Sempre que estão num país diferente, os turistas se atentam para as principais atrações das cidades. Alguns ingressos podem pesar no bolso, então nada melhor do que descobrir quais são os melhores museus gratuitos do mundo, assim dá para unir cultura com economia.

O Quanto Custa Viajar já mostrou algumas atrações turísticas gratuitas em Paris. É por lá que se encontra um dos famosos museus, o Louvre. São 35 mil obras de arte para serem vistas, o que significa que em nove meses você conseguiria ver todas. Para ter acesso grátis ao acervo, visite o local sempre no primeiro domingo do mês.

Em Pequim, na China, o Museu Nacional impera na praça Tian’anmen, conhecida como Praça da Paz Celestial. A entrada é franca e o museu tem um acervo com mais de 1 milhão de itens, que contam a história do país desde os seus primórdios, com a chegada no primeiro homem a pisar no território, até peças da Dinastia Qing e mais atuais.

Já em Londres, o Museu Britânico se destaca como um dos maiores e mais antigos do mundo. A coleção traz 8 milhões de peças, que obviamente são impossíveis de ver numa só visita. Mas você pode voltar quantas vezes quiser para observar múmias egípcias, moedas de 4 mil anos de idade e outros itens curiosos. O Tate Modern também tem entrada na faixa e inclui obras de Andy Warhol, Roy Lichtenstein, Salvador Dalí e Mark Rothko.

Tate

Num dos museus mais conhecidos do Estados Unidos, o Metropolitan Museum of Art, em Nova York, é possível pagar o quanto você puder/quiser, já que eles trabalham com colaborações e não um valor fixo. Há, porém, uma controvérsia. As entradas são vendidas a US$ 25 por adulto, taxa “recomendada” que, segundo eles, cobre os custos das mostras especiais. Mas ninguém é obrigado a pagar tudo isso. O espaço gigantesco conta com a maior coleção de arte do país, incluindo esculturas do artista Jeff Koons. Visite ainda o terraço, onde tem um bar.

metrooftop

Em Sydney, o museu mais antigo da cidade e com o maior acervo de antiguidades do Hemisfério Sul também é gratuito. No Nicholson Museum há mais de mais de 30 mil itens arqueológicos.

Dentro do Vaticano há 54 galerias, que tem entrada livre todo último domingo de cada mês e no dia 27 de setembro, quando se celebra o padroeiro São Vicente de Paulo. Obras impressionantes de Michelangelo, Leonardo da Vinci e Rafael te aguardam.

Vaticano

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquise aqui sua passagem aérea!