A gente sabe que o momento não é ideal para sair de casa e viajar por aí, mas nada impede que você conheça alguns destinos interessantes online e, assim, consiga planejar suas férias do ano que vem – dias melhores virão, né?

Pensando nisso, reunimos aqui a lista dos países mais felizes do mundo em 2020 com base em um ranking produzido pela CNN, e você pode usar esse critério para decidir qual será seu próximo destino, afinal quem é que não gosta de estar em um lugar feliz? =D

Para a classificação, foram considerados fatores essenciais para a nossa sensação de felicidade: renda, liberdade, falta de corrupção, expectativa de vida saudável, apoio social e generosidade.

Os países cujas populações estão satisfeitas com esses itens são, no fim das contas, aqueles que tendem a trabalhar melhor em momentos de crise, como a atual pandemia do Coronavírus. A seguir, listamos esses países e reunimos algumas curiosidades bacanas sobre eles:

5º – Noruega

paises mais felizes do mundo
Foto: Pixabay

Não é novidade que a Noruega é uma nação exemplar em muitos aspectos. Em 2014, foi o país número um no mundo em termos de prosperidade, riqueza e bem-estar.

As políticas de bem-estar social na Noruega são realmente levadas a sério e destinadas a todas as pessoas: lá prisioneiros têm acesso a internet, por exemplo, e sempre que um autor lança um livro na Noruega, o governo compra mil exemplares da obra e distribui nas bibliotecas do país.

O acesso à educação também é destaque: as universidades públicas são gratuitas para estudantes de todos os lugares do mundo (fica a dica aí para quem estiver pensando em fazer intercâmbio).

Outro ponto bacana por lá é a qualidade do transporte público, tanto que o falecido rei Olav V era adepto de viagens de ônibus e metrô e, inclusive, sempre pagava a passagem.

E se o seu objetivo é andar em segurança, fique tranquila: só para você ter ideia, uma reportagem de 2010 informava que apenas 10 policiais noruegueses foram assassinados desde a Segunda Guerra Mundial até aquele momento. Aliás, para se tornar um policial por lá são necessários três anos de ensino superior.

E por fim, mas não menos legal: os passaportes noruegueses mostram luzes da aurora boreal quando expostos aos raios solares. <3

4º – Islândia

paises mais felizes do mundo
Foto: Pixabay

Eis outro sonho de consumo de quem ama viajar, né? E quer saber de uma coisa superlegal sobre a Islândia? Ela serviu de treino de pouso para os astronautas da Missão Apollo, pois as terras do país são as que mais se parecem com a superfície lunar.

E se você curte História, essa é bacana: muitos pesquisadores afirmam que Cristóvão Colombo esteve na Península de Snaefellsnes, na Islândia, em 1477, onde teria aprendido sobre as explorações vikings do Novo Mundo. Será?

Outra coisa interessante sobre o país é que ele foi eleito o mais pacífico do mundo por seis anos seguidos desde 2010, e, além de ser uma nação segura é também terra de bons leitores: a Islândia tem mais livros publicados e lidos por pessoa do que qualquer outro lugar do mundo.

E para encerrar, uma boa notícia aos alérgicos: a Islândia e as Ilhas Faroé são os únicos lugares do mundo completamente livres de mosquitos. Já dá vontade de arrumar as malas, né?

3º – Suíça

paises mais felizes do mundo
Foto: Pixabay

O país tem a segunda expectativa de vida mais alta do mundo, chegando aos 83,4 anos, o que explica porque ele está aqui nessa lista, além, é claro, de ser um excelente destino turístico.

É sempre bacana conhecer as leis próprias de cada país, não é mesmo? A Suíça tem uma lei bem fofinha: como o porquinho-da-Índia é um animal que tende a sofrer com a solidão, é ilegal comprar só um porquinho-da-Índia por lá – você tem que levar para casa pelo menos dois desses bichinhos, se quiser tê-los como animais de estimação. Nada mais justo.

E você sabia que o túnel mais longo do mundo vai da Suíça até a Itália, abaixo dos Alpes, medindo impressionantes 57 Km? Essa construção levou 17 anos para ficar pronta. =O

Uma das estátuas mais antigas de Berna, “Kindlifresser”, ou “Comedor de criancinhas” é meio bizarrinha e até hoje ninguém sabe por que o cara está com a cabeça de um bebê enfiada na boca e com mais alguns bebezinhos pendurados em seu corpo. Esquisitices do mundo da Arte.

E se você for uma pessoa de paladar aventureiro, saiba que há diversos estabelecimentos que vendem pratos feitos com insetos na Suíça, que foi o primeiro país europeu a permitir a venda dessas iguarias para quem tem estômago forte.

2º – Dinamarca

Foto: Pixabay

A população da Dinamarca, embora tenha baixos índices de natalidade, continua crescendo devido à imigração, e agora que sabemos que esse é o segundo país mais feliz do mundo, não é difícil entender o motivo.

Se você resolver conhecer a cidade de Copenhagen, saiba que lá há mais bicicletas do que pessoas, então não deixe de olhar para os lados antes de atravessar as ruas, hein! O país é também considerado o menos corrupto do mundo, então viajar para lá é também uma experiência incrível de cidadania.

Além disso, a Dinamarca tem uma monarquia de mais de mil anos de existência, sendo a mais antiga da Europa, e a palavra “Bluetooth” tem origem ao segundo rei dinamarquês, Harald Bluetooth.

Uma experiência bacana para fazer se estiver por lá é ir ao cinema. Muitos filmes dinamarqueses são apresentados com legenda porque é difícil até mesmo para os nativos compreender os diferentes dialetos falados no país.

1º – Finlândia

Foto: Pixabay

Em primeiro lugar está a Finlândia, que é oficialmente o país mais feliz do planeta. Lá, a educação é tão valorizada que, quando uma pessoa recebe um título de Ph.D., ela ganha também uma cartola e uma espada. As universidades do país também não cobram taxa de matrícula de estudantes estrangeiros e, de quebra, oferecem oportunidades de carreira em inglês para quem vem de fora.

Em 2010, a Finlândia se tornou o primeiro país do mundo a tornar o acesso à internet um direito legal, e se você quiser se divertir com máquinas caça-níqueis por lá, saiba que as que têm no país são monopolizadas por apenas uma empresa sem fins lucrativos, que destina todos os seus ganhos a obras de caridade. Aí dá até gosto perder dinheiro!

Os finlandeses amam fazer sauna e, só para dar uma dimensão do tamanho desse amor, saiba que há 2 milhões de saunas no país, cuja população é de 5 milhões de habitantes. Será que é esse o segredo da felicidade?

Lá, todo mundo se refere à Finlândia como “o país dos mil lagos”, mas, na verdade, são 188 mil lagos no território finlandês, para sermos mais precisos.

E sabia que existe um Golf Club na fronteira entre a Suécia e a Finlândia? Metade dos buracos está em um país e a outra metade, no outro. Taí um jeito inusitado de jogar golfe, não é mesmo?

Conta pra gente qual dessas curiosidades foi a mais surpreendente para você!

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *