Às margens do Rio Sena está um palácio histórico que abriga obras-primas do Renascimento, relíquias egípcias, pinturas dos séculos XIII a XX, gravuras da Coleção Real e a obra mais conhecida do mundo: a Mona Lisa. O Museu do Louvre é o maior do mundo, contendo um acervo com mais de 35 mil obras de arte.

Uma visita ao Louvre é uma obrigação durante uma viagem a Paris, especialmente porque o museu contém muitas das mais famosas obras artísticas da civilização com valores imensuráveis! Todos os anos, mais de 7 milhões de visitantes passam através da pirâmide de vidro, a entrada principal do museu, para apreciar os itens.

Au revoir! Encontre passagens aéreas para Paris com os melhores preços aqui

museu do louvre
Foto: Pixabay
museu do louvre
Foto: PxHere

Antes de se tornar a morada permanente de inúmeros tesouros artísticos, o Museu do Louvre foi um palácio real por mais de 400 anos, tanto que muitos salões continuam decorados com mobílias do Segundo Império. Caminhar pelos mais de 10 km de galerias é literalmente um tour pela história.

Uma ótima maneira de fazer o passeio é acompanhada de um guia. Como o Louvre é o maior museu do mundo, facilmente você consegue ficar 8h apreciando as obras e relíquias que ele abriga. Uma excursão guiada, evitando filas, no Museu do Louvre faz com que você otimize seu tempo e ainda receba informações importantes. Após o tour guiado, você ainda fica livre para andar por onde quiser dentro do museu.

Quem compra o Paris Fast, um ingresso único que garante o acesso a mais de 40 atrações em Paris, não precisa pagar pela entrada e tem acesso prioritário no Louvre.

Visitando o Museu do Louvre por conta própria

museu do louvre
Foto: Pixabay

A coleção do Museu do Louvre é dividida em 8 departamentos de curadoria: Antiguidades Egípcias; Antiguidades do Oriente Próximo; Antiguidades gregas, etruscas e romanas; Arte Islâmica; Escultura; Artes decorativas; Pinturas; e impressões e desenhos.

São 5 andares com peças. Quem olha de fora consegue observar 3 andares da construção do palácio. Além deles, ainda tem o subsolo (-2), conhecido como Hall Napoleão e um mezanino, no -1.

O museu é dividido em três alas: Richelieu, Denon e Sully. Se quiser, você pode visitar cada uma delas por completo. Ao final do tour, volte até o hall principal para seguir para outra ala. Se preferir destrinchar cada um dos andares por completo, também é possível, seguindo para outras salas que se conectam entre si.

Aqui está o mapa do Museu do Louvre com salas e obras divididas por andares. Isso vai ajudar você a montar seu roteiro. Compre seu ingresso pela internet para evitar filas na hora. O valor do bilhete custa 15 Euros.

Confira quais obras você não pode deixar de ver ao vivo:

Veja também: onde se hospedar em Paris? Confira nossas dicas!

Fundações do Palácio

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

A seção medieval do Louvre é uma área subterrânea que revela a fortaleza medieval que o Rei Philippe Auguste criou em 1190. As fundações eram o antigo fosso e masmorras do palácio — e você pode caminhar por lá.

As joias do Nilo

museu do louvre
Foto: MaxPixel

Prepare-se para fazer uma viagem ao Nilo! A Ala Egípcia no nível inferior conta com a Grande Esfinge de Tanis, peça com corpo de leão e cabeça de homem que pesa 12 toneladas. Acredita-se que a escultura foi feita entre 2600 e 1900 a.C.

Aproveite ainda para ver a estátua colossal de Ramsés II, pertinho da sala repleta de sarcófagos e múmias.

Localização: Ala Sully, -1.

Vênus de Milo, 100-190 a.C

esculturas famosas
Foto: Equipe Quanto Custa Viajar

A estátua recebe este nome porque foi descoberta na ilha grega de Milos. Devido à nudez e sensualidade, acredita-se que esta seja uma representação de Afrodite, a Deusa Grega do Amor.

Localização: Ala Denon, térreo.

Veja também: 11 lugares secretos em Paris para sair dos roteiros de passeios convencionais

Psiqué Reanimada pelo beijo de Eros, 1787

museu do louvre
Foto: MaxPixel

Escultura de 1793 feito pelo artista italiano Antonio Canova. Com 1,55 metros de altura e toda em mármore, a escultura trata do tema de amor entre Eros e a morta Psiqué.

Localização: Ala Denon, térreo.

Diana de Versailles, 325 a.C.

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

A Deusa Diana retratada em uma obra com 2 metros de altura talhada em mármore branco. Na mitologia, Diana era a deusa da lua e da caça, considerada muito forte e poderosa.

Localização: Ala Sully, térreo.

Código de Lei Hamurabi, 1700 a.C.

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

Este é o código de lei da Babilônia esculpido em pedra. A peça é composta por 282 leis que incluem os deveres e também punições.

Localização: Ala Richelieu, térreo.

Veja também: Conheça Montmartre, o bairro mais charmoso e boêmio de Paris

Escravo Morrendo e Escravo Rebelde, Michelangelo

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

O Louvre também tem esculturas de Michelangelo. Originalmente, as duas estátuas seriam parte do túmulo do Papa Julio II, o mesmo papa que pediu ao artista para pintar a maravilhosa Capela Sistina.

Localização, Ala Denon, térreo.

Túmulo de Philippe Pot

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

Um túmulo com tantos detalhes que você deve observar tudo cuidadosamente. Ela é tão bem-feita que você tem a sensação de que as pessoas que carregam Philippe Pot estão caminhando lentamente em um cortejo fúnebre.

Localização: Ala Richelieu, térreo.

Vitória de Samotrácia, 190 a.C.

museu do louvre
Foto: MaxPixel

Subindo a Escadaria de Daru, ainda na Ala Denon, você vai ficar de boca aberta com a Vitória de Samotrácia, a dama sem cabeça do Louvre com suas asas abertas e vento batendo contra o corpo. Simplesmente divina!

Localização: Ala Denon, 1º andar, em destaque na escada.

Veja também: Tudo sobre a Torre Eiffel, o ponto turístico mais famoso de Paris

O Escriba Sentado, 2500 a.C.

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

As pinturas egípcias são fascinantes. Mas estamos mais acostumadas a vê-las em 2D e de perfil, certo? É isso que faz com que a escultura do Escriba Sentado seja tão fascinante. Em 3D, esta é uma das poucas estátuas daquela época e impressionar pelo olhar.

Localização. Ala Sully, 1º andar.

Primeiro andar da Ala Denon

Nesta seção estão as obras mais importantes do Renascimento italiano. Dedique a maior parte do seu tempo aqui, apreciando cada uma das peças. Procure por:

Mona Lisa, de Leonardo Da Vinci

museu do louvre
Foto: Pixabay

A Madona das Rochas, Leonardo Da Vinci

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

São João Batista, Da Vinci

museu do louvre
Foto: PxHere

As bodas de Caná, Paolo Veronese

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

Retrato de Baldassare Castiglione, Rafael

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

Concerto Pastoral, Ticiano

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

Veja também: Saiba mais sobre os cinco museus imperdíveis de Paris

Ainda no primeiro andar da Ala Denon, vá veja a coleção de pinturas francesas com exemplares da obras-primas do país. Procure na seção por:

A coroação de Napoleão, Jacques-Louis David

museu do louvre
Foto: Pixabay

A Intervenção das Mulheres Sabinas – Jacques-Louis David

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

A Liberdade Guiando o povo, Eugène Delacroix

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

Jangada da Medusa, Géricault

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

A Grande Odalisca, Jean Auguste Dominique Ingres

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

Apartamento de Napoleão II

museu do louvre
Foto: Wikimedia Commons

A decoração luxuosa do Segundo Império está ali diante dos seus olhos. Impressione-se com os candelabros cintilantes, as cortinas de seda, os móveis revestidos de veludo, todos os objetos decorativos e o teto ornamentado.

Localização: Ala Richelieu, 1º andar.

Fotógrafos brasileiros em Paris te ajudam a tirar fotos românticas e inesquecíveis durante sua viagem

A Rendeira, Jan Vermeer

Foto: Wikimedia Commons

Vermeer era um artista que gostava de pintar cenas do cotidiano das pessoas. Nesta obra, uma jovem foi retratada extremamente concentrada em seu trabalho. A Rendeira chegou a ser considerada por Renoir como a pintura mais linda do mundo e Van Gogh elogiou a mistura de cores harmoniosa da tela.

Telas de Rembrandt

museu do louvre
Foto: PxHere

Rembrandt é conhecido por retratar em suas pinturas os dramas da alma humana. O segundo andar do Louvre tem uma sala com pinturas importantes do artista, além de telas de Vermeer. Destaque para a obra “Bathsheba at Her Bath” (1654) de Rembrandt.

Localização: Ala Richelieu, 2º andar

Gabrielle d ‘Estrées e uma de suas irmãs

museu do louvre
Foto: Graeme Churchard

Ninguém sabe quem pintou esta obra, com uma mulher segurando o mamilo da irmã. Mas que ela é incrível, isso é!

Localização: Ala Richelieu, 2º andar.

Estas são apenas algumas das obras para se ver durante uma visita ao Museu do Louvre. Você mal vai perceber o tempo passar com tanta peça incrível diante dos seus olhos.

O horário do Museu do Louvre é:

  • Segunda: das 9h às 18h;
  • Terça: fechado;
  • Quarta: das 9h às 21h45;
  • Quinta: das 9h às 18h;
  • Sexta: das 9h às 21h45;
  • Sábado: das 9h às 18h;
  • Domingo: das 9h às 18h.

Sempre no primeiro sábado de cada mês, o museu tem entrada gratuita para todos os visitantes.

Para chegar até o Louvre, pegue a linha 1 ou 7 do metrô e desça na estação Palais-Royal Musée du Louvre. Pegando a linha 14 do metrô, desça na Estação Pyramides. De ônibus, as linhas que passam pertinho são as 21, 24, 27, 39, 48, 68, 69, 72, 81 e 95.

A entrada principal do museu é pela pirâmide de vidro e, por isso, ela é sempre a mais movimentada. As entradas por Carrousel du Louvre ou por Passage Richelieu, na Rue de Rivoli, evitam as longas filas.

Existem várias lanchonetes e cafeterias dentro do Museu do Louvre para fazer um lanchinho na hora que a fome bater. É praticamente tudo pensado para você ficar 8h lá dentro sem nem se dar conta disso.

Se você for a Paris, por favor, visite o Museu do Louvre — mesmo que você não seja uma super hiper mega apreciadora de obras de arte! Não se assuste com o tamanho do local, ok? Basta ler bastante sobre as obras antes de ir que você consegue se organizar direitinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verão 2020

Programe-se para curtir as belezas da Bahia no próximo verão! Temos dicas de lugares incríveis para suas férias.