Inaugurado oficialmente em janeiro de 2018, o Parque Nacional Patagônia, no Chile, é uma área de preservação com quase 305 mil hectares com imensos vales, moldados pelo rio Chacabuco. A região abrigava, antigamente, fazendas de gado e de ovelhas. Séculos depois, esse cenário de pastoreio deu espaço para um dos mais altos níveis de biodiversidade da região de Aysén.

Localizado a mais de 2 mil km de distância de Santiago e a 1.400 km de Pucón, no Chile, o Parque Nacional Patagônia tem todo o esplendor que qualquer turista espera da Patagônia Chilena, com cadeias de montanhas, florestas, dezenas de lagos, vida selvagem e palco de um dos projetos de restauração de ecossistemas mais importantes do país.

parque nacional da patagonia
Foto: Reprodução / Ruta de los parques

Este parque faz parte da Rota dos Parques da Patagônia Chilena que cruza, no total, 17 parques nacionais, além de outras áreas de proteção pelo Chile.

Se você tem vontade de fazer um passeio bem diferente do que a maioria dos viajantes realiza, com certeza você pode colocar o Parque Nacional Patagônia em seu roteiro de viagens de aventura. Saiba mais sobre esse local com paisagens de belezas exuberantes.

Como chegar ao parque

parque nacional da patagonia
Foto: Reprodução / Ruta de los parques

O ideal para quem vai de carro ao Parque Nacional Patagônia é percorrer a Carretera Austral, uma das rotas mais bonitas da América do Sul, repleta de paisagens cênicas e muitas paradas para apreciar o visual da natureza! Uma das cidades que serve como hub para quem viaja pela Carretera Austral é Coyhaique, localizada a 315 km do parque nacional.

Como o parque é dividido em três setores, você deve observar quais trilhas deseja fazer ou em quais acampamentos deseja ficar para definir sua chegada.

A entrada mais famosa é a de Cochrane, que fica perto da junção do rio Baker. Outro acesso é pelo setor de Tamango, que fica a 4,3 km ao noroeste de Cochrane. A terceira opção é ir para a cidade de Chile Chico para entrar pelo setor de Jeinimeni, localizado a 65 km de distância.

Estrangeiros que desejam entrar pelos setores de Tamango e de Jeinimeni devem pagar um valor de 3 mil pesos chilenos.

Também tem como ir de ônibus, usando o transporte que sai uma vez por dia de Coyhaique para Cochrane. Existem linhas que fazem conexão de Cochrane para Chile Chico.

Quem prefere mais agilidade por ir de avião. A Sky e a Latam fazem voos diários para o aeroporto de Balmaceda, localizado a 55 km de Coyhaique. De Balmaceda, você pode alugar um carro ou pegar um ônibus, viajando 12 km até chegar à Carretera Austral.

O que ver Parque Nacional Patagônia

parque nacional da patagonia
Foto: Reprodução / Ruta de los parques

Visitar o Parque Nacional Patagônia é se conectar com a natureza na sua forma mais pura e encantadora. As principais atividades por lá são as trilhas, com diferentes níveis de dificuldade.

Assim, quem está começando pode pegar trechos de caminhada mais leve, como a Trilha La Vega, com 7 km de distância, e a Trilha Los Carpinteros – Setor Tamango, com 4,6 km; enquanto quem já for avançado pode se aventurar em trilhas hardcore como a famosa Lagunas Altas – Setor Valle Chacabuco de 23 km e o Circuito Jeinimeni – Avilés que leva 3 dias inteiros para ser feita!

No total, os visitantes encontram:

  • 6 trilhas no Setor Valle do Chacabuco;
  • 9 trilhas no Setor Tamango;
  • 5 trilhas no Setor Jeinimeni.

Ou seja, calce seu sapato impermeável e confortável e bora caminhar!

parque nacional da patagonia
Foto: Reprodução / Ruta de los parques

Outras atividades que podem ser feitas no parque incluem admirar a imensidão do Lago Cochrane a partir do mirante Douglas Tompkins ou de algumas das trilhas de Tamango, apreciar a confluência do rio Baker, o maior do Chile, com o rio Chacabuco, caminhar nas florestas de Lenga no outono (quando elas ficam com uma coloração avermelhada), visitar Piedra Clavada, formação rochosa vulcânica de 40 metros, e também ir ao Vale Lunar em Jeinimeni.

parque nacional patagonia
Foto: Reprodução / Ruta de los parques

A deslumbrante entrada da Patagônia no Parque Pumalín Douglas Tompkins

parque nacional patagonia
Foto: Reprodução / Ruta de los parques

Parque Nacional Alerce Andino é perfeito para fazer trekking na Patagônia Chilena

parque nacional patagonia
Foto: Reprodução / Ruta de los parques

Conheça também a cultura local dos Aonikenks ou Tehuelches, que eram caçadores nômades que habitavam a Patagônia.

O Vale do Chacabuco possui mais de 100 sítios arqueológicos e os registros da mais antiga ocupação humana datam de 7.700 anos nos beirais da entrada de Baker. Em Jeinimeni também é possível encontrar cavernas com vestígios e pinturas da ocupação humana primitiva.

Onde ficar?

parque nacional patagonia
Foto: Reprodução / Ruta de los parques

Quem deseja ficar no Valle Chacabuco pode aproveitar um dos três setores de acampamento (Os Ventos Ocidentais, Casa Piedra e Alto Valle) para se hospedar. Esses espaços ficam abertos somente de outubro a abril. Não precisa fazer reserva, basta chegar, montar acampamento e pagar uma taxa de 8 mil pesos chilenos.

Ainda no Valle Chacabuco tem o Lodge at Valle Chacabuco, hotel todo construído com pedras e uma opção maravilhosa para se hospedar dentro do parque. O único empecilho é que ele fica fechado de maio a setembro.

Em Jeinimeni, os acampamentos têm um valor de 10 mil pesos chilenos reservados no local e 5 mil pesos chilenos para usar somente a área de piquenique.

Fora do parque, é possível ficar em Cochrane, cidade a 28 km de distância do centro administrativo do Parque Nacional Patagônia. Lá você encontrará muitas opções de restaurantes, postos de gasolina e caixa eletrônico. Confira aqui opções de hospedagens em Cochrane com uma oferta boa de chalés com ótimo custo x benefício.

O novíssimo Parque Nacional Patagônia está bem preparado com banheiros, alojamentos, área de camping, restaurantes, centro de informações, trilhas, circuitos e área de piquenique para receber bem os turistas durante o ano inteiro. É uma oportunidade ímpar de desbravar uma paisagem nova e totalmente surpreendente.

Lembre-se de utilizar nosso buscador de passagens áreas baratas para encontrar bilhetes com os melhores preços e tornar essa viagem dos sonhos em realidade.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verão 2020

Programe-se para curtir as belezas da Bahia no próximo verão! Temos dicas de lugares incríveis para suas férias.