro

Foto: Reprodução Instagram @trilheirasdobrasil

Depois de curtir o Poço do Céu, caminhe por mais 5 minutos em uma trilha escorregadia (cuidado para não cair) até chegar ao Poço do Dinossauro. A cachoeira tem uma queda grande, formando também um poço lindo para nadar.

Cachoeiras no Camping

Quem não vai acampar pode pagar R$ 13,50 na baixa temporada e R$ 18 na alta pelo day use do espaço. Isso é bom para você fazer lanches, usar o banheiro e descansar.

Mas, o melhor de tudo no day use é que você tem acesso a várias cachoeiras. Dentre elas, a mais famosa da região é a Cachoeira das Esmeraldas.

serrinha do alambari
Foto: Reprodução Instagram @mendonca_michele_

Além dela, vá até o Poço do Bananal, Poço Duchinha, Poço Dourado, Poço da Sauna, Poço Pinguela, Poço da Coruja, Poço Champagne e Poço de Cima.

Ufa! É cachu que não acaba mais!

Pousadas para quem vai à Serrinha do Alambari

serrinha do alambari
Foto: TripAdvisor

Se você tem interesse em conhecer somente a Serrinha e não outros pontos da região, vale a pena se hospedar diretamente na Serrinha. Não existem hostels, apenas pousadas e o Camping Clube do Brasil.

Quem deseja passar o dia na Serrinha e curtir outras atrações da região pode ficar em Penedo (que também tem cachoeiras bem bonitas e de fácil acesso), em Visconde de Mauá ou até mesmo em Maringá.

Confira boas opções de hospedagem:

Agora que você já sabe um pouquinho mais sobre esse paraíso, comece desde já a planejar sua viagem. Se preferir, você pode alugar um carro e fazer essa trip, que tal?

5 comentários

  1. Penedo não fica em Resende é um bairro de Itatiaia e tanto a Serrinha quanto Visconde de Mauá são distritos de Resende e não cidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *