Pode parecer impossível respirar um pouco de ar puro em uma metrópole, mas saiba que a natureza se faz presente mesmo no meio do caos. Selecionamos 10 parques em São Paulo que são menos conhecidos, mas muito interessantes para curtir um dia em família, com amigos ou simplesmente na própria companhia. 

A capital paulista é realmente um amontado de prédios e barulho, mas indo além da poluição toda, a gente consegue encontrar refúgios que nos levam pra bem longe de tudo isso. Atualmente, são mais de 194 milhões em m² de áreas verdes, que seguem em expansão para buscar um maior equilíbrio entre as regiões, além de ajudarem a drenar as chuvas, melhorarem a qualidade do ar, entre outros benefícios. 

Nos parques de São Paulo se destacam o Parque do Ibirapuera, Parque da Aclimação, Horto Florestal, Jardim Botânico e Parque da Água Branca entre alguns dos mais frequentados pelos paulistanos. Mas há muita vida além deles e aqui estão algumas opções para você desbravar mais o verde da cidade. 

Explore diferentes parques em
São Paulo

Parque Raul Seixas
Rua Murmúrios da Tarde, 211 — COHAB 2

O parque localizado na Zona Leste de SP passou por uma revitalização que o levou a concorrer neste ao Prêmio ArchDaily Brasil Obra do Ano e a receber o Selo de Acessibilidade Arquitetônica. Isso porque favorece, por meio da implementação de recursos acessíveis, pessoas idosas, com mobilidade reduzida, crianças, pessoas com deficiência e pessoas em situação de rua. 

Os playgrounds, por exemplo, são adequados para que todas as crianças, independente de suas condições físicas e cognitivas, possam brincar. Possui ainda quadras poliesportivas, quiosque, paraciclo, mesa de xadrez, lago, nascente e quadra de bocha, além de uma Casa de Cultura. 

Foto: divulgação/Prefeitura de SP

Parque Ecológico Imigrantes
Rod. dos Imigrantes, 650 — Curucutu, São Bernardo do Campo

Entre São Bernardo do Campo e o litoral Sul paulista está uma enorme área verde, onde foi construído o parque de iniciativa privada. Pautado pela sustentabilidade, o contato com a natureza e a inclusão, o parque conta com pontes suspensas acessíveis que atravessam um trecho remanescente da Mata Atlântica, mantendo o público próximo à copa das árvores. 

A infraestrutura conta com recursos de áudio e uma Trilha Sensorial, destinada especialmente à deficientes visuais e pessoas com necessidades especiais, permitindo o toque, paladar e aromas de plantas nativas ou exóticas.

Parques em São Paulo – Foto: divulgação

Parque Modernista
Rua Santa Cruz, 325 (Museu) — Vila Mariana

Um dos parques mais legais da capital é também um dos mais escondidinhos. A Casa Modernista, construída pelo arquiteto Gregori Warchavchik para a sua família, segue como exemplo dessa escola arquitetônica, que revolucionou e influenciou as seguintes. Foi a primeira do tipo a ser implementada no Brasil.

Além de conhecer e se inspirar com as instalações, o público pode desfrutar do bosque ao redor, que conta com passarelas, bambuzal, bancos feitos com troncos de árvores e espécies botânicas, seguindo o projeto paisagístico de Mina Klabin.

Foto: Brunella Nunes/QCV
Foto: Brunella Nunes/QCV

Parque Ecológico Vila Prudente
Rua João Pedro Lecor, s/n — Vila Prudente

Criado em um bairro carente de áreas verdes, o parque agora faz bonito na região da Vila Prudente. O público pode desfrutar de pista de cooper e caminhada, academia ao ar livre, playground e cachorródromo, para a alegria dos pets. 

Por ali circulam cerca de 25 espécies de aves, entre árvores raras e ameaçadas de extinção, como o Pau-Brasil. No Jardim Japonês se encontra uma cascata e um lago repleto de carpas. 

Lago de carpas e jardim japonês se encontram nos parques em São Paulo –
Foto: divulgação/Prefeitura de SP

Parque Praia São Paulo
Avenida Atlântica, 3100 (Antiga Robert Kennedy)

Também chamado de Praia do Sol, o parque foi criado na orla da Represa de Guarapiranga para não apenas aproveitar o espaço como também incentivar a preservação da biodiversidade. É voltado para a prática de esportes e possui uma pequena área destinada a banhistas, quiosques, pista de caminhada, quadras de areia, playground e ciclovia.

Em 2017 ganhou um centro cultural, o Praia da Cultura e Meio Ambiente, onde são oferecidas cursos e oficinas de arte, além de reprodução de filmes e documentários com a temática ambiental.

Foto: divulgação/Prefeitura de SP

Parque Piqueri
Rua Tuiuti, 515 — Tatuapé

Rodeado por belezas naturais, o parque possui várias paisagens para contemplação. Logo na entrada, o público caminha por uma alameda de Sibipirunas, árvores enormes, que quase se abraçam no ar. Antigamente, a área pertencia a uma chácara, que foi cedida ao Poder Público.

Possui ainda uma passarela de bambuzal, um lago, pista de cooper, campo de futebol de areia, quadras, aparelhos de ginástica e playgrounds. Há ainda uma modesta porém agradável biblioteca, que funciona como ponto de leitura, não tendo livros para circulação, apenas para consulta no local. 

Foto: Brunella Nunes/QCV

Parque CienTec
Avenida Miguel Stéfano, 4200 — Água Funda

O parque de Ciência e Tecnologia da USP é um atrativo para toda a família, mas em especial para o público infanto-juvenil. O local fica na Área de Conservação conhecida como Parque Estadual das Fontes do Ipiranga (PEFI), junto ao Jardim Botânico e ao Zoológico de São Paulo.

Dedicado à estudos, pesquisas e sua difusão, o parque conta com uma Estação Meteorológica, brinquedos de aprendizado de Física, exposição de matemática, espaço de geofísica, um planetário e edifícios relacionados a observações astronômicas, construídos entre 1932 e 1941. 

Ciência e astronomia é assunto entre os parques em São Paulo – Foto: divulgação/CienTec

Parque Municipal Jardim Herculano
Estrada da Riviera, 2282 — Jd. Herculano

Preservando mananciais e nascentes, o parque é rico em biodiversidade devido à mata fechada em seus arredores, remanescentes de pomar e de Mata Atlântica, que abrigam em torno de 64 espécies de aves e 106 espécies botânicas.

O público pode percorrer trilhas, fazer caminhada, utilizar equipamentos de ginástica ao ar livre e playground. 

Foto: divulgação/Prefeitura de SP

Parque Natural Municipal Varginha
Av. Paulo Guilguer Reimberg, 6.200, Chácara Santo Amaro — Grajaú

A cerca de 30 km da região central, o parque na zona Sul da capital é diferente dos demais, pois não abre todos os dias, funcionando apenas às quartas-feiras, sábados, domingos e feriados, das 08h às 17h. 

O público pode fazer trilhas e participar de atividades educativas voltadas à preservação do meio ambiente. Conta ainda com lago, playground, pista de bicicleta, mirante, biblioteca e um píer na margem da represa Billings. 

Foto: divulgação/Prefeitura de SP

Parque Ecológico Chico Mendes
Rua Cembira, 1201 — Vila Curuçá Velho

Localizado no Itaim Paulista, na zona leste, o parque tem mais de 61 mil metros quadrados, onde se encontram espécies variadas da flora, como abacateiro, bambu-chinês e cedro-japonês, além de 74 espécies de animais.

Os visitantes podem percorrer uma trilha, conhecer nascentes, córrego e lago. Churrasqueiras, quiosques, quadras de futebol, pista de cooper e playgrounds também estão disponíveis para uso. Em um casarão cultural são exibidas exposições.

Foto: divulgação/Prefeitura de SP

Parque Cemucam (Bike Park)
Rua Mesopotâmia, s/n (km 25 da Rodovia Raposo Tavares sentido Capital) — Jd. Passárgada — Cotia

Com remanescentes da Mata Atlântica, o parque começou com uma demanda dos escoteiros para incentivar o campismo. Hoje, além de contar com bosques e demais equipamentos de lazer, se destaca pelo Bike Park, uma área destinada aos ciclistas e à modalidade mountain bike, com um circuito estruturado para a prática. 

Possui ainda campo de futebol, quadra poliesportiva, quiosques com churrasqueiras, pista de cooper, trilha, playgrounds e estacionamento. 

Parques em São Paulo agradam todos os tipos de público – Foto: divulgação/Prefeitura de SP

Partiu, Sampa? Confira aqui opções de hospedagem na capital!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aproveite a Black Week da Zarpo!

Até 50% de desconto em hospedagens incríveis