Ao avistar a cor cristalina das águas, não há dúvidas de que Alagoas se destaque como o Caribe brasileiro. Entre tons de azul e verde esmeralda, o mar de temperatura agradável é o principal atrativo da costa litorânea, formando piscinas naturais na maré baixa e revelando parte das maravilhas submarinas, como recifes de corais, peixes coloridos e até naufrágios. Aproveite os dias de sol brilhando nas melhores praias de Maceió.

O fácil acesso aos pequenos paraísos garante é uma das principais qualidades da cidade, que tem uma das melhores orlas urbanas do Nordeste. Nos 40 km de costa litorânea se veem cenários típicos para ilustrar a palavra “férias”, com conforto e infraestrutura ideal, especialmente para famílias com crianças pequenas. Já os casais se refugiam na isolada praia de Ipioca.

Foto: Wesley Menegari/divulgação

Para o deleite dos surfistas, Jacarecica e Cruz das Almas estão bem servidas de ondas, seja para profissionais ou iniciantes, que podem contar com aulas da modalidade e aluguel de prancha. Longe da superfície, os mergulhadores encontram seu devido lugar na piscina do Amor, em Pajuçara, podendo seguir ainda até a Costa dos Corais, nos galés de Maragogi, uma das mais importantes formações coralíneas do planeta.

Deu pra ver que tem para todos os gostos, né?

Confira abaixo a lista completa com as melhores praias de Maceió!

Ponta Verde 

Tipicamente urbana, essa é a mais badalada de Maceió, mas ainda assim tem seus encantos. O visual é semelhante às vizinhas, assim como seus atrativos: piscinas naturais que se formam na maré baixa do mar esverdeado. Mas, devido sua localização, é preciso checar antes as condições da água e ver se estão aptas para banho. A orla conta com hotéis, restaurantes, bares e trechos para a prática de esportes.

Foto: Wesley Menegari/divulgação

Onde ficar: Tambaqui Praia Hotel

Conheça a Costa dos Corais no Alagoas!

Pajuçara

Uma das mais famosas do estado, Pajuçara é também muito procurada por turistas durante a alta temporada, devido sua infraestrutura e os passeios de jangada que levam até as piscinas naturais, a cerca de 2 km da costa. É importante notar o uso de embarcações adaptadas para cadeirantes, fazendo com que o local seja mais inclusivo. No calçadão, quem faz sucesso além dos bares e restaurantes são os artesanatos, feitos em couro, renda e barro.

Foto: Wesley Menegari/divulgação

Onde ficar:

Jatiúca

Taí uma praia que tem um pouquinho de tudo, a começar pelo mar de águas mornas sossegado de um lado, com ondas agitadas em alguns trechos. Os esportistas fazem uso da pista de corrida e da ciclovia, parando em barracas a beira da praia quando bate aquela fome. Se a ideia é comer uma refeição completa, este é o lugar ideal, pois engloba o bairro Stella Maris, point gastronômico da cidade, reunindo restaurantes de alta qualidade.

Onde ficar: 

Praias consideradas Caribes Brasileiros!

Cruz das Almas

Mais afastada do centro, Cruz das Almas fica exatamente onde termina o banco de corais que permeia outras praias, favorecendo a prática de surf. As águas agitadas, porém, contam com trechos quase sempre impróprios para banho segundo o IMA (Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas). A orla foi urbanizada recentemente e vai começar a atrair novos empreendimentos em breve.

Onde ficar:

Garça Torta

Ainda dentro de Maceió, rumo ao litoral Norte, está a quase esquecida praia de Garça Torta, uma das mais bonitas da cidade. Essa opção une o melhor dos mundos: um exuberante mar esverdeado que também forma piscinas naturais na maré baixa; visual bonito; e infraestrutura completa, com chuveiros, orla e beach clubs com playlists interessantes.

Onde ficar:

Arredores de Maceió

Guaxuma

Beleza natural e aconchego são duas coisas que levam as pessoas até Guaxuma, a cerca de 10 km do centro, especialmente na alta temporada. Emoldurada por um conjunto de coqueirais, tem o mar “dividido” em dois trechos: um bem agitado e até perigoso, e outro bem calminho. Depois de refrescar, vale descansar nas areias douradas ou pedir algo para beber nos quiosques espalhados por lá.

Foto: via

Onde ficar: pousada Velas ao Vento

Sereia

Com uma sereia observando os recifes de corais, a praia é de uma serenidade só. A estátua em meio a paisagem maravilhosa faz alusão a Iemanjá, padroeira dos pescadores. O mar é tranquilo, tem águas claras e mornas, que na maré baixa se transformam em deliciosas piscinas naturais, uma alegria para a criançada. Há bares rústicos, porém com peixadas elogiadas, servidas aos finais de semana. Espere o pôr do sol do alto do mirante e feche o dia com chave de ouro!

Foto: via

Onde ficar: pousada Casa Caiada

Além das praias: águas cristalinas pelo Brasil

Ipioca

A cerca de 25 km de distância da região central, Ipioca não tem tanta infraestrutura, com exceção de uma pousada e um restaurante a beira-mar, que também funciona como clube litorâneo. É possível fazer passeios de barco, alugar equipamentos e até curtir uma piscina. Rodeada por coqueiros, as areias claras são banhadas por águas turquesas, que geralmente estão pouco movimentadas. O local costuma atrair campistas e casais em busca de sossego.

Onde ficar: Wave Suites Hotel

Praia de Paripueira

É em Paripueira que começa uma barreira de corais que segue até Pernambuco. A região é conhecida pela variedade de espécies marinhas, com destaque para a preservação de peixes-boi, e por seus galés, semelhantes aos de Maragogi. Ao todo, conta com mais de 20 piscinas naturais, muito transparentes e azuis. O traslado é feito em lanchas e dura cerca de duas horas.

Onde ficar: Fazenda Fiore

Sonho Verde

Lugar mais tranquilo, porém com conforto, logo ao lado de Paripueira. Assim é Sonho Verde, praia a cerca de 37 km da cidade, onde os moradores e turistas repousam sobre as areias douradas e a sombra dos coqueiros. Para refrescar, contam com um manso mar de cor esmeralda protegido por recifes, que também abriga uma área de preservação de peixes-boi, mantidos e vigiados pelo olhar atento de uma ONG. Os visitantes contam com o Restaurante e clube Anauê.

Tatuamunha  - Porto de Pedras

O encontro entre um rio e o mar torna Tatuamunha um lugar especial em Porto de Pedras, que tem outras praias lindíssimas, a 103 km de Maceió. O ideal é ir com tempo até o povoado, para conhecer o charme local, ir até o mangue, pegar um barco com os jangadeiros para apreciar os peixes-boi nadando pelo rio homônimo e o pôr do sol espetacular sobre as águas.

Foto: Edilson Araújo

Onde ficar: pousada Villa Tatuamunha

Praia do Francês – Marechal Deodoro

A apenas 30 km de Maceió, o destino de Marechal Deodoro faz sucesso por conta da praia do Francês. Longe de prédios, o lugar atrai muitos turistas que vão em busca de piscinas naturais e de ondas ideais para surfistas. A cidade, onde nasceu Deodoro da Fonseca, tem também uma grande importância histórica, já que este foi o proclamador da República e primeiro presidente do Brasil. A arquitetura colonial ganha destaque, passando por igrejas em estilo rococó e casinhas coloridas.

Onde ficar: La Dolce Vita Pousada

Quer mais? Então confira nosso post com as melhores praias de Alagoas!

As 15 melhores praias de Alagoas, considerada o Caribe brasileiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *