O quarteto mais famoso de Liverpool tinha um lado espiritual que ia além do rock’n’roll. Na cidade de Rishikesh, na Índia, o retiro espiritual dos Beatles – como é conhecido – reabre ao público depois de anos de abandono. A fama é devido os integrantes do grupo terem aprendido a meditar no local quando estavam no auge do sucesso.

Foi em meados da década de 1970 que o ashram Maharishi Mahesh Yogi e seus seguidores abandonaram o retiro, que seguiu famoso por anos graças aos fãs da banda, que chegavam a pular muros e subornar guardas para poder entrar no retiro fechado.

RetiroBeatles4

Com todo esse potencial turístico, o espaço volta a abrir as portas ao público, com ingressos que variam de US$ 2,24 (cerca de R$ 8,55) para turistas indianos a US$ 10,49 (R$ 40) para estrangeiros. A arquitetura rústica permanecerá, revelando os sinais do tempo. Um grande graffiti na sala de meditação é um dos grandes atrativos, mas novos desenhos só poderão ser feitos com autorização a partir de agora.

Foi neste endereço sagrado que os Beatles compuseram muitas músicas do White Album, lançado em 1968. Seriam três meses isolados do mundo, mas boatos dizem que Ringo Starr deixou o local em apenas 10 dias. Paul McCartney após um mês, enquanto John Lennon e George Harrison ficaram por seis semanas. O livro The Beatles in Rishikesh conta melhor essa história.

RetiroBeatles3

RetiroBeatles

RetiroBeatles2

RetiroBeatles5

RetiroBeatles6

RetiroBeatles8

RetiroBeatles9

RetiroBeatles10

RetiroBeatles7

Fotos via

Para onde viajar
Eu tenhoBudget
e quero viajar porDias
Para onde viajar

Quando não está viajando pelo mundo, está viajando nas ideias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *