Atração pioneira na Serra Gaúcha, o Bondinho em Canela é um passeio obrigatório para todo mundo que visita a região. Fazendo parte dos Parques da Serra, o teleférico fica no coração de uma área com belezas naturais incríveis, entre montanhas e vales, além de fauna e flora rica e diversificada.

Ao todo, o bondinho possui 840 metros de percurso suspenso em cabos de aço e, durante o passeio, os visitantes podem contemplar essas paisagens e ver bem de perto e do alto a famosa Cascata do Caracol.

Quanto custa viajar para Canela? Confira todas as informações aqui

Os bondinhos do parque são equipados com tecnologia suíça, a mesma utilizada nos teleféricos dos Alpes Suíços e referência em qualidade, conforto e segurança — pode ir sem medo, inclusive com chuva!

Cada uma das cabines colorida possui capacidade para levar até oito pessoas sentadas com vista panorâmica do local. Muitas vezes, quando o fluxo de visitantes está pequeno, casais e famílias podem subir sozinhos nos bondinhos, aproveitando todo o espaço.

Veja também: Parque do Caracol, em Canela, é um dos pontos mais visitados da região Sul

Como é o passeio de Bondinho em Canela

Ao chegar no parque, você dá de cara com uma construção fofinha e típica da Serra Gaúcha! É possível comprar na hora seu ingresso na bilheteria local com dinheiro ou cartões de crédito e débito. O ingresso custa R$ 46 por pessoa (crianças de 6 a 12 anos e idosos acima de 60 pagam meia-entrada. Até 6 anos não paga). Se quiser evitar filas, adquira seu bilhete pela internet no site oficial do Parques da Serra.

O local conta com um estacionamento grande (sem custo adicional), com várias árvores ao redor que rendem boas sombras. Pare seu veículo em uma vaga e dirija-se até a Estação Central, local onde seu passeio começa. Em períodos de alta temporada, pode ser que você enfrente fila, ok? Mas é tudo bem organizado e isso não prejudicará seu passeio 😉

Onde se hospedar em Canela? Confira boas opções aqui

Já na Estação Central, embarque em uma cabine, conforme a orientação dos monitores, para iniciar a subida. O percurso é bem rápido e em menos de dois minutos chega-se à Estação Animal.

Lá no alto, você pode fazer uma pausa para ver o fluxo de idas e vindas do Bondinho em Canela, ir ao mirante para tirar fotos e apreciar a imponente Cascata Caracol.

Em seguida, parta para a trilha ecológica que possui apenas 210 metros de extensão. A trilha é plana e possui calçamento, o que facilita o deslocamento para cadeirantes e idosos. Sim: cadeirantes podem usar o teleférico numa boa, já que as cabines podem ser totalmente paradas para o acesso seguro do visitante por meio de rampas.

Esta trilha ecológica é um passeio educativo em meio à natureza para o visitante aprender mais sobre os animais que habitam o parque e plantas da região.

Veja também: Mais passeios legais para fazer em Gramado e Canela

Ao final desse breve percurso, o visitante chega ao Espaço Esculturas que Falam. Trata-se de uma sala com diversas esculturas de animais feitas em madeira.

Cada escultura possui ranhuras que emitem o som dos respectivos animais, sendo o visitante quem manipula essas ranhuras para reprodução dos sons. A criançada se diverte e o trabalho talhado na madeira impressiona.

Veja também: Embarque em uma aventura gastronômica no Férreo Restaurante e Fiambreria em Canela

Banheiros e uma lanchonete que vende pipoca e bebidas ficam no final da trilha 😉 Após essa caminhadinha, é hora de iniciar a descida. Em vez de parar na Estação Central, o teleférico irá descer direto até a Estação Caracol.

Este é o ponto alto do passeio, já que a partir do mirante é possível ter uma vista ainda mais bonita da Cascata Caracol. Olha só que coisa mais linda de viver:

Neste ponto, o pessoal do parque bate fotos profissionais dos visitantes com a cascata ao fundo. Você pode comprar a fotografia se quiser, o preço consultado em dezembro de 2019 estava R$ 20/foto.

Ao retornar e desembarcar na Estação Central, desça um lance de escadas para ir a uma área com lojas. A lojinha de chocolates oferece degustação gratuita, caso queira provar um docinho 😉

É neste andar inferior que acontece a saída da Eagle, uma tirolesa motorizada para quem quiser ter uma vista diferenciada do parque. A atração nada mais é do que uma cadeira para até duas pessoas que simula o voo de uma águia.

Veja também: Parque de diversões em Canela anima férias escolares; conheça o Alpen Park

Foto: reprodução / Parques da Serra

A cadeira se desloca em um cabo de aço por 180 metros de distância a uma altura de 21 metros, mas com um desnível de 45 metros em relação ao local de saída, onde se poderá observar a Cascata do Caracol e a vista do vale por um ângulo diferente.

O preço dessa tirolesa custa R$ 35 para uma pessoa e R$ 60 para duas pessoas, pagos à parte da entrada do teleférico. Não é nada radical, super veloz ou pendurado como acontece na maioria das tirolesas. É bem sem graça para falar a verdade e até indicado para crianças.

Mas o passeio de bondinho em Canela é lindo. Reserve pelo menos uma hora para fazer esse tour e curtir o visual do parque, especialmente a vista privilegiada da Cascata Caracol. É um pecado ir para Gramado e Canela e não visitar o Parques da Serra – Bondinhos Aéreos.

Prefere se hospedar em Gramado? Encontre aqui os melhores hotéis e hostels

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *