Vem chegando o Verão e com a estação mais quente do ano, logo bate aquela vontade de abraçar o mar. Comece a planejar seu roteiro com as melhores praias do Litoral Norte de São Paulo, que reservam algumas das mais paisagens mais bonitas de todo o Estado.

Antes de mais nada, vamos refletir aqui sobre o que pode ser chamado de “melhor praia”. O título é um tanto relativo, porque embora tenha relação com as condições da praia, tudo vai depender do perfil do turista, que pode buscar por lugares mais calmos ou agitados, por ondas fortes ou piscinas naturais, por infraestrutura ou isolamento total da civilização.

Procuramos reunir o melhor dos dois mundos, pensando prioritariamente na preservação da natureza, pois é ela que faz tudo ser melhor, mais bonito e mais autêntico. O litoral Norte paulista tem o privilégio de contar com remanescentes da Mata Atlântica, proporcionando paisagens maravilhosas a poucos quilômetros da metrópole.

Contando com áreas mais e outras menos urbanizadas, o Quanto Custa Viajar fez sua própria seleção das melhores praias do Litoral Norte de São Paulo, com o objetivo de diversificar entre as 5 cidades que compõem a região. É para você curtir até cansar, mas sempre com a consciência de preservar, afinal, tudo se renova, mas nada é infinito.

As melhores praias do Litoral Norte de São Paulo

Camburi e Camburizinho – São Sebastião

A 160 km da capital, Camburi virou ponto de badalação, sofisticação e conforto. À beira da praia de mar agitado e translúcido estão pousadas, quiosques e restaurantes que dividem a atenção do público, em sua maioria, jovens surfistas que desfrutam do melhor da vida. A noite é tomada por festas variadas, tornando o verão inesquecível.

Foto: Gustavo Frazão

Uma península faz a divisão com Camburizinho, a versão “júnior” de Camburi. Mais tranquila, revela toda a beleza da Mata Atlântica que a circunda, sem maiores distrações. Os ecoturistas podem aproveitar para fazer as trilhas que levam aos sertões do Cacau e Piavu.

Onde ficar: Pousada das Praias | R$ 200 por dia

Pousada Armação de Camburi| R$ 345 por dia

Foto: divulgação

Itaguaré  -  Bertioga

De uma beleza ímpar, nem parece que Itaguaré fica no mesmo município que a famigerada Riviera São Lourenço. A natureza mais selvagem, que é parte do Parque Estadual da Restinga de Bertioga, parece estar em outro mundo e não a apenas 123 km de São Paulo. Uma falésia de quatro metros de altura divide a praia em duas partes: uma com ondas, propícias para o surfe, e outra mais calma.

Foto: Diego Bachiega/Prefeitura de Bertioga

O encontro do rio homônimo com o mar proporciona águas tranquilas, que circundam um banco de areia. O sossego, porém, é mais presente durante a semana e em baixa temporada. No verão, a praia costuma atrair mais gente e ter mais atividades disponíveis, com o aluguel de pranchas de stand up paddle e caiaques. Conta com restaurantes à beira da estrada e barracas na areia. Confira mais praias perfeitas em Bertioga nesse post!

Onde ficar: Canto da Riviera | R$ 275 por dia

Pousada Costa da Riviera | R$ 169 por dia

Foto: divulgação

Bonete  -  Ilhabela

Ir para Bonete requer um certo planejamento, visto que o acesso é por mar, a bordo de lanchas ou canoas ‘boneteiras’, ou por uma trilha de 15 km (cerca de 4h de duração) que passa pela área de preservação do Parque Estadual Ilhabela. Quem chegar ganha de presente um vilarejo exuberante, habitado por caiçaras que fazem questão de preservá-lo.

Foto: divulgação/pousada Canto Bravo

As ondas do mar azul e agitado banham as areias claras, onde o repouso é gratificante, seja ao sol ou sob o céu estrelado durante a noite. Há algumas opções de hospedagem, que também servem comida. A partir dali é possível fazer trilhas, desbravar cachoeiras e tomar banho de água doce no Rio Nema.

Onde ficar: Hostel Vila Bonete | R$ 180 por dia (casal) ou R$ 60 por dia (dormitório)

Pousada Canto Bravo | R$ 220 por dia

Foto: divulgação

Praia do Cedro  -  Ubatuba

Reservada, a praia do Cedro ou Cedrinho - como é apelidada -, fica na região central e tem uma trilha de fácil acesso. A Mata Atlântica ao redor reflete no mar cristalino, deixando as águas de cor esmeralda. Dá para avistar peixinhos e até tartarugas, que às vezes dão aquele susto no turistas desavisados!

Foto: Brunella Nunes

É uma opção interessante para quem busca por tranquilidade e a prática de snorkel. Só tome cuidado ao entrar no mar, que é de tombo e com poucos passos já se está na parte funda. Na areia há apenas um bar, que disponibiliza mesas, cadeiras, banheiros, bebidas e petiscos. Outras praias bacanas em Ubatuba, você encontra nesse post.

Onde ficar: Bamboo Groove Hostel | R$ 120 (casal) ou R$ 55 por dia (dormitório)

Pousada Casa Milà | R$ 270 por dia

Foto: divulgação

Toque-toque Pequeno  -  São Sebastião

Uma antiga vila de pescadores rodeada pela Mata Atlântica foi, aos poucos, se transformando em destino de veraneio cheio de condomínios de luxo. Mesmo assim, a praia de Toque-toque Pequeno mantém a calmaria de outrora, tornando-se uma das favoritas entre famílias na região de São Sebastião.

Foto: divulgação/Turismo de São Sebastião

Os antigos moradores ainda abastecem as hospedagens e restaurantes locais com peixes e frutos do mar frescos. O mar se mantém como uma grande piscina ao longo de ano todo. Na areia dourada, a sombra pode vir diretamente das árvores. O pôr do sol é imperdível.

Onde ficar: Vila Lia | R$ 299 por dia

Foto: divulgação

Tabatinga  -  Caraguatatuba

Quem disse que Caraguatatuba não tem praia linda? A praia na divisa com Ubatuba e com o rio Tabatinga, oferece 2 km de areia fina e águas tranquilas, onde a prática de esportes aquáticos é bem vinda. Caiaque e windsurf estão entre as modalidades favoritas. Nos arredores há um condomínio residencial, hotéis e um eco resort, além de quiosques, restaurantes, bares e sanitários.

Foto: divulgação/Prefeitura de Caraguatatuba

O vai e vem de embarcações, que circulam dentro de uma raia separada dos banhistas, é por causa da Ilha do Tamanduá, logo em frente, que conta com outras cinco praias em seu território. Trilhas também levam os viajantes para praias de Ubatuba.

Onde ficar: Pousada Port Louis | R$ 248 por dia

Costa Verde Tabatinga Hotel | R$ 540 por dia (meia pensão)

Foto: divulgação

Paúba  -  São Sebastião

Pequenina, Paúba é uma das melhores praias para quem vai à São Sebastião. Emoldurada pela vegetação, tem águas cristalinas, areia branca e fofa. O mar azul costuma ser tranquilo, mas atrai surfistas quando está ressacado. Os turistas também observam espécies marinhas no recife chamado de “laje de Maresias”.

Foto: divulgação/Prefeitura de São Sebastião

Na orla, o clima de vilarejo caiçara permanece, com a pesca abastecendo os quiosques. De Paúba se chega à Maresias por trilha, sinalizada e autoguiada. Ao longo do caminho há um mirante incrível. O pôr do sol é um espetáculo aparte para quem fica por lá até o final do dia.

Onde ficar: Paúba Beach Hotel | R$ 190 por dia

Ciribaí Praia Hotel | R$ 239 por dia (com acessibilidade)

Foto: divulgação

Guaratuba – Bertioga 

Tranquilidade é o nome dessa praia, a 24 km de distância do Centro de Bertioga. O Rio Guaratuba é responsável por dividir a paisagem da praia e o coração dos turistas, que podem ir alternando os banhos entre água doce e salgada. Com 8 km de extensão, o mar azul e cristalino é bem convidativo para um mergulho, enquanto a faixa de areia plana torna as caminhadas no pôr do sol um deleite.

Foto: divulgação/Visite Bertioga

A praia segue algumas regras de respeito ambiental: não pode acampar, nem trafegar com carros e nem fazer pique-nique, contando com ambulantes para matar a fome dos frequentadores.

Onde ficar: Pousada Canto da Praça | R$ 178 por dia

Foto: divulgação

Castelhanos  -  Ilhabela

Ilhabela não tem esse nome a toa. O município conta com tantas belezas, que fica até difícil escolher “a melhor”. Mas, em se tratando de lugares quase intocados e ainda assim com alguma infraestrutura, não poderíamos nos esquecer de Castelhanos. Acessado por barco ou por uma trilha na mata, que atravessa para o outro lado da ilha, a praia parece realmente um paraíso perdido.

Foto: Brunella Nunes

Refúgio de pescadores, esbanja tranquilidade e o desejo de ficar dias ali, à deriva. O mar azul dá vista para alguns morros no canto esquerdo, formando uma paisagem muito bonita. Do outro lado estão alguns restaurantes de comida caiçara. Há quem aprenda a pescar de forma sustentável por ali, visto que a atividade foi incluída dentro do Turismo de Base Comunitária.

Havendo tempo, pegue carona num barco até a maravilhosa Prainha do Codó, escondida, secreta e com piscinas naturais cristalinas. A vida não poderia ficar melhor, não!

Onde ficar: Pousada Fruto do Mar | R$ 240 por dia

Foto: divulgação

Itamambuca  -  Ubatuba

Alvo de surfistas e de campeonatos, essa praia atrai uma galera mais jovem em busca da onda perfeita, seja para dropar ou apenas observar mesmo. Além do surf, outros esportes tomam conta da areia, seja o cooper, o frescobol, a yoga ou a simples caminhada.

No canto direito está a a Barra do Rio Itamambuca, onde o rio encontra com o mar, um lugar favorável para as famílias com criança, que também desfrutam da comodidade dos quiosques, restaurantes e hospedagens na orla.

A entrada no local é fácil, através de um condomínio. No canto esquerdo há uma trilha que dá acesso à praia Brava de Itamambuca, deserta e muito bonita.

Onde ficar: Bali Suites Itamambuca | R$ 150 por dia

Moksha Surf Yoga | R$ 290 por dia

Foto: divulgação

Barra do Una – São Sebastião

Uma porção de areia e vegetação corta a praia que une rio e mar. Assim é uma das mais belas praias de São Sebastião, a 57 km da região central, que costuma atrair adeptos do ecoturismo e surfistas em busca de boas ondas para dropar.

Foto: divulgação/Turismo de São Sebastião

O rio Una desce a Serra para desaguar no mar de águas cristalinas, que oferece ondas de um lado e total calmaria do outro. A paisagem deslumbrante oferece trilhas pela Mata Atlântica, cachoeiras, poços, prática de esportes náuticos e passeios de barco. A Barra também sedia vários hotéis e marinas.

Onde ficar: Suítes km18 | R$ 290 por dia
Pousada Tupinamba | R$ 255

Foto: divulgação

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *