Roma foi eleita como o terceiro destino mais amado em 2019 pelo Traveller’s Choice, a escolha dos viajantes do Tripadvisor. A capital italiana é mesmo um daqueles lugares que encantam diversos tipos de pessoas, sejam elas apaixonados por história, por arte ou pela gastronomia deliciosa do país. Então, que tal aliar a visita com um roteiro pela Itália de norte a sul?

Há tantas coisas para se conhecer na Itália que é difícil selecionar apenas alguns destinos. Entretanto, encaramos essa missão e nos propusemos a montar um roteiro passando pelas principais cidades italianas. A viagem pode ser feita de maneira econômica seguindo o roteiro em ônibus, pode ganhar um toque de charme com os deslocamentos em trem, ou então ser feita de carro, adicionando algumas paradas estratégicas pelo caminho.

Roteiro pela Itália

Para o roteiro ficar redondinho, a dica é comprar as passagens de ida para Milão e a volta de Roma. As duas cidades contam com voos diretos para o Brasil.

A Alitalia voa do Rio de Janeiro e de São Paulo com destino ao aeroporto de Fiumicino, em Roma. Da capital paulista, também é possível voar com a Latam, mesma empresa que oferece voos entre São Paulo e Milão.

Pesquise aqui as melhores passagens para Itália

Milão

O primeiro destino dessa viagem não poderia ser mais maravilhoso. Além do charme das semanas de moda europeias, Milão também é lar de uma das catedrais góticas mais lindas da Itália – e, vai por mim, você merece conhecer o telhado do Duomo.

Roteiro pela Itália: Duomo de Milão
Foto: Mari Dutra

Depois de bater perna na cidade, a dica é se render aos famosos aperitivos italianos, um happy hour com direito a buffet. Dependendo da animação, vale até dar aquela esticadinha para conhecer o Bar Luce, projetado por ninguém menos do que o diretor de cinema Wes Anderson.

A cidade não é um sem-fim de atrações, mas eu sugiro reservar ao menos dois dias para desbravar Milão. Aqui você pode pesquisar as melhores acomodações na cidade.

Veneza

A cidade dos canais não decepciona ninguém. É impossível não ficar babando com cada cantinho desse lugar que pode desaparecer um dia graças à alta das marés.

Sim, o turismo é massivo, mas nem por isso vai tirar o gostinho de tomar um café (caríssimo) na Piazza San Marcos ou de fazer aquele tão sonhado passeio de gôndola. É possível ainda passar horas passeando por suas mais de 400 pontes sem ficar entediado. Quando cansar, pode ter certeza que é a oportunidade perfeita de conhecer a cafeteria mais antiga da Itália.

Para ir de Milão a Veneza, as opções são muitas: 

  • De trem (nossa preferida): a viagem alia economia com rapidez. São apenas 2h30 de percurso e os bilhetes custam a partir de € 24.
  • De ônibus (a mais econômica): se o orçamento for de mochileiro, você pode economizar alguns trocados optando pelo ônibus. Por outro lado, a viagem irá demorar quase o dobro do tempo.
  • Aluguel de carro: dirigir na Itália é uma loucura, mas é daquelas loucuras maravilhosas. Alugar um carro é uma boa pedida para fazer esse percurso – e você ainda pode parar para conhecer Verona no caminho!
  • Avião: embora existam voos que ligam as duas cidades, a viagem aérea não vale a pena.

Vai de carro? Compare preços de aluguel aqui

Canais de Veneza
Foto: Faruk Kaymak

Duas noites são suficientes para conhecer Veneza, mas nunca é tempo demais para curtir essa lindeza de destino. Para procurar as melhores hospedagens por lá, clica aqui.

Florença

A Galeria dos Ofícios, a Dell’Accademia e muitas outras atrações compõem o clima de Florença, uma cidade que respira arte e história na mesma medida. Considerada um dos destinos mais bonitos do mundo, vai ser difícil você não cair de amores durante a estadia – e aqui nós explicamos o porquê. De novo, duas noites são o tempo mínimo recomendado para conhecer a cidade.

De Veneza a Florença, as melhores opções são alugar um carro (são 2h30 de condução) ou viajar em trem (em 2 horas você chega). Se estiver com mais pessoas, o carro pode ser mais econômico, além de permitir paradas estratégicas no caminho – quer uma dica? aproveite para conhecer Bolonha.  De qualquer forma, quem opta pelos trens não perde nada e pode curtir as paisagens mais tranquilas da Itália sem fazer esforço.

Vai pra Florença? Espia aqui onde se hospedar por lá

Foto: Jeff Ackley

Roma

Ah, a capital italiana é uma profusão de coisas a fazer. Conhecer o Coliseu, o Fórum Romano, o Palatino e a Villa Borghese é o ponto de partida para desbravar os mistérios da cidade, mas há muito mais o que descobrir por lá.

Os detalhes fazem desta uma verdadeira joia e até mesmo uma incursão às melhores sorveterias de Roma promete se tornar uma memória de viagem incrível. Se estiver precisando de carinho, a dica é dar um pulo no maravilhoso Romeow Cat Bistrot, onde é possível desfrutar de uma refeição em meio a gatinhos.

De Florença a Roma, você pode ir de: 

  • Trem: as passagens custam a partir de € 16 e o trajeto dura apenas 1h30
  • Carro alugado: são pouco mais de 2h30 de estrada e você ainda pode esticar o passeio para conhecer a cidade de Siena. Em compensação, tenha em mente que o trânsito na chegada à Roma é caótico.
  • Ônibus: pagando a partir de € 14, você encara quatro horas de estrada.
Castel Sant'Angelo, em Roma
Foto: Mari Dutra

Ainda não sabe onde ficar no destino? Aqui no Quanto Custa Viajar, nós já listamos sugestões de hostels em Roma, demos uma dica de um apartamento escondidinho (e lindo!) para alugar na cidade e nos apaixonamos pelo maravilhoso hotel que tem uma adega no quarto com vinhos selecionados especialmente para cada hóspede. Permita-se pelo menos 4 dias para explorar a cidade – se puder ficar uma semana, melhor ainda!

Nápoles

Já pensou em um lugar que é tão legal, mas tão legal, que até o metrô é uma obra de arte? Então eu preciso te contar que você pensou em Nápoles! Exalando italianidade, essa cidade ao sul da bota é um verdadeiro estereótipo em forma de destino: come-se deliciosamente bem, as pizzas são uma verdadeira entidade turística, o barulho é onipresente e o caos reina. Mesmo assim, é difícil não se encantar com seus castelos ou suas praças sempre cheias de vida.

Nápoles é também o ponto de partida perfeito para conhecer Pompeia, e eu recomendo muito que você tire um dia para fazer esse passeio. Ou, quem sabe, aproveite para conhecer o Vesúvio, o vulcão que arrasou a cidade. Para aproveitar os passeios, eu recomendo reservar no mínimo três dias no destino.

Foto: Mari Dutra

Pesquise aqui as melhores acomodações em Nápoles

De Roma a Nápoles são apenas 1h15 de trem (€ 14), 2h40 de ônibus (€ 7) ou pouco mais de duas horas dirigindo. Ao final da viagem, a dica é voltar até a capital italiana para pegar seu voo com destino ao Brasil.

Pronto para fazer as malas? Aproveite e descubra também as melhores comidas e bebidas típicas da Itália.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verão 2020

Programe-se para curtir as belezas da Bahia no próximo verão! Temos dicas de lugares incríveis para suas férias.