Que tal acordar e olhar pela janela as curvas de algumas montanhas pairando sobre águas tranquilas da Argentina? O cenário de filme é o principal destaque de um Airbnb em Bariloche, destino adorado pelos brasileiros. Além da vista para o lago, a linda casa na árvore é uma opção confortável, romântica e privativa para curtir alguns dias de tranquilidade.

A charmosa acomodação está a apenas 5 km do centro da cidade e a cerca de 1 km a pé da colina, que também oferece vista panorâmica da região. Outro ponto positivo é a proximidade de ponto de ônibus, que leva o visitante às principais estações de esqui: Cerro Cerro, Cerro Otto, Circuito Chico e Cerro Campanario.

Bem iluminada, a casa de madeira conta com grandes janelas de vidro em boa parte dos cômodos. Na sala, que é integrada com a cozinha e a mesa de jantar, uma porta leva os hóspedes até um deck de madeira, ideal para relaxar, bater papo ou simplesmente contemplar a vista do pôr do sol patagônico sob o Lago Nahuel Huapi, que faz fronteira com a Argentina e dispõe de muitas atrações em suas margens, especialmente durante a temporada de Verão.

A hospedagem acomoda até quatro hóspedes em dois quartos com três camas. A infraestrutura conta com wi-fi, sistema de aquecimento, TV a cabo, cozinha equipada, roupa de cama, churrasqueira e jacuzzi, que segundo o Airbnb, é uma das poucas residências nos arredores com este recurso.

As avaliações dos hóspedes destacam o conforto e a limpeza do local, a receptividade do anfitrião e a localização privilegiada. Será que cabe no seu orçamento? Descubra abaixo!

Quanto custa

As diárias no Airbnb em Bariloche custam a partir de R$ 310 por dia. Numa simulação feita pelo Quanto Custa Viajar, o preço ficou em R$ 275 para duas pessoas em 5 dias no mês de maio de 2019. Por ser uma casa comum, não há café da manhã, então lembre-se de levar mantimentos para consumir ou de reservar um dinheiro extra para refeições matinais. Reserve aqui!

Veja outras casas inspiradoras para alugar na América do Sul!

O que fazer em Bariloche

A cidade é um dos destinos de inverno mais badalados da América do Sul por conta de sua ótima infraestrutura e picos nevados enormes. Só nas ladeiras do Cerro Catedral existem 53 pistas de esqui! Portanto, não há dúvidas de que os esportes típicos da temporada gelada acontecem todos nessa região.

Durante os meses de baixa temporada é possível aproveitar passeios em bosques, curtir o visual das montanhas, dar uma volta em um trem a vapor de 1912 e conhecer a gastronomia local, que se destaca pelos chocolates e suas fábricas, as carnes defumadas e as casas de chás. Aliás, as paisagens de Bariloche ficam muito bonitas em todas as épocas do ano, especialmente no outono!

Outra vantagem de explorá-la fora dos meses de junho a setembro são os preços da hotelaria e do aéreo, que ficam até 40% mais baratos. Você também pode aproveitar o período de Verão para mergulhar nas rios e lagos.

Descubra tudo sobre Bariloche aqui!

Como chegar lá

Para chegar em Bariloche, os brasileiros têm duas opções: através do Chile ou da Argentina. Há voos regulares em horários variados diretamente para a cidade, sempre fazendo conexão em Buenos Aires. Em alguns invernos, a companhia aérea Aerolíneas Argentinas faz a ligação direta de São Paulo a Bariloche com uma certa frequência semanal.

Quem vai de ônibus pode optar por linhas partindo de Puerto Montt, Puerto Varas e Osorno, no Chile. Para chegar por mar, existe o Cruce Andino, que sai de Puerto Varas rumo a três lagos regionais, chegando a Bariloche. Porém, é mais um passeio do que um meio de transporte, de fato.

Confira os melhores preços de passagens aéreas e boa viagem!

Fotos: divulgação/Airbnb

Como funciona o Airbnb? É seguro?

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *