Viajar de carro pela Argentina reserva passeios realmente inesquecíveis. Um país com tantas belezas naturais garante que a cada km percorrido se tenha um cenário dos sonhos, especialmente para quem tem a oportunidade de percorrer bons trechos pela Patagônia. Uma dessas estradas que vale a pena desbravar é a Rota dos 7 Lagos na Argentina, um trecho de 110 km que liga San Martín de los Andes a Villa la Angostura.

Bariloche é um dos destinos queridinhos dos leitores aqui do Quanto Custa Viajar, e não é para menos. A cidade montanhosa é perfeita para se conhecer no inverno e muito agradável em outras estações. Quem está com viagem marcada para Bariloche pode fazer a Rota dos 7 Lagos na Argentina, isso porque a cidade está a 80 km de distância de Villa la Angostura, que pode ser seu ponto de partida.

Partiu, Bariloche? Encontre sua passagem aérea aqui

Foto: Wikimedia Commons
Foto: Nicolas

Essa viagem de carro, em especial, vale a pena ser feita durante o verão, já que nesse período os dias são mais ensolarados e a paisagem ainda mais verde e colorida. No inverno, o viajante precisa estar ciente que as estradas ficam cobertas de neve e pilotar nessas condições pode ser complicado.

Saiba mais como se planejar para essa roadtrip que tem tudo para se transformar nas férias dos sonhos.

Rota dos 7 Lagos na Argentina, partindo de Bariloche

Foto: Wikimedia Commons

Após chegar a Bariloche e aproveitar alguns dias e passeios nessa cidade linda, alugue um carro e caia na estrada.

Onde se hospedar em Bariloche? Veja nossas dicas

Siga pela Ruta 40, estrada emblemática que liga Norte e Sul do país. Esse trecho por si só já é sensacional, paralelo à Cordilheira dos Andes com paisagens exuberantes ao longo do caminho. Siga rumo a Villa la Angostura, lá que começará sua trip.

A pequena e encantadora Villa la Angostura é um destino charmoso inclusive se você quiser se hospedar. Dar um pulinho até Isla Victoria e Bosque de Arrayanes, saindo um pouco da Rota dos 7 Lagos da Argentina, também é possível 😉

A partir desse vilarejo, o percurso dos sonhos começa! Uma curiosidade é que a rota se chama “dos sete lagos”, mas na verdade acaba cruzando 11 dessas belezas naturais argentinas.

Lago Nahuel Huapi

rota dos 7 lagos na argentina
Foto: Embajada de EEUU

A primeira pausa será no Lago Nahuel Huapi, ainda no setor de Bariloche. O lago tem 450 metros de profundidade em determinados pontos, cercado por montanhas e bosques verdinhos com uma beleza surreal do Parque Nacional Nahuel Huapi. Quem curte pesca esportiva encontra bastante opção de atividade para fazer por lá.

Lago Correntoso

rota dos 7 lagos da argentina
Foto: Wikimedia Commons

A próxima para é para ver o Lago Correntoso, todo cercado pelo Cerro Belvedere. É algo simplesmente surreal e talvez um dos cenários mais bonitos que você verá na sua vida. A região também se destaca pela culinária, por isso, aproveite para experimentar as tortas fritas.

Lago Espejo Grande

rota dos 7 lagos na argentina
Foto: Wikimedia Commons

Seguindo rumo ao Lago Espejo Grande, em determinada altura da Ruta 40 é necessário pegar um desvio pela Ruta 231 para chegar até ele. Um montão de mirante pelo caminho permite que o visual seja contemplado sob diferentes ângulos.

Lago Espejo Chico

Foto: Wikimedia Commons

Não é todo mundo que faz a Rota dos 7 Lagos da Argentina que vê o Lago Espejo Chico, porque é necessário pegar um desvio de apenas 2 km em estrada de terra para chegar até ele. Saiba que isso vale a pena, principalmente se chegar com o sol alto que reflete-se nas águas de um jeito encantador.

Lago Traful

Foto: Wikimedia Commons

A Villa Traful é um encanto! Com apenas 400 habitantes, essa charmosa vila tem casinhas com estilo alpino-andino e atividades de trekking para os aventureiros de plantão. Nessa região fica o Lago Traful, cujas águas refletem as montanhas, garantindo um visual maravilhoso.

Lago Escondido

Saindo do Lago Traful, siga para o Lago Escondido cujas águas são provenientes do Rio Pichu Traful. O lago tem 900 metros de extensão, também cercado por bosques e florestas verdinhas.

Lago Falkner

rota dos 7 lagos da argentina
Foto: Teo Romera

A 2 km de distância do Lago Escondido fica o Lago Falkner, que possui uma espécie de prainha de água doce com faixa de areia longa. O imponente Cerro Buque e suas pedras negras pode ser apreciado de lá.

Lago Villarino

Foto: Wikimedia Commons

A poucos quilômetros de distância, chega-se ao Lago Villarino, o lugar ideal para quem gosta de pescar truta. Se praticar esse esporte não é o objetivo, curtir o visual sem dúvidas vai agradar!

Lago Hermoso

rota dos 7 lagos da argentina
Foto: _tono

Sim, esse lago é muito hermoso! Quem gosta de natureza vai encontrar árvores nativas da região, como raúlis e lengas, além de um bosque patagônico com muitos veados coloridos. O triste é que aparecem vários caçadores atrás dos veados :/ Caso queira acampar Às margens desse rio, basta pedir autorização em San Martín de los Andes.

Lago Machónico

Foto: Wikimedia Commons

É bem provável que você já tenha visto uma foto desse rio com águas azuis-escuras em algum momento da sua vida, já que é um dos cenários da Rota dos 7 Lagos da Argentina mais compartilhadas. Com mirantes pelo caminho, encontrar um cantinho para registrar lindas fotos será fácil. Se quiser, aproveite para fazer passeios de caiaque ou canoa no local.

Lago Lácar

Foto: Pixabay

Já em San Martín de los Andes, seguindo pela rua principal da pequena cidade, chega-se ao Lago Lácar. A areia que compõem a Playa Catritre é o espaço ideal para se sentar e ficar ali, simplesmente olhando toda essa imensidão e beleza diante de seus olhos. Os mirantes também garantem vistas panorâmicas e privilegiadas do lago!

Vale a pena procurar uma hospedagem em San Martín de los Andes para pernoitar!

Uma baita viagem de férias a se fazer, não acha? Mesmo sendo um trecho curto, a dica é fazer todo o percurso com calma para aproveitar o caminho. É possível ver todos em um só dia? Sim! Mas não vale a pena, faça em pelo menos três dias, sem pressa, curtindo a paisagem e o momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *