A busca pelo autoconhecimento faz parte do legado deixado pelo fundador do Budismo, Buda Shakyamuni. Sua representação em esculturas religiosas é considerada como hypostasis, ou seja, provida de poderes espirituais. Muitas obras também simbolizam o estado puro dos budistas, que recebem esse título ao encontrarem suas naturezas iluminadas. Inclusive, você sabia que o maior Buda do Brasil fica em Ibiraçu/ES?

A estátua tem 35 metros de altura e está localizada na entrada do Mosteiro Zen Morro da Vargem, às margens da BR-101 em Ibiraçu, município a apenas 66 km de Vitória, capital do estado. Ela é composta por 350 toneladas de ferro, aço e concreto. Independente da sua fé, visitar o Buda gigante de Ibiraçu pode ser uma ótima pedida, ainda mais para quem aprecia o turismo religioso. Em nossa matéria, trouxemos mais detalhes sobre a maior estátua budista do país e como chegar até ela.

Como chegar até o maior Buda do Brasil

O maior Buda do Brasil fica localizado na entrada do Mosteiro Zen Morro da Vargem, dentro da Praça Torii. Para ir até a escultura de carro, os visitantes podem seguir pela BR -101 até o KM 219. Será necessário entrar na estrada pavimentada que dá acesso ao mosteiro zen-budista.

Encontre aqui sua hospedagem em Vitória

Os que pretendem chegar de ônibus partindo da rodoviária de Vitória, por sua vez, devem pegar a linha com destino à Ibiraçu, disponibilizada pela Viação Águia Branca. Agora, para aqueles que chegarem pelo Aeroporto de Vitória, é preferível pegar o ônibus para Ibiraçu partindo do Terminal Rodoviário da Águia Branca de Carapina.

Em ambos os casos, os visitantes devem descer em Ibiraçu pelo ponto da Águia Branca, que fica próximo ao restaurante Califórnia. A partir daí, o restante do trajeto deverá ser feito por táxi, motorista particular ou transporte solidário.

Aproveite e conheça as 12 praias mais bonitas do Espírito Santo

Curiosidades sobre o maior Buda do Brasil

Você sabia que o maior Buda do Brasil recebeu um batismo espiritual em dezembro de 2020, com base nos fundamentos do budismo? Sim! O ritual é chamado de “abertura dos olhos” e, de acordo com o abade do mosteiro, Daiju Bitti, os visitantes já podem realizar suas orações e preces para uma escultura de Buda “com alma”.

A cerimônia estava programada para acontecer no mês de setembro de 2020, mas teve que ser adiada para o final do mesmo ano em razão da pandemia. Cerca de 20 pessoas estiveram presentes no batismo espiritual do maior Buda do Brasil, dentre monges do Espírito Santo e de outros estados do país. O evento foi celebrado de maneira remota pelo monge Minamizawa Zenji, já que ele não pode sair do Japão devido à pandemia.

O Buda gigante de Ibiraçu realmente faz jus à sua fama: a estátua tem 35 metros de altura e, levando em conta o pedestal, chega a 38 metros. Esse tamanho supera até mesmo o do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, que tem 30 metros sem contar o pedestal. Por conseguinte, a estátua do Buda em Ibiraçu é a maior do Brasil e uma das maiores do mundo interior!

Em relação à altura, o maior monumento de Buda fica localizado numa montanha próxima à cidade de Leshan, na China, entre os rios Minjiang, Dadu e Qingyi. O Grande Buda de Leshan tem impressionantes 71 metros de altura, sendo declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco.

Busque aqui por passagens aéreas para Vitória

Buda gigante de Ibiraçu: como funciona a visitação?

A Praça Torii, onde está localizado o maior Buda do Brasil, é uma área aberta para o público e acessível durante todos os dias da semana. Além de contemplar a grande construção, os visitantes vão se deparar com 15 estátuas menores de Buda e um grande portal Torii, que demarca a conexão entre a cultura oriental e ocidental. Vale a pena separar um tempinho para conhecer os detalhes.

Na Praça Torii, também é possível contemplar o Jardim Zen. Ele é composto por areia, pedriscos e pedras. Os desenhos no chão sugerem o movimento da água e das pedras, formando o “lago da serenidade”. É, simplesmente, o maior Jardim Zen de todo o Ocidente! Perfeito para quem busca momentos de descanso mental e gostam de conhecer as tradições do zen-budismo.

Agora, para quem tem a intenção de visitar o Mosteiro Zen Morro da Vargem, saiba que existem algumas regras e horários específicos. A visitação é monitorada e acontece somente aos domingos, a partir das 8h. Os responsáveis pelo mosteiro geralmente fecham o local quando o público chega ao limite máximo de 150 pessoas.

Por motivo de segurança, o Mosteiro Zen Morro da Vargem não abre em dias de chuva porque a estrada fica bem escorregadia. Os visitantes devem pagar uma taxa simbólica para a manutenção da reserva ambiental: R$ 15 por adulto e R$ 10 por criança de cinco a 10 anos de idade. Grupos com 10 ou mais pessoas – ou em vans – devem fazer agendamento prévio.

Os visitantes geralmente são orientado por monitores, que comentam informações a respeito da área ecológica e sobre o funcionamento do mosteiro. Também são apresentados os templos e demais instalações, no sentido de facilitar o roteiro histórico e cultural no mosteiro. Durante as visitações, é possível percorrer trilhas em meio à Mata Atlântica e participar de uma oficina de zazen (mindfulness) de maneira gratuita.

Não é permitida a entrada a pé e nem de animais, tendo em vista que o mosteiro fica em Reserva da Mata Atlântica. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (27) 3257-3030 e (27) 99743-6285 ou por meio do e-mail [email protected] O site do Mosteiro Zen Morro da Vargem também fornece um formulário eletrônico para contato.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *