A natureza nos surpreende em cada um de seus detalhes. Como se fossem encantadas de tão magníficas, as lagoas azuis do parque ecológico Ojos Indígenas, em Punta Cana, eram chamadas de “olhos” pelos índios Taínos que habitavam o local na era pré-colombiana. Seja pelo formato ou pelas águas cristalinas em azul claro, são como pequenas joias preciosas no meio da vegetação tropical.

A reserva é privada e protegida pela Puntacana Ecological Foundation, organização sem fins lucrativos criada em 1994 pelo Punta Cana Resort e Club, a apenas 500 metros de distância dali. Sua área de de 607 hectares de terra é alvo de conservação, pesquisa científica e recreação.

Em suas dependências vivem várias espécies de animais selvagens, sendo 27 delas endêmicas, ou seja, que só se encontram na República Dominicana. Pelos céus chegam a voar até 100 aves diferentes, enquanto no solo há ainda um zoológico de estimação (patos, ovelhas, cabras, etc) e uma fazenda de iguanas, que são criadas em cativeiro para serem reintroduzidas a seu habitat natural pelas equipes de conservação.

Alimentadas por um rio subterrâneo, as lagoas de água doce se espalham por 12 locais distintos, sendo cinco deles abertos para uso recreativo. Os visitantes podem aproveitar o dia mergulhando ou fazendo visitas guiadas, a pé, a cavalo ou a bordo de um diciclo motorizado Segway. Os passeios passam por exposições de cana-de-açúcar, jardim de frutas, trilhas e praias arenosas.

Quanto custa: hóspedes do resort Punta Cana não pagam nada pelo passeio. Os demais visitantes só podem entrar na reserva por meio de grupos guiados de excursão. Custa, em média, US$ 65 por adulto e US$ 35 por criança de 4 a 8 anos. Por meio da ONG sai US$ 50, sem transporte incluso. Reservas pelo site oficial.

Como chegar: o parque ecológico está a cerca de 40 minutos de Bavaro, a praia mais central de Punta Cana. Pode ser acessada de carro particular ou táxi. As agências turísticas costumam disponibilizar transfer a partir de alguns resorts. Clique aqui para ler dicas de onde se hospedar em Punta Cana.

Quanto custa viajar para Punta Cana? Descubra!

Fotos: divulgação

Altos de Chavón: aldeia medieval e bucólica a apenas uma hora de Punta Cana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *