Um paraíso no coração de Floripa que nem todo turista que visita a capital de Santa Catarina conhece. As piscinas naturais da Barra da Lagoa são cheias de beleza e um passeio diferente para fazer durante uma viagem à Ilha da Magia. Este lugar, especialmente quando se para por alguns instantes no alto das pedras, rende belas paisagens e um banho de mar bem gostoso!

A região com grandes pedras chamada de piscina na verdade é um costão direto para mar-aberto. O local caiu no gosto dos aventureiros de plantão e apaixonados pela natureza que encaram uma trilha de pouco mais de 15 minutos até chegar a esse ponto lindo em Florianópolis:

Compre aqui sua passagem aérea para Florianópolis

Na maior parte do tempo, as águas são assim, calmas e cristalinas. Mas, fique esperta: com vento para o Nordeste, o mar fica bem agitado e toda essa calmaria desaparece — muitas vezes de uma hora para outra! Por isso, não custa nada dar uma olhadinha no Google como está a situação do vento no dia do passeio, não é mesmo?

Alguns pescadores e moradores locais costumam dar avisos aos visitantes sobre a situação do mar, recomendando ou não o banho na região em determinado momento do dia. Leve em consideração a experiência de cada um deles 😉 ainda mais porque não existem salva-vidas fixos por lá.

O visual é lindo e a diversão nas piscinas também é grande. Mas, com o mar: ninguém deve brincar! Faça o passeio com calma, respeito e bastante atenção.

Veja também: O Caribe brasileiro é aqui: a Ilha do Campeche é um dos destinos mais lindos de Floripa!

Como chegar às piscinas naturais da Barra da Lagoa

Tá em Floripa e quer conhecer esse cantinho lindo? Para chegar até as piscinas, vá de carro pela Estrada Geral da Barra até a Barra da Lagoa. Deixe seu carro estacionado e siga o restante do passeio a pé!

Na Barra da Lagoa, atravesse a ponte pênsil sobre o Canal da Barra. Logo à frente, na Servidão da Prainha, vire à esquerda. Nesse ponto, você deve “seguir reto toda vida”, como um bom catarinense gosta de dizer. Passe por vários hostels, por pousadas, residências, ruas estreitinhas, até chegar ao final da Servidão da Prainha.

Neste ponto, o visitante encontrará placas, indicando o início da trilha para as piscinas naturais. Tudo é bem sinalizado e você pode ir sem medo de se perder! A trilha consiste de uma caminhada leve, com pouco mais de 600 metros, completada em menos de 15 minutinhos no meio da vegetação.

Veja também: Saiba quais são as cinco praias mais badaladas de Florianópolis

Finalizando a trilha, chega-se às rochas e a imensidão do mar abre-se diante dos seus olhos. Esta área não tem areia, ok? Muitas pedras ficam no nível do mar e isso facilita bastante o acesso à água. Mas, a maioria das pessoas gosta mesmo é de pular do alto das rochas diretamente para a água.

IMPORTANTE: quem não sabe nadar é melhor ficar só olhando o visual a partir das pedras. Bem pertinho das rochas, você até consegue ficar em pé, mas dois passos adiante a profundidade fica grande, chegando a 3 metros em determinados pontos. Quer saltar? Faça isso com bastante responsabilidade para não estragar seu passeio, até mesmo porque as pedras podem estar escorregadias.

Leve seu protetor solar no dia do passeio às piscinas naturais da Barra da Lagoa: não tem nenhum cantinho de sombra para se proteger do sol na região do costão. Se tiver máscara de snorkel e boias estilo macarrão leve também em seu passeio: isso ajudará você a boiar, a observar o fundo do mar e aproveitar ainda mais o tour.

E lembre-se: ao notar que o mar esboçou qualquer mudança ou ficou mais agitado, saia da água imediatamente!

Curta bastante seu dia e aproveite esse momento também para buscar um pouco mais de paz de espírito, relaxando sobre as pedras e apreciando toda a imensidão da natureza ao seu redor. Ao sair das piscinas naturais da Barra da Lagoa, você pode passar o resto do dia na Prainha, que fica antes de chegar ao costão. Essa praia possui águas cristalinas em que é possível ver o fundo do mar sem grandes dificuldades.

Você já visitou as piscinas naturais da Barra da Lagoa? Se sim, compartilhe sua experiência com mais viajantes, quanto mais informações repassarmos para quem visita Florianópolis, melhor tornamos o passeio de todo mundo!

Onde se hospedar em Floripa? Encontre as melhores opções aqui

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *