Ao sul de Aysén, a apenas 64 km de Coyhaique, encontramos uma joia da natureza com belezas estonteantes na Patagônia Chilena. Este lugar dos sonhos é o Parque Nacional Cerro Castillo, uma reserva natural tombada como Patrimônio Natural com 143.502 hectares.

A visita ao local é altamente recomendada para quem adora trilhas, trekking, aventura e, em meio a todas essas caminhadas, ter a oportunidade única de apreciar diante de seus cenários que mais se parecem com pinturas feitas em uma tela.

Cruzando a Carretera Austral, uma estrada bela e icônica no Chile, durante o caminho o viajante encontra montanhas cobertas por gelo que, ao derreterem, formam lagoas de águas azul-turquesa que são difíceis de descrever, tamanha beleza que possuem.

O Parque Nacional Cerro Castillo faz parte da Rota dos Parques da Patagônia Chilena, um trajeto de 2.800 km que passa por 17 parques nacionais considerada uma das estradas mais bonitas do mundo.

O que fazer no Parque Nacional Cerro Castillo

É necessário planejar bem os passeios que deseja fazer em um parque com área de 143.502 hectares. Por isso, confira as principais atrações para montar seu roteiro.

Laguna Cerro Castillo

A trilha até a Laguna Cerro Castillo é o ponto alto para quem viaja à reserva nacional. Com 13 km de extensão contando a ida e a volta, dificuldade média (já que tem um ganho de altitude de 1.000 metros durante a caminhada) e tempo de passeio de aproximadamente 6 horas.

Mesmo sendo a atração principal da região, pouca gente ainda conhece esse cenário magnífico e digno de cartão-postal da Patagônia. Logo: é uma oportunidade e tanto de desbravar um destino pouco conhecido com belezas que certamente ficarão registradas na sua memória (e em seu coração) para sempre!

Para esta trilha, é importante saber:

  • A trilha para a Laguna Cerro Castillo só fica aberta entre novembro e abril. Se puder optar em viajar no verão, as chances de encontrar a lagoa com coloração esmeralda são maiores;
  • Em seu GPS, trace as coordenadas -46.111497, -72.157060. Essa localização é de um espaço no qual você pode estacionar seu veículo. Até fevereiro de 2020, nenhum tipo de cobrança de estacionamento era feito;
  • Essa área para deixar o veículo não tem nenhuma sinalização, mas fica em frente à entrada que garante o acesso à lagoa. Na dúvida, vá até a guarita para falar com o segurança que libera os acessos dos visitantes;
  • É necessário comprar ingresso para entrar na propriedade onde a lago se encontra. O preço, pesquisado em fevereiro de 2020, custa 5 mil pesos chilenos (aproximadamente R$ 30);
  • Ao entrar, você receberá um ingresso impresso com o horário da sua chegada. É necessário devolver esse documento no momento de sua saída (é uma medida de segurança);
  • A área da guarita possui banheiro e espaço para piquenique. Este é o único local que possui banheiro (vale a pena levar seu papel higiênico).

Veja também: Reduto de pinguins, o Parque Nacional Isla Magdalena é mais uma beleza da Patagônia Chilena

Travessia com 52 km de extensão

Além da trilha da Laguna, os visitantes podem encarar a Estero Parada, uma trilha com 16 km de extensão (contando ida e volta) que dá acesso ao setor do “Campamento neozelandes”.

Esse trekking tem duração de aproximadamente 3 horas, passando por florestas de lenga e ñire, sobre um terreno com leves inclinações. A chegada acontece no acampamento do Valle del Estero Parada, uma área cercada por cerros de grande envergadura, como o Palo, o Chocolate, o Punta Duff e o impressionante maciço de Cerro Castillo com seus 2.320 metros de altura, ponto alto da viagem!

parque nacional cerro castillo
Foto: Sergejf

De lá, quem tem preparo físico impecável pode encarar a travessia do Parque Nacional Cerro Castillo é uma das caminhadas mais bonitas do Chile. A partir do Valle del Estero Parada, a trilha tem nada mais nada menos do que 45 km de extensão e uma duração de aproximadamente 3 a 4 dias para ser completada.

Quem resolve fazer a trilha completinha, saindo de Las Horquetas Grandes rumo à Villa Cerro Castillo encara um trekking de 52 km que passa pela Laguna Duff, o Vale do Estero la Lima, o Cerro Peñon e a laguna formada pelo seu glaciar, cachoeiras formadas pela geleira do Cerro Castillo e muito mais!

Foto: Sergejf

Essa travessia de 52 km foi citada no guia Trekking in the Patagonian Andes, da editora Lonely Planet — considera a bíblia do trekking na Patagônia chilena e argentina que lista as 31 principais trilhas da região. Logo, pode se preparar para encontrar muita coisa bonita pelo caminho!

Veja também: A deslumbrante entrada da Patagônia no Parque Pumalín Douglas Tompkins

Como chegar ao Parque Nacional Certo Castillo

A maior cidade próxima do parque é Coyhaique, que fica a 1.835 km de Santiago, no Chile. Quem deseja explorar a Patagônia Chilena na região sul de Aysén pode pegar um voo do Brasil para Coyhaique, desembarcando no Aeroporto de Balmaceda, há conexões de Buenos Aires ou Santiago pela Latam.

Por lá, alugue um carro e siga viagem com as coordenadas do GPS, percorrendo bons trechos da Carretera Austral, uma das estradas mais impressionantes do mundo! A distância de Coyhaique até o parque é de menos de 100 km.

Você pode emendar o passeio e visitar outros parques nacionais, como o Parque Nacional Queulat, o Parque Nacional Corcovado, o Parque Nacional Patagônia, Capilla de Mármol, Parque Laguna San Rafael, Reserva Nacional Lago Jeinimeni e muito mais!

Veja também: Atenção, aventureiros: o Parque Nacional Hornopirén tem trilhas avançadas na Patagônia Chilena

Onde se hospedar na região?

Foto: reprodução / Booking.com

Quem faz uma viagem como essa pode se hospedar na Villa Cerro Castillo. Apesar de ter poucas opções de hotéis, pousadas e hostels, ficando na vila você consegue se deslocar mais rapidamente até a reserva nacional.

Nesta região, uma boa opção é o Refúgio Cerro Castillo, que fica bem pertinho do parque e ainda tem vista para as montanhas (um cenário dos sonhos!). A hospedagem simples e confortável serve café da manhã, já incluso nas diárias que custam, em média, R$ 481 para duas pessoas.

Quem busca mais sofisticação pode se hospedar no Chalet Cerro Castillo que tem capacidade para receber até seis pessoas. As diárias nessa propriedade custam a partir de R$ 1.093. Outra opção mais charmosa é a Cabaña Lago Tamango, que também tem capacidade para seis pessoas. As diárias nesta cabena partem de R$ 809.

Para economizar, ainda é possível reservar uma cama no Hostel BaseCamp Cerro Castillo. As diárias, sem café da manhã, partem de R$ 94 para dormir em quarto compartilhado.

Se preferir, você pode definir a cidade de Coyhaique como hub e, de lá, partir para seus passeios. Os hotéis em Coyhaique têm diárias a partir de R$ 186.

Veja também: Hotel de luxo na Patagônia tem vista privilegiada para o Maciço Torres del Paine

Dicas gerais para os passeios pelo Parque Nacional Cerro Castillo

  • Em sua mochila, leve uma garrafa de água para se hidratar durante as caminhadas;
  • Dentro da reserva não existem restaurantes ou lanchonetes, por isso: leve alimentos e bebidas para passar o dia;
  • Evite viajar em épocas de inverno rigoroso, algumas trilhas estarão fechadas por questões de segurança e dirigir em estradas cobertas de gelo pode ser arriscado caso você não tenha experiência;
  • O próprio Parque Nacional Cerro Castillo indica guia profissionais certificados da empresa Senderos Patagônia que podem acompanhar os visitantes nos passeios. Esses serviços são pagos à parte;
  • Use calçados apropriados para trilhas de longas distâncias;
  • Leve um casaco corta vento mesmo se tiver sol (venta bastante na região);
  • Use roupas leves e confortáveis próprias para trekking;
  • Evite usar roupas preta, já que isso atrai mosquitos e esquenta bastante;
  • Mesmo no inverno, leve protetor solar, pois a incidência do sol é forte;
  • Repelente também é recomendado, já que você vai caminhar no meio do mato;
  • É interessante levar bastões de trekking, luvas e binóculos para as trilhas;
  • Vai fazer uma viagem de aventura como essa? É fundamental ter um seguro viagem com cobertura internacional. Faça uma cotação aqui!

Com esse super guia, esperamos que você faça uma viagem inesquecível pela Patagônia Chilena!

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *