Berlim é uma cidade que não esconde sua história: mesmo os mais obscuros anos de ascensão nazista têm seu espaço na capital alemã, em grande parte para que ninguém esqueça dos horrores da guerra, do fanatismo e do holocausto.

Hoje, Berlim conta com impressionantes 175 museus, um verdadeiro paraíso para quem gosta de cultura, história e arte. Por lá encontra-se de tudo um pouco: reconstrução de ambientes que remetem à Alemanha Ocidental, de um mercado grego, mostras de jogos de computador e dos Ramones, e uma infinidade de arte contemporânea.

O Museum Pass Berlin é uma mão na roda para quem deseja conhecer mais da cidade e quer economizar. Por 29 euros é possível visitar mais de 30 atrações por três dias.

Já sabe quais museus deve conhecer em Berlim? Segue aqui nossa breve lista com as melhores escolhas.

1)Neues Museum

O Neues Museum foi bombardeado durante a Segunda Guerra Mundial. Foto: Tim Rochte

Sua construção original data do século 19, mas o Novo Museu (Neues Museum) ficou quase completamente destruído durante a Segunda Guerra Mundial, quando foi alvo de bombardeios. Muitos anos mais tarde, em 1999, um projeto do arquiteto britânico David Chipperfield devolveu o Neues à cidade, totalmente restaurado. O prédio traz à tona toques contemporâneos que refletem o passado que se perdeu sob os escombros da guerra.

O prédio guarda uma extensa coleção de arte egípcia e da antiguidade clássica. É ali que fica o busto de Nefertiti, de 1.345 a.C.

Foto: Rosmarie Voegtli 

Onde: Bodestraße, Mitte
Quanto: 12 euros

2) Museu Pergamon

Altar de Pérgamo, que data do século 2 a.C. Foto: Casey And Sonja

O museu mais visitado da cidade é casa de reconstruções antigas gigantescas e surpreendentes, tais como o Altar de Pérgamo, a Porta de Ishtar, a Fachada de Mshatta e e a Via Processional da Babilônia. A coleção divide-se em três seções: a de Antiguidades Clássicas, o Museu do Antigo Oriente Médio e o Museu de Arte Islâmica.

A Porta de Ishtar, a oitava porta de Babilônia, construída por volta de 575 a.C. Foto: Paul Mannix

Onde: Bodestraße, Mitte
Quanto: 12 euros

3) Museu Judaico de Berlim

O design exterior do museu forma uma Estrela de Davi; obra do arquiteto Daniel Libeskind. Foto: Dominic Simpson

Aberto desde 2001 é tido como um dos mais importantes museus de Berlim. A mostra tem como foco, claro, a história da comunidade judaica na Alemanha. Muitas fotos e textos podem ser apreciados, assim como uma viva memória do Holocausto.

Shalechet, poderosa instalação artística com imagens de rostos angustiados, em referência ao Holocausto. Foto: Dominic Simpson

Onde: Lindenstraße 9-14
Quanto: 8 euros

4) Museu DDR

Um dos ambientes do DDR Museum. Foto: Dage

É aqui que o visitante encontra o melhor e mais vivo retrato do passado Oriental da cidade. Ambientes que parecem ter se mantido intactos desde a Guerra Fria mostram como se vivia do lado leste do muro. Um apartamento ricamente decorado, uma sala de interrogatórios e os mais diversos objetos estão entre as atrações.

Onde: Karl-Liebknecht-Str. 1, Mitte
Quanto: 9,50 euros

5)  Museu Berggruen

Obra do suíço Alberto Giacometti exposta no Berggruen.
Foto: Pietro Motta

Localizado em Charlottenburg, ao lado do palácio de mesmo nome, é um dos melhores museus de arte de Berlim. Obras de artistas renomados do século 20, como Pablo Picasso, Henri Matisse, Alberto Giacometti e Paul Klee, estão expostas ali.

Onde: Schloßstraße 1, Charlottenburg
Ingresso: 10 euros

Confira mais sobre outros museus e passeios em Berlim em nosso site. Se você está programando uma viagem para a capital da Alemanha, não deixe de ver nossas dicas de onde se hospedar.

Para onde viajar
Eu tenhoBudget
e quero viajar porDias
Para onde viajar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *