Que tal se hospedar em um chalé que fica posicionado sobre uma montanha em Cambará do Sul? Quem passa alguns dias no Parador Casa da Montanha pode aproveitar uma vista dos sonhos (que vai render bons cliques durante sua estadia) assim que abre a cortina, além de curtir um clima geladinho de inverno praticamente o ano inteiro.

Além das fotos incríveis que você poderá fazer da vista dos chalés do Parador Casa da Montanha, o lugar é ideal também para aqueles momentos nos quais você deseja descansar, desestressar, respirar um ar puro e renovar as energias.

parador casa da montanha
Foto: reprodução / Booking.com
parador casa da montanha
Foto: reprodução / Booking.com

O pequeno município de Cambará do Sul, no Rio Grande do Sul, é conhecido também como “terra dos cânions” e “capital do mel”. O destino é um dos queridinhos entre quem gosta de curtir o inverno brasileiro em grande estilo – durante a estação mais fria do ano, Cambará do Sul costuma registrar as menores temperaturas do país.

A 185 km de Porto Alegre, o município conta com o Parque Nacional de Aparados da Serra e com o Parque Nacional da Serra Geral, com os cânions Itaimbezinho, Fortaleza, Churriado e Malacara.

Se estiver planejando conhecer o frio gaúcho, comer churrasco e pinhão, além de tomar algumas cuias de chimarrão, hospedar-se no Parador Casa da Montanha vai deixar a experiência ainda mais agradável.

Encante-se com o Parador Casa da Montanha

parador casa da montanha
Foto: reprodução / Booking.com

Em meio à natureza incrível de Cambará do Sul, a propriedade oferece excelentes instalações para quem busca conforto, contato com a natureza e sossego.

Com uma decoração rústica de cair o queixo, o hotel conta com chalés aconchegantes, com aquecimento próprio e móveis de madeira – em algumas unidades estão disponíveis banheiros privativos com hidromassagem e vista para a Mata das Araucárias, tudo para que você descanse e aproveite cada momento da melhor forma possível.

para dor casa da montanha
Foto: reprodução / Booking.com
Foto: reprodução / Booking.com

A 9 km do Parque Nacional e da rodoviária da cidade, o Parador Casa da Montanha oferece um café da manhã muito bem servido, com quitutes regionais para agradar os hóspedes e proporcionar uma experiência gastronômica de respeito.

Aliás, se gastronomia for um item importante na sua lista de viagem, fique tranquila: nesta propriedade você poderá desfrutar das delícias do restaurante durante todo o dia e, se o tempo estiver frio, poderá ficar aquecida em frente à lareira da sala de estar.

parador casa da montanha
Foto: reprodução / Booking.com
Foto: reprodução / Booking.com

A propriedade conta com serviço de quarto, opção de suíte nupcial – casais apaixonados amam se hospedar aqui –, solário, sauna, biblioteca, área específica para fumantes, terraço coberto, jardim e, claro, uma série de atividades para quem deseja explorar a região.

Na recepção do hotel, você poderá verificar a disponibilidade de atividades como equitação, trilhas, pesca e aluguel de bicicleta, todas elas com custo adicional.

Vai para o Rio Grande do Sul e nunca experimentou chimarrão? Fique tranquila: no Parador Casa da Montanha você vai encontrar uma garrafa com água quente e o mate cevado. Pode experimentar sem medo, mas tenha cuidado para não se queimar e para não devolver a cuia sem ter tomado tudo – é falta de educação tomar só um golinho, viu.

Para um bom instante de autocuidado, sugerimos agendar uma massagem depois de uma trilha ou uma pedalada pela região. A propriedade usa produtos da marca L’Occitane para que você sinta o cuidado que merece na pele.

Os preços da diária no Parador Casa da Montanha, para duas pessoas, variam de R$ 438 a R$ 630.Gostou da ideia? Faça sua reserva no Parador Casa da Montanha aqui.

Foto: reprodução / Booking.com
parador casa da montanha
Foto: reprodução / Booking.com
Foto: reprodução / Booking.com

Como se trata de uma propriedade com número limitado de chalés, é preciso que você se planeje com antecedência e faça suas reservas assim que escolher a data de viagem, pois as acomodações são bastante procuradas – vendo as fotos dessa belezinha, fica bem fácil entender os motivos.

Dicas de turismo em Cambará do Sul

Se você curte turismo ecológico, uma excelente pedida é conhecer o Cânion Itaimbézinho, através da Trilha do Rio do Boi. O acesso se dá em Praia Grande (SC) e você só poderá fazer a trilha com o acompanhamento de um instrutor credenciado.

Ao todo, são 8,3 Km de ida e volta, passando por caminhos com obstáculos como pedras e rios, em uma caminhada pesada que dura até sete horas. No verão, é uma ótima pedida para quem gosta de tomar banho de cachoeira e de piscinas naturais. A Praia Grande fica a 46 Km do centro de Cambará do Sul e o ingresso para a trilha custa R$ 8 por pessoa.

Uma caminhada considerada menos intensa é a trilha do Cânion Malacara, que faz parte do Parque Nacional da Serra Geral. O acesso também se dá pela Praia Grande, e o passeio é ideal para quem não quer dedicar o dia todo a conhecer a região.

Prepare-se para se molhar, mesmo que não queira mergulhar nas piscinas naturais formadas abaixo das cachoeiras da região. A entrada para Malacara fica a 5 Km do centro de Praia Grande e não há cobrança de ingresso nessa região do parque (apenas R$ 5 de estacionamento).

Vendo isso tudo dá vontade de fazer as malas agora mesmo, não é? Se você já conhece essa região gaúcha, se já se hospedou no Parador ou fez essas trilhas, conte para a gente como foi sua experiência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para ajudar você a enfrentar essa quarentena...

Preparamos muito conteúdo bacana para você viajar sem sair do sofá!