A Patagônia tem a segunda maior área de gelo do mundo, perdendo apenas para a Antártica, e metade dos gigantescos 2.600 km² que formam o Campo de Gelo Patagônico está no Parque Nacional Los Glaciares, que é o destino sobre o qual falaremos hoje. Ou seja: já de cara dá para saber que se trata de um lugar legal para quando você quer fazer aquela viagem de gelar o pulmão a cada respirada.

Declarado Patrimônio da Humanidade em 1981, o Parque Nacional Los Glaciares fica na região da Patagônia, ao sudoeste da província de Santa Cruz, na Argentina, fazendo fronteira com o Chile, e é o segundo maior parque na nação hermana. Indo de El Calafate até El Chaltén, o Parque Los Glaciares corresponde a uma grande porção da famosa Cordilheira dos Andes.

parque nacional los glaciares
Foto: Pixabay

O que fazer no Parque Nacional Los Glaciares

A principal atração no Parque Nacional Los Glaciares é a imensa geleira Perito Moreno, no setor sul, e que tem 5 km de largura com picos que atingem quase 70 metros de altura.

Você consegue aproveitar essa belezura congelada pela água, com barcos que chegam bem pertinho das paredes gigantes de gelo; através da terra firme, por meio das sete passarelas disponíveis para os turistas e, se você for mais aventureira, fazendo trekking no gelo. O valor do ingresso por dia é 500 pesos argentinos, o equivalente a R$ 38,50.

glaciar perito moreno
Foto: Max Pixel

Esse valor cobre a visitação dos glaciares Perito Moreno e também garantem o acesso aos glaciares Upsala e Spegazzini, outras duas atrações bem legais no Parque Nacional.

Se você comprar algum pacote de passeio em agência de turismo, confira se esse valor está incluso. Confira aqui passeios e tour para fazer na região.

Quando viajar

Outra coisa bacana na hora de planejar sua viagem é se programar para as épocas com climas mais amenos, ou seja: verão e outono, com mais possibilidades de ocorrência de dias frios, mas sem nuvens no céu e com aquele solzinho para esquentar um pouco. A dica é se planejar com antecedência para poder conseguir reservar hotéis e passeios sem problemas.

Agora se você quiser conhecer a região no momento da baixa temporada, prepare as roupas de frio e vá no inverno, quando os preços diminuem, mas também algumas atrações podem não estar disponíveis. Na temporada mais fria do ano, os dias chegam aos -5 ºC.

Como chegar ao PArque Nacional Los Glaciares

glaciar perito moreno
Foto: Pixabay

O acesso ao parque se dá por El Calafate, que fica a cinco horas da cidade de Rio Gallegos, e é uma das regiões da Patagônia Argentina que mais atraem turistas. Em El Calafate, o que não falta são opções de restaurantes, hotéis, pensões e áreas de camping.

Encontre sua passagem aérea para El Calafate aqui

Na Av. San Martín, a principal da cidade, há outras opções de comércio e também algumas agências de turismo que oferecem pacotes de passeios em diversos pontos de Los Glaciares.

Na região, você vai encontrar montanhas, bosques, lagos e, claro, as geleiras milenares que nos mostram um pouco como já foi nosso planeta um dia, quando esteve coberto por gelo. Conhecer o parque e suas atrações é, de certa forma, uma viagem no tempo.

A área do Parque é tão grandiosa que, só para você começar a ter uma boa ideia, tem mais de 350 glaciares a perder de vista.

O sucesso da região é o já mencionado Glaciar Perito Moreno, mas há outras atrações igualmente encantadoras, como o Glaciar Viedma e o Upsala.

A segunda parada obrigatória é na pequena vila El Chaltén, que fica dentro da reserva e oferece opções de hospedagem para os turistas, a 220 km de El Calafate – você pode chegar no vilarejo de carro ou de ônibus.

Hospedar-se nesse povoado é uma ótima forma de conhecer trilhas e de explorar o Parque sem ser por meio dos passeios vendidos pelas agências de turismo. El Chaltén é conhecida como a Capital Nacional do Trekking e conta com mais de 12 trilhas que levam a cachoeiras, lagoas, montanhas e mirantes.

É em El Chaltén que os turistas mais aventureiros costumam ficar, devido à proximidade de regiões da Patagônia como o Monte Fitz Roy e o Cerro torre.

Aqui, você pode se hospedar na Hosteria Los Ñires, que tem quartos com aquecimento, estacionamento gratuito e uma vista de tirar o fôlego. Essa acomodação fica a 300 metros da estação rodoviária e a 200 Km do aeroporto internacional de El Calafete. O preço da diária para duas pessoas é R$ 190.

Outra opção de hospedagem é o Destino Sur Hotel & Spa de Montaña, que fica a 500 metros do Parque Nacional Los Glaciares e conta com acomodações charmosas e uma equipe própria para organizar passeios para a Montanha Fitz Roy, a 8 Km do hotel. O valor da diária para duas pessoas vai de R$ 767 a R$ 902.

Parque Nacional Los Glaciares
Foto: reprodução /

Para quem desejar se hospedar em El Calafate, sugerimos a pousada Bla Guesthouse, a duas quadras da Avenida San Martin, aquela sobre a qual falamos e que conta com várias opções comerciais, de restaurante e agências de viagem, lembra?

Os quartos contam todos com aquecimento e banheiro privativo. Para melhorar, essa acomodação oferece aos hóspedes a possibilidade de um passeio pelo Lago Argentino ou visita a Perito Moreno. Além disso, os turistas podem reservar trilhas, passeios de pesca e até a cavalo. O valor da diária para duas pessoas vai de R$ 97 a R$ 187, mas se a grana estiver curta, você pode escolher uma acomodação mais simples, que sai por R$ 45 por pessoa em uma beliche.

Uma das acomodações de sucesso em El Calafate é a Boutique Hotel La Cantera, que encanta por sua arquitetura e decoração. Todos os quartos têm uma varanda privativa e alguns deles contam com banheira de hidromassagem. No restaurante, você poderá provar a culinária local, além de conhecer os diversos vinhos sul-americanos disponíveis no bar. O preço da diária para duas pessoas vai de R$ 534 a R$ 581.

E aí, você gosta desse tipo de viagem? Já visitou o Parque Nacional Los Glaciares? Conta para a gente como foi a sua experiência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *