A cerca de três horas e meia de Milão, na Itália, está a pequena cidade de Bolzano, dividida entre italianos e alemães. Na fronteira com a Áustria, esta é a porta de entrada para Tirol do Sul – ou South Tyrol – uma das regiões mais belas do país, onde Alpes, vinícolas e paisagens mediterrâneas de cair o queixo se encontram.

Ao seguir rumo às montanhas, o que se vê são cenários idílicos e charmosos em abundância. Um dos principais atrativos turísticos são as Dolomitas, uma cordilheira a 3 mil metros de altura, rodeada por pinheiros e pequenas casinhas. Um visual digno de contos de fadas. Seus mais de 18 cumes fazem parte da lista de patrimônio da humanidade da UNESCO e, ao avistá-las, sequer se faz necessária uma justificativa para tal título.

Perdida no meio do gramado do vale de Villnöss, a pequena igreja de San Giovanni foi erguida em 1744 e conta com decoração barroca em seu interior. É possível visitá-la, mas antes o interessado deve pegar as chaves na fazenda Ranuihof, logo ao lado. A propriedade rural, que também funciona como hotel (a partir de €48 por dia), serve buffet de café da manhã, incluindo geleias, mel, pães, ovos, sucos, chás e leite fresquinho. Escalada, trekking, esqui, paragliding, ciclismo e passeios de barco estão entre as principais atividades a se fazer nas Dolomitas.

Há muito a se fazer pelos arredores. Você pode se perder entre as flores do belíssimo jardim botânico do Castelo  Trauttmansdorff; avistar parte da torre de uma igreja do século 14 que está submersa no lago Reschen; esquiar nos Alpes durante o inverno; relaxar nas águas termais de Merano ou apreciar ótimos vinhos nas vinícolas locais.

Nas baixas temperaturas, também é bastante convidativa a sauna mais alta da Europa, a Schoene Aussicht Bella Vista, que fica a quase 3 mil metros acima do nível do mar. Rodeada por altos picos dos Alpes de Venoste, conta ainda com jacuzzis, de frente para uma vista espetacular, igloos e o hotel Golden Rose, com quartos alpinos a partir de €54.

Em Bolzano, o destaque fica para arquitetura histórica, a catedral e a praça central, de 1808, que se ilumina durante o Mercado de Natal, uma feira de rua com produtos artesanais e regionais, montada tradicionalmente no final do ano. Outro ponto imperdível é o Messner Mountain Museum, um projeto audacioso do alpinista Reinhold Messner.

Localizada no cume do Monte Kronplatz, a 2.275 metros acima do nível do mar, a construção assinada pela renomada arquiteta Zaha Hadid é um museu que questiona a relação entre humanos e as montanhas, é claro. Há ainda outras unidades da instituição, igualmente incríveis, como no Castelo Sigmundskron; no Castelo de Juval; no Castelo de Bruneck; e no Monte Rite, na comuna de Cibiana di Cadore.

Para explorar tudo isso e mais um pouco, o que não vai faltar é conforto nos hotéis da região. Na verdade, dá até vontade de fazer check-in em todos! Experimente um final de semana no Hotel Therme Meran ou um dia que seja na piscina de borda infinita do Alpin Panorama Hotel. Com certeza vai dar vontade de ficar mais…talvez uma vida toda.

[+] Gostou da piscina? Então você precisa ver a do Hotel Miramonti, também na Itália!

[+] Inclua na viagem: excursão de 4 dias por lagos italianos e Verona a partir de Milão

Post por Brunella Nunes
Fotos via

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *