Degustação é para os fracos. Bom mesmo é cometer o pecado da gula! Se você pensa assim, então precisa conhecer os rodízios de São Paulo, que vão muito além da pizza, da carne e da comida japonesa. O Quanto Custa Viajar separou opções que valem cada garfada, para você se esbaldar de comer!

Faz bastante tempo que surgiu o serviço de forma rotativa nas aventuras gastronômicas do Brasil, um país com alma de taurino: comilão que só. Em muitos estabelecimentos, é também sinônimo de lucro. Os rodízios de carne, por exemplo, chegaram a ser até exportados para fora do país, fazendo sucesso no Estados Unidos, que é um grande consumidor de proteína animal.

Em São Paulo, terra das invencionices e inovações, não tardam a surgir novas modalidades de rodízio a cada semestre. A maior e mais lucrativa nova empreitada é o de vinhos, que tem despontado na capital. Porém, há também as modas passageiras, que não duram pouco mais de uma temporada, como foi o caso do rodízio de açaí e de waffle.

Independente de qual seja a escolha ou a bola da vez, lembre-se de ter consciência das suas escolhas e não pedir mais do que deveria, afinal, o país também está entre os 10 que mais desperdiçam alimentos no mundo todo. São 26 toneladas de comida sendo jogadas no lixo anualmente. Fartura é ótimo, mas com propósito. Então honre a sua comida, lamba os dedos e limpe o prato nos rodízios em São Paulo!

Rodízio de vinhos

Com o intuito de popularizar e aproximar as pessoas da cultura enóloga, o bar Bocca Nera lançou algo inovador na cidade: um rodízio de vinhos. São 15 rótulos nacionais e importados, servidos durante a noite toda, indo do champanhe aos vinhos branco, rosé, tinto e de sobremesa. Pagando um valor fixo, o cliente pode repetir a taça quantas vezes desejar e vai avaliando seus favoritos em uma tabelinha oferecida pela casa. No menu há porções e pratos, com sugestões de harmonização. Não se esqueça de pedir uma água, porque você vai precisar!

Quanto custa: R$ 79,90 a R$ 89,90 por pessoa.
Onde: rua Mourato Coelho, - Vila Madalena.

Bons vinhos entram nas opções de rodízios em São Paulo – Foto: divulgação

Rodízio de coxinha

A coxinha é uma grande paixão dos paulistanos e não por acaso é encontrada com facilidade na capital. Mas já imaginou um lugar que produz mais de 60 sabores do quitute brasileiro? Assim é o Santa Coxinha, restaurante que vende tanto a unidade quanto também o rodízio de coxinha, servida em tamanho pequeno, que faz os olhos dos fãs brilharem. De terça a quinta-feira, a casa serve até 13 sabores por um valor fixo, incluindo sabores doces e vegetarianos, além de refrigerante e água dentro do preço a vontade.

Quanto custa: R$ 49,90 para adultos; crianças de 6 a 12 pagam R$ 29,90; crianças até 6 anos não pagam nada.
Onde: Praça República Lituana, 73  - Vila Prudente

Foto: divulgação

Rodízio de brigadeiro

Uma pequena loja no bairro Jabaquara fez um baita sucesso ao lançar a versão rodízio do doce que faz a cabeça dos brasileiros e dos gringos: o brigadeiro. Aos sábados, das 10h às 16h acontece na Universo do Brigadeiro o sistema que serve até 20 sabores da iguaria, com cardápio variado de acordo com a época do ano. Chocolate belga, churros, laranja e pistache estão entre as opções. O cliente pode comer quantos quiser.

Quanto custa: R$ 39,90 adulto, crianças de 0 a 5 anos é grátis e crianças de 6 a 10 anos pagam R$ 24,90
Onde: Rua dos Buritis, 251  - Jabaquara

Foto: divulgação

Rodízio de mini hambúrguer

Faz alguns anos que o rodízio de mini hambúrguer surgiu como moda na capital e segue até hoje com algumas casas servindo nove pequenas porções variadas de pão, hambúrguer e condimentos. Na Hamburgueria Artesanal, o sistema rotativo conta com cinco tipos de carne, quatro tipos de pães e 11 combinações, que o cliente pode ir escolhendo como lhe convém. Há até mesmo opções doces, com recheios de beijinho, Nutella e brigadeiro dentro do lanche! como o cheese calabresa e o cheddar com cebola caramelizada.

Quanto custa: R$ 39,90 por pessoa, com batata frita e polenta frita a vontade. A versão premium fica em R$ 65,90 por pessoa, incluindo cortes mais nobres de carne, porções e lanches a vontade, além de uma bebida.
Onde: Rua Guaimbe, 161  - Mooca

Foto: divulgação

Rodízio de pastel

Vai mais uma friturinha aí? A casa Villa do Pastel do bairro Cotia serve o quitute crocante e recheado na versão rodízio, em tamanho mini. No menu cabem até 14 sabores para se provar à vontade, passando pelos clássicos frango, queijo e carne. Há também opções doces e casquinhas de pastel em formato de cone, completas com brigadeiro. A loja se destaca ainda por vender massas coloridas e temperadas, com ervas finas, pimenta ou alho.

Quanto custa: R$ 24,90 por pessoa.

Onde: Rua Joaquim Nunes Filho, 29 - Vila Monte Serrat

Foto: divulgação

Rodízio de fondue

Se esbaldar em fondue já é um clássico entre os paulistanos. Mas no Chalezinho, a gostosura derretida também pode ser consumida na versão rodízio, com direito a repetição. Com unidades no Morumbi e no Itaim, a charmosa casa em estilo alpino serve fondue doce e salgado, acompanhado de pães e frutas, ao som de piano ao vivo a partir das 19h. No cardápio, além das receitas tradicionais, estão presentes opções sem lactose, vegana, sem glúten, além de sabores inusitados, como de trufas negras, cogumelos, leite ninho e doce de leite. Costuma atrair casais ao longo do ano todo.

Quanto custa: R$ 149,00 por pessoa de domingo a quinta-feira; de sexta e sábado o valor sobe para R$ 159,00 por pessoa.
Onde: Rua Itapimirum, 11  - Morumbi ou Rua Jerônimo da Veiga, 149  - Itaim.

Outra opção – mais em conta – é a do Empório Bar e Restaurante, em Moema. As fondues são servidas à vontade nos sabores tradicionais. O de queijo, feito à moda suíça com gruyère e emmenthal, acompanha pães, linguicinhas e batatinhas. O de carnes – sem adição de óleo – inclui babybeef, filé de frango e linguicinhas, junto com pães, batatinhas e molhos. A versão doce pode ser de chocolate ou doce de leite, com frutas da época, suspiro, biscoitinhos e marshmallow para mergulhar na panela.

Quanto custa: R$ 59,90 a R$ 69,90  por pessoa durante a semana;  R$ 129,90 para duas pessoas aos finais de semana.

Onde: Av Cotovia, 364  - Moema

Caminho do Queijo Artesanal Paulista revela o potencial e valoriza a produção em SP

Foto: divulgação

Rodízio vegetariano e vegano de comida japonesa 

A comida oriental é muito apreciada em São Paulo e está em sistema de rodízio a pelo menos 20 anos. Mas, eis que recentemente surgiram os primeiros rodízios de comida japonesa sem proteína animal, sendo um vegetariano e um vegano. No Djapa, são 20 pratos vegetarianos e oito opções de sobremesa. Carpaccio de abobrinha, niguiri de shiitake e sushi com edamame (grãos de soja verde) chegam até a mesa da cliente.

Quanto custa: R$ 75,00 por pessoa pelo rodízio completo; R$ 55,00 por pessoa pelo rodízio executivo, servido no almoço de segunda a sexta-feira.
Onde: Rua Gaivota, 168  - Moema

Já os vegans podem recorrer o Sushimar, que em São Paulo montou uma casa 100% vegana, fazendo fama com o rodízio japonês. A culinária asiática foi bem adaptada, incluindo no menu niguiri de coco, gunkan de salada de repolho roxo com tomatinhos, guioza de abóbora kabochá e shitake, lamen com caldo de legumes, tofu e cogumelos. O restaurante também conta com outros itens criativos no cardápio, além de servir combo de almoço executivo.

Quanto custa: R$ 65,00 por pessoa no almoço de terça a sexta; e R$ 76,00 por pessoa no jantar.
Onde: Alameda Campinas, 1287 - Jardim Paulista

8 hotéis vegetarianos e veganos para curtir as férias ao redor do mundo

Sushi sem peixe é a nova moda entre os rodízios em São Paulo – Foto: divulgação

Rodízio de comida árabe

Os árabes têm uma dieta muito equilibrada e nutritiva. O brasileiro definitivamente caiu nas graças de seus temperos e consome bastante dessa culinária, mesmo que seja meio “abrasileirada”. No Baruk, as delícias árabes chegam à mesa em porções, incluindo 17 pratos, começando pelo pão sírio caseiro e quentinho, acompanhando de hommus, babaganuch e coalhada seca. Na sequência, kibe cru, tabule, arroz sírio, charuto de folha de uva e repolho e esfihas vão compondo o banquete.

Quanto custa: R$51,90 por pessoa no almoço de segunda a sexta-feira; R$ 61,90 por pessoa no jantar e no almoço aos finais de semana e feriados.
Onde: Rua Bandeira Paulista, 399 - Itaim ou Alameda Raja Gabaglia, 160 - Vila Olímpia.

Foto: divulgação

Rodízio de comida mexicana

Ainda tímido na capital, o rodízio de comida mexicana é uma opção bacana para se explorar. No pequeno restaurante Los Picos, a rodada inclui Nachos, Guacamole, Sour Cream, Salsa Mexicana, Chilli com Carne, Tostadas, Tacos, Soft Tacos, Soft Tacos e Quesadillas, com variedade de carnes. A comida é bem feita e servida em porções menores. Além do rodízio, a casa prepara combos para duas a seis pessoas, que também valem a pena.

Quanto custa: R$ 59,90 por pessoa. Fique de olho nas promoções, porque o rodízio chega a cair para R$ 34,90 no jantar e R$ 29,90 no almoço.
Onde: Rua Silva Bueno, 1683  - Ipiranga

Foto: divulgação

Rodízio de comida peruana

A gastronomia do Peru é reconhecida mundialmente pela qualidade. No Brasil, é claro que nem ela escapa do sistema rotativo, mas ao menos passa pelas mãos de quem veio do país vizinho: o chef Marco Espinoza. No restaurante Lima Cocina Peruana, no bairro Jardins, são servidos 7 opções de piqueos (porções), 11 pratos frios, 8 pratos quentes e 1 sobremesa. Nessa brincadeira entram delícias como espeto de polvo, ceviche de atum, cozido de cordeiro e peixe branco com leite de tigre. O doce é sempre uma sugestão do chef, que varia de acordo com o dia.

Quanto custa: O rodízio executivo - servido de segunda a sexta no almoço - custa R$ 69,00. No jantar e aos finais de semana/feriados custa R$ 99,00 por pessoa.
Onde: Alameda Lorena, 1784 - Jardim Paulista

Até comida peruana entra na lista de rodízios em São Paulo – Foto: divulgação

*Valores consultados em agosto de 2019, sujeitos a alteração.

Sem passar fome: conheça a culinária ogra ao redor do mundo

1 comentário

  1. Ótimas opções Brunella, já fui em alguns dessas dicas e são muito boas mesmo!
    Só achei falta de um rodízio de churrasco! A melhor opção para mim é a Bovinus da Av. Rebouças, as carnes são muito saborosas e tem grande variedades de cortes, que acompanham um buffet super completo. Fora o atendimento deles que faz a gente se sentir em casa e tem um toque bem sulista pelo uso das roupas típicas gaúchas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verão 2020

Programe-se para curtir as belezas da Bahia no próximo verão! Temos dicas de lugares incríveis para suas férias.