Uma coisa todo viajante já percebeu: viajar custa dinheiro. E, infelizmente, nem todo mundo está podendo arcar com custos de passagem e hospedagem durante as férias. Mas o que quase ninguém sabe ainda é que existe uma maneira de viajar de graça pelo Brasil pegando carona nos aviões da Força Aérea Brasileira. Descubra como fazer isso e deixe sua próxima viagem bem mais econômica. 😉

fab0

Foto: Tereza Sobreira/Ministério da Defesa

Em primeiro lugar, você precisará escolher de antemão o destino desejado para sua próxima viagem. Como você fica sabendo que vai poder voar com bem pouca antecedência, a dica é buscar destinos onde você tenha algum amigo ou parente que possa te hospedar por alguns dias enquanto conhece a cidade. Ao todo, são 16 destinos, todos dentro do Brasil: Boa Vista, Manaus, Belém, Fortaleza, Natal, Recife, Porto Velho, Salvador, Brasília, Campo Grande, Pirassununga, Rio de Janeiro, São Paulo, Florianópolis, Santa Maria e Canoas.

fab2

Foto: Agência Brasil

Para se inscrever nos voos, é preciso preencher uma ficha de interesse no Correio Aéreo Nacional mais próximo de você. Leve consigo uma cópia do seu RG e comprovante de endereço. Em cada região brasileira há pelo menos três postos dentro das bases aéreas. Depois de preencher a ficha, você terá que aguardar até 10 dias pela resposta.

Foto: MilborneOne

O lado chato é que você só saberá se surgir alguma vaga nos voos no mesmo dia ou na véspera da viagem, quando a FAB deverá entrar em contato informando a hora do embarque. Se for selecionado, fique atento às roupas, já que não é permitido usar bermuda ou chinelo na base aérea.

Também é bom prestar atenção na hora de fazer a mala: ela deverá ter no máximo 15 kg – você também pode levar 5 kg de bagagem de mão. Mesmo assim, a dica é economizar ao máximo nos pertences que irá levar: se a relação de passageiros for alterada antes da decolagem, embarca quem estiver carregando menos peso.

Post por Mariana Dutra

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *